[Vídeo] Ataque de Israel derruba prédio de escritórios da imprensa internacional e gera protestos em toda Europa

Um ataque da Força Aérea de Israel provocou a derrubada de um edifício de 15 andares na Faixa de Gaza. Lá se encontravam vários escritórios de meios de comunicação estrangeiros.
A Força Aérea israelense destruiu completamente o arranha-céu Al Jala em Gaza, onde estavam localizados os escritórios de vários meios de comunicação internacionais, como a Associated Press e a Al Jazeera.
Várias fontes locais informaram que Israel tinha um “alerta” de que suas forças planejavam atacar o prédio com escritórios de vários meios de comunicação estrangeiros em Gaza.
O Exército israelense confirmou o ataque, ao destacar que o movimento palestino Hamas utilizou o prédio para fins militares, em particular havia escritórios de seus serviços de inteligência.
“Recentemente, combatentes do IDF [Forças de Defesa de Israel] atacaram o prédio de vários andares, onde havia equipamento militar que pertencia aos serviços de inteligência da organização terrorista Hamas”, disse um comunicado israelense.
Com tudo os israelenses afirmaram que todos os civis que estavam no prédio, foram avisados do ataque e tiveram tempo de evacuar.
Posteriormente, a assessoria de imprensa do Exército israelense informou que sua Força Aérea foi atacada na casa do vice-presidente do gabinete político do movimento palestino Hamas, Jalil Haya.
Em 10 de maio, os confrontos armados na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza aumentaram após o término do ultimato do movimento Hamas, que exigia o fim da expulsão de palestinos de suas casas e da destruição de suas mesquitas.
O conflito se dava na Esplanada das Mesquitas no bairro Sheikh Jarraj, em Jerusalém. Lugar sagrado onde teria Maomé ascendido aos céus. Lá, o estado de Israel havia decidido despejar todas as famílias palestinas, para poder entregar suas propriedades para colonos judeus.
Desde o fim do ultimato, cerca de 2.200 foguetes foram disparados contra o território israelense de Gaza, metade dos quais foram interceptados pelo sistema antiaéreo Iron Dome israelense, e cerca de 380 pousaram no território do enclave.
Os ataques contra Israel já deixaram oito civis e um militar mortos. Em retaliação, as forças israelenses realizaram centenas de bombardeios contra a Faixa de Gaza que, de acordo com informações das autoridades de saúde palestinas, resultaram na morte de 139 pessoas, dentre elas estavam várias crianças, e mais de 1.000 feridos.
Os confrontos estouraram nas ruas de capitais européias, com manifestação de milhares de pessoas em apoio aos palestinos em meio ao violento impasse contínuo entre Israel e Gaza.

 

***Nova Série de Oswaldo Bezerra intitulada “Contos Amazônicos Modernos” está agora disponível para Kindle na Amazon.***

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *