HRBA de Santarém é o único da região norte reconhecido em relatório mundial do meio ambiente

O Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA), em Santarém, é a única unidade de saúde do Norte do Brasil a integrar a edição 2020 do Relatório “Hospitais que Curam o Planeta”, promovido pela organização não governamental internacional Salud Sin Daño (Saúde Sem Dano).

A publicação, que ocorre anualmente, mostra os resultados de minimização dos impactos ambientais conquistados por membros da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis da América Latina, da qual o HRBA faz parte.

No Brasil, apenas o Regional do Baixo Amazonas, no Pará, e a Santa Casa de Misericórdia da Bahia, tiveram seus trabalhos destacados no relatório.

Por meio do projeto “Redução da Geração de Resíduos Quimioterápicos”, a unidade reduziu em 20% a quantidade de resíduos gerados no setor de Farmácia da Quimioterapia, de 107 quilos em 2017, para 86 quilos em 2019.

O resultado foi alcançado após o setor adotar o método de organização do uso de medicamentos chamado de “agenda inteligente”, que contribuiu para um processo denominado de farmacoeconomia.

Neste método, os pacientes com mesmo tipo de tratamento e contendo medicamentos quimioterápicos semelhantes são agendados para atendimento sincronizado, evitando o desperdício e geração de mais resíduos.

Por exemplo, um frasco de medicação contém 10 ml, se os pacientes só precisam de 5 ml para o tratamento de quimioterapia, é feita a aplicação em ambos no mesmo dia, evitando o descarte de dois frascos na lixeira, caso o medicamento fosse administrado em dias diferentes, em cada paciente.

“Os resíduos de medicamentos quimioterápicos são considerados extremamente perigosos à saúde humana e ao meio ambiente, dependendo do tratamento que é dado ao material no seu destino final”, destaca a supervisora do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HRBA, Sheila Oliveira.

Além de contribuir com o meio ambiente, a medida barrou o desperdício de medicamento e, consequentemente, resultou na redução de custos para o hospital.

“Seguindo diretrizes legais, sem gerar prejuízos aos pacientes, foi possível implementar a agenda inteligente de medicação mantendo a qualidade do serviço prestado e minimizando a geração de resíduos ao meio ambiente. Tudo isso possibilitou uma economia financeira de 37% em 2019, só com o tratamento de resíduos químicos, em comparação com o ano anterior”, explica a gerente de Farmácia, Sândrea Queiroz.

Para o diretor Hospitalar, Hebert Moreschi, o reconhecimento recebido pela ONG Salud Sin Daño só reforça as estratégias da Pró-Saúde na busca constante à prática de uma cultura de sustentabilidade. “Este reconhecimento é a constatação de que é claramente possível conciliar a assistência à saúde, segurança e qualidade às boas práticas ambientais. Melhor que isso, é poder saber que as práticas implantadas fazem com que não tenhamos apenas excelentes profissionais, mas também, cidadãos comprometidos com a sociedade e nossas futuras gerações”, afirma Moreschi.

Unidade pertencente ao Governo do Estado do Pará, o HRBA é uma instituição de saúde pública com atendimento 100% gratuito para casos de alta complexidade, e é gerenciado pela entidade filantrópica Pró-Saúde, desde 2008. O hospital atende uma população estimada em mais de 1,3 milhão de pessoas, residentes em 30 municípios e é referência em tratamento de câncer no Norte do Brasil, entre outras especialidades como Neurocirurgia, Ortopedia e Traumatologia e Terapia Renal Substitutiva.

Projeto Hospitais Saudáveis

Este mesmo case do HRBA, em novembro de 2019, foi o responsável pela conquista do título “Amigo do Meio Ambiente”, por meio do projeto Hospitais Saudáveis, que é o ponto focal no Brasil da organização internacional Salud Sin Daño.

Na edição nacional, a iniciativa concorreu com 146 projetos de dez estados brasileiros. O reconhecimento posicionou o hospital paraense como referência em sustentabilidade no País.

Duas conquistas internacionais em março

Além da publicação no Relatório “Hospitais que Curam o Planeta”, no mês de março, o Hospital conquistou o 1º lugar no 4º Seminário Internacional de Segurança do Paciente e Acreditação em Saúde, com a redução de infecções na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Os reconhecimentos são uma demonstração da experiência de gestão do Regional do Baixo Amazonas em práticas resolutivas e sustentáveis que beneficiam os pacientes e o meio ambiente.

RG15/O Impacto – Comunicação HRBA/Pró-saúde
Foto: Comunicação Pró-saúde

Um comentário em “HRBA de Santarém é o único da região norte reconhecido em relatório mundial do meio ambiente

  • 8 de abril de 2021 em 15:48
    Permalink

    Notícia boa quase não tem respaldo. Eu lendo uma dada pelo jornal Impacto encontrei uma importantíssima para nossa cidade de Santarém onde está em primeiro lugar com relação aos descarte de produtos que fazem mal para humanos e o meio ambiente. Isso pra mim tem muita relevância por se tratar de nossa cidade. Parabéns ao Pro Saúde, que administra o nosso maior e melhor hospital de alta complexidade HRBA. Isso me orgulha, por ser o mais organizado com relatórios positivos. Obrigado por essa oportunidade em saber e poder divulgar a mais pessoas. Ao Jornal Impacto principalmente.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *