Homem é morto a tiros na frente do próprio filho, em Altamira

A Polícia Civil investiga a morte de um homem ocorrida na noite de sábado(7), no bairro São Joaquim, em Altamira. A vítima estava na porta de casa quando foi morta.

Quem estava próximo ao local do crime, tem medo, e não mostra o rosto. “Eu ouvi três ou quatro tiros e corri pra dentro de casa, fiquei com muito medo, mas não vi quantos eram”, declarou uma vizinha da vítima.

Luiz Gustavo Macedo estava na porta de casa, No bairro São Joaquim, em Altamira, quando o crime aconteceu. Ele estava livre há um mês, estava cumprindo prisão preventiva, quando o prazo se esgotou, ele foi posto em liberdade e estava à disposição da justiça. Mas, ao sentar na porta de casa, como costumava fazer sempre no final da tarde, ele acabou morto.

A cena chocante foi vista pelo filho da vítima, que entrou em desespero. Gustavo Macedo foi surpreendido por dois homens que chegaram atirando. Ele ainda tentou fugir, mas foi perseguido e após ser atingido por pelo menos cinco disparos, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O caso agora é investigado pela polícia. Até o momento ninguém foi preso. Nas redes sociais teorias sobre a morte da vítima se multiplicam.

Luiz Gustavo Macedo estava preso acusado de homicídio. Ele respondia a um processo em São Félix do Xingu, por ter assassinado o próprio sogro, Francisco Edvaldo Alves Teixeira. Após cometer o crime, em 2020, ele fugiu, mas foi preso preventivamente em Medicilândia.

A polícia civil abriu um inquérito para investigar o crime. Qualquer informação que possa ajudar a polícia nas investigações, pode ser repassada de forma anônima ao número 181.

Fonte: Confirma Notícias
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *