Polícia procura vereador suspeito de espancar ex-esposa no sudeste do Pará

A ex-esposa do presidente da Câmara Municipal de São João do Araguaia, no sudeste do Pará, vereador Augusto Alves de Carvalho Neto (PDT), conhecido como “Augusto Neto”, registrou um boletim de ocorrência (BO), no final da tarde de quarta-feira (4), acusando o político de violência doméstica.

O delegado de São João, Jailson Lucena, confirmou que a suposta agressão do vereador à ex-companheira ocorreu por volta de 15h, em plena via pública e que a Polícia Civil procura por “Augusto Neto”.

O DPC Jailson Lucena relatou que uma equipe de policiais esteve na residência do suspeito, mas o parlamentar não foi localizado. De acordo com moradores da pequena cidade de um pouco mais de 13 mil habitantes, a cena violenta revoltou a população. O episódio dantesco chamou a atenção porque a vítima foi uma mulher e o agressor foi o presidente da Câmara Municipal de São João do Araguaia.

Augusto Neto teve uma ascensão meteórica na vida política, pois é muito difícil um vereador de primeiro mandato assumir a presidência de uma câmara municipal. A Reportagem recebeu dezenas de mensagens de repúdio à agressão do vereador. O teor das mensagens exigia a renúncia dele da presidência da Câmara Municipal e a perda do mandato.

O delegado Jailson Lucena afirmou ainda que a vítima realizou exame de corpo de delito no Centro de Perícia Renato Chaves e aguarda o laudo pericial para anexá-lo ao processo. A suposta agressão chegou de maneira bem rápida às redes sociais de Marabá. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos.

O vereador Augusto Neto, em um ato impensado, colocou em risco a vida da ex-esposa e deverá enfrentar sérios problemas para permanecer no  mandato, pois os movimentos de defesa da mulher, Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) e a Justiça não costumam ficar calados diante de um fato lamentável, desumano e grosseiro.

RG15/O Impacto com informações Portal Debate Carajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *