Atleta santareno conquista medalhas na Paralimpíadas Escolares 2021

Por Diene Moura

O adolescente Marcelo Bezerra da Silva, de 13 anos, conquistou três medalhas de bronze na competição de natação, na Paralimpíadas Escolares 2021, ocorrida entre os dias 22 e 27 de novembro, em São Paulo. O adolescente morador do bairro Santana participou pela primeira vez de uma competição nacional e teve como principal incentivador o diretor da Escola Romana Leal, Roque Tavares, além do Treinador Físico, Jorge Miranda.

Familiares informaram que o jovem tinha vergonha de ir a piscina, pois não tem um dos dedos das mãos.  O Diretor da Escola Romana Leal, Roque Tavares, pegava o adolescente todos os dias em casa e o levava pra ir treinar, insistiu, investiu e conseguiu esse grande êxito, e destaca que se sente “muito gratificado em oferecer oportunidades a quem tanto precisa”.

Marcelo se sente feliz pela vitória e de ter orgulhado a sua família, pois acreditaram na sua capacidade.  “Gostei de ter participado da competição e de principalmente ter orgulhado meus pais, professores e todos que me acolheram”, disse o adolescente.

O atleta iniciou sua carreira a pouco menos de 1 ano, mas sua dedicação já lhe rendeu bons frutos e a expectativa é que daqui para a frente possa alçar vôos mais longe até conseguir participar do maior evento esportivo envolvendo pessoas com deficiências, as Olimpíadas Paralímpicas. “Meu sonho é ser um nadador profissional para chegar nas olimpíadas e ser campeão”, finalizou o jovem atleta.

O evento esportivo é considerado um dos mais importante direcionados a crianças e jovens com deficiência. Conforme o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), as modalidades de Atletismo, Natação, Goaball, Tênis de Mesa, Bocha, Judô, Tênis em Cadeiras de Rodas, Futebol de Cinco, Futebol de PC, Voleibol Sentado, Basquete em Cadeira de Rodas X3, Parabadminton e Taekwondo, teve a participação de 902 atletas de 25 unidades estudantil espalhadas pelo Brasil.

Ao todo, os atletas paraenses conquistaram 62 medalhas, sendo 23 de ouro, 28 de prata e 11 de bronze. O Estado do Pará fez história na Paralimpíadas Escolares 2021 e ficou entre os primeiros colocados no quadro geral da competição.

Sobre as Paralimpíadas Escolares

O maior evento mundial para crianças com deficiência em idade escolar teve sua primeira edição no ano de 2009 e tem por finalidade estimular a participação dos estudantes com deficiência física, visual e intelectual em atividades esportivas de todas as escolas do território nacional, promovendo ampla mobilização em torno do esporte.

Alguns dos talentos do paradesporto brasileiro já passaram pelas Escolares, como os velocistas Alan Fonteles, ouro em Londres 2012, Verônica Hipólito, prata no Rio 2016, e Petrúcio Ferreira, recordista mundial nos 100m (classe T47); o nadador Talisson Glock, prata no Rio 2016; o jogador de goalball Leomon Moreno, prata no Jogos de Londres e bronze no Rio 2016; a mesa-tenista Bruna Alexandre, bronze no Rio 2016, entre outros.

RG15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *