“Macumbeiro” é preso por abusar de 5 filhos em Goianésia do Pará 

Francisco Soares da Silva, de 51 anos de idade, o macumbeiro da Vila Janari, é suspeito de cometer crimes de estupro de vulnerável contra cinco crianças, entre elas um menino. Ele está preso desde ontem (14) na Delegacia de Polícia Civil do município de Goianésia do Pará, a 190 km de Marabá. Um total de 860 casos de abusos sexuais foram registrados neste ano no Pará.

A denúncia chegou à Polícia Civil de Goianésia do Pará e o caso começou a ser investigado. Com base em depoimentos e laudo técnicos, um mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça local, e cumprido às 6 horas de quarta-feira pela equipe de investigadores. O suspeito estava numa casa localizada na Vila Janari, a 66 quilômetros do centro da cidade. Segundo os policiais, ele não esboçou qualquer tentativa de fuga.

Considerado um guru das forças ocultas, Francisco Soares se autoproclamava macumbeiro e com isso amedrontava as vítimas. Os abusos cometidos contra quatro filhas e um filho, todos com idade entre 4 e 13 anos, eram frequentes. A Reportagem apurou que a materialidade dos crimes foi comprovada por meio de exames e embasados nos depoimentos das vítimas. O caso é tratado em segredo de Justiça por envolver menores.

Além dos abusos sexuais, as crianças viviam em situação de vulnerabilidade social. Relatos de moradores da Vila Janari confirmam que a família recebia – ocasionalmente – cestas básicas de alimentos e a situação de abuso era percebida pela vizinhança.

Francisco Soares foi enquadrado no Artigo 217-A, nos termos da Lei n.º 12.015/2009, com pena de reclusão de 8 a 15 anos, para cada caso de estupro de vulnerável. Esse tipo de crime pode ser denunciado através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Correio de Carajás

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *