MP e DPE recomendam lockdown em municípios da região do Xingu

Na sexta-feira (26), após o anúncio da suspensão total do funcionamento de serviços não essenciais (lockdown) pelo município de Altamira (PA), o maior da região do Xingu, o Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) e a  Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE) recomendaram aos prefeitos de Brasil Novo, Vitória do Xingu, Medicilândia, Uruará, Placas, Anapu, Pacajá, Senador José Porfírio e Porto de Moz lockdown imediato nesses municípios, nos moldes do decreto 188/2021 do município de Altamira ou em conformidade com as normativas para bandeira preta do decreto 800/2020 do estado do Pará.

As instituições recomendam ainda que, após a decretação da medida restritiva extrema (lockdown), sejam adotadas estratégias adequadas para continuidade da campanha de vacinação contra covid-19, e para o atendimento da população em situação de vulnerabilidade alimentar.

Na quinta-feira (25) a Prefeitura de Altamira anunciou a adoção do lockdown no período de 27 de março a 4 de abril, com o objetivo de conter a onda de contaminação da covid-19. Considerando a necessidade de manter uma uniformidade entre as políticas de isolamento da região do Xingu, tendo em vista que o Hospital Regional da Transamazônica é o único na região inteira que possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e está há dias com 100% de ocupação de UTI e pacientes em fila, Ministérios Públicos e Defensoria Pública do Estado uniram-se para garantir que as medidas de isolamento sejam aplicadas à toda a região do Xingu.

No último dia 19 o número de internados era de 139 pacientes, considerando leitos exclusivos para covid-19, um crescimento de 56% acima do pico de internações em 2020, representando um recorde de internações por covid-19 desde o início da pandemia na região  do Xingu.

As instituições pontuam, ainda, que apenas nos últimos sete dias em toda região Xingu foram contabilizados 932 novos casos, mesmo considerando a baixa testagem que vem sendo efetuada em toda região, e, ainda, 23 óbitos, de um total de 434, o que corresponde a 5% do total de mortes contabilizadas em mais de um ano de pandemia em apenas sete dias.

Os recomendados possuem o prazo de 24 horas para informar se acatarão à recomendação e de mais 24 horas para determinar a imediata suspensão total do funcionamento de serviços não essenciais (lockdown) nos seus respectivos municípios, nos moldes do decreto 188/2021 do município de Altamira ou em conformidade com as normativas para bandeira preta do decreto 800/2020 do estado do Pará.

Um comentário em “MP e DPE recomendam lockdown em municípios da região do Xingu

  • 28 de março de 2021 em 00:32
    Permalink

    Se houvessem adotado o tratamento precoce a situação seria outra !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *