Motoristas denunciam arbitrariedade na fiscalização de trânsito na Santarém/ Curuá-Una

Condutores de veículos que percorrem a PA-370, também conhecida como Santarém/Curuá-Una, denunciam possíveis arbitrariedades na fiscalização de trânsito realizada por policiais militares que integram a Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Segundo informações, nas abordagens que ocorrem na comunidade do Jacamin, os motoristas seriam constantemente ameaçados de multa e apreensão de veículos. Uma das denúncias que chegou ao O Impacto foi de um condutor que estava sem internet no local e não conseguiu demonstrar que já havia quitado a documentação necessária.

Diante da situação, foi solicitado que o policial rodoviário realizasse a multa, para que o motorista continuasse o seu trajeto. O mesmo liberou o motorista na condição que ele retornasse com os comprovantes. E caso não o fizesse, daria prosseguimento a multa, inclusive com a apreensão do veículo.

Ainda conforme o denunciante, o militar acrescentaria outras ocorrências, tais como desobediência a agente público, por ter fugido do local. Outra possível arbitrariedade cometida pelo militar, foi ter fotografado a Carteira Nacional de Habilitação(CNH) e do documento vencido. O condutor chegou a retornar ao local da abordagem com o comprovante que havia quitado a documentação, no entanto, os agentes da PRE não se encontravam mas no local.

INTEGRANTES DA POLÍCIA RODOVIÁRIA ESTADUAL SÃO PRESOS EM SANTARÉM

Em novembro de 2020, dois sargentos e um cabo vindos de Belém, que integram a Polícia Rodoviária Estadual para realizarem fiscalizações nas PA’s de Santarém e Região, contudo, o número elevado de denúncias sobre a cobrança de propina a condutores de veículos que estavam com alguma pendência juntos aos órgãos de trânsito fez com a corregedoria da PM e o Comando de Policiamento Regional 1, sob comando do Coronel Aldemar Maués, deflagrassem a operação que culminou na prisão  do trio de militares.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *