Pai e amigo são suspeitos de estuprar criança de 1 ano e 11 meses no sudeste do Pará

Um caso de estupro de vulnerável revoltou moradores do município de Canaã dos Carajás, no sudeste paraense. Na tarde de domingo (2), dois homens foram presos após suspeitas de que a dupla abusou sexualmente de uma criança de 1 ano e 11 meses. Um dos suspeitos é o pai da criança, Levi Rodrigo, de 23 anos. O outro envolvido é Marcone Sousa, de idade desconhecida.

Segundo informações levantadas pela Polícia, Levi Rodrigo estava separado da mãe da criança há mais de um mês, mas sempre frequentava a casa da ex-esposa. A mulher relatou aos policiais que ele bebia com o amigo quando, em determinado momento, pediu para dar banho na criança. Os dois homens foram até o banheiro com a vítima.

Os familiares, entretanto, estranharam a demora dos três no banheiro e foram até o compartimento, momento em que perceberam que a criança estava sangrando. A Polícia Militar foi acionada em seguida para atender a ocorrência.

Os acusados foram detidos por uma guarnição da PM e encaminhados à delegacia do município. Os dois estão à disposição da Justiça.

A criança será submetida a um exame de corpo de delito para constatar se houve conjunção carnal durante o abuso. Não há informações sobre o estado de saúde da vítima. As informações são do Portal Tailândia.

O crime de estupro de vulnerável está previsto no artigo 217A do Decreto Lei nº 2.848/40. A pena para quem tiver “conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos” vai de oito a 15 anos de prisão.

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *