Santarém – Taxista ‘confunde’ sinalização direita livre e colide com veículo em cruzamento

No início da tarde deste domingo (13), dois veículos colidiram no cruzamento da Avenida Mendonça Furtado com Barão do Rio Branco, bairro Santa Clara,  em Santarém.

Segundo informações do condutor do veículo HB20, Reinaldo Carvalho, o taxista que dirigia um Fiesta, ultrapassou o sinal vermelho assim que avistou um ônibus fazendo a conversão na ‘direita livre’.

“Eu estava subindo a Mendonça sentido Cuiabá e acredito que o taxista confundiu quando abriu o sinal ‘direita livre’. O ônibus dobrou para direita e ele seguiu logo atrás do ônibus, sendo que o semáforo estava vermelho para ele cruzar a Mendonça sentido Avenida Tapajós”, disse Reinaldo Carvalho.

O acidente resultou em apenas danos materiais. Os motoristas não sofreram lesões graves. Agentes da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT) estiveram no local realizando os procedimentos cabíveis ao caso.

 Por Diene Moura

O Impacto – Colaborou Bena Santana

6 comentários em “Santarém – Taxista ‘confunde’ sinalização direita livre e colide com veículo em cruzamento

  • 17 de fevereiro de 2022 em 14:42
    Permalink

    Possivelmente ele nem viu o semáforo. Se ele estava atrás do ônibus, não dá para ver o semáforo, então ele viu o ônibus dobrando e achou que poderia ir direto sem ver que estava fechado para ele.

    Resposta
  • 17 de fevereiro de 2022 em 08:41
    Permalink

    Furou o sinal vermelho é culpado e pronto, deve se responsabilizar pelos danos, pra aprender a respeitar o sinal.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2022 em 11:48
    Permalink

    O fato é que o taxista avançou o sinal vermelho, simples assim.
    Graças a Deus não houve vítima, e quanto a divulgação e sinalização foi feito sim, bem divulgado e sinalizado, a atenção faz parte da direção defensiva.

    Resposta
  • 14 de fevereiro de 2022 em 15:20
    Permalink

    O impacto tem que ser imparcial, tem que ouvir as duas versões dos condutores, Não publicar somente a versão do condutor do HB20, deve ouvir o condutor do fiesta (taxista) . Neste caso impacto público que em destaque que o taxista confundiu a sinalização é colide com veículo no cruzamento.
    Quem acusa é somente o promotor de justiça e quem julgar é o Juiz. Neste caso ( juiz de trânsito) . O condutor do Fiesta tem que dar a sua versão do acidente.
    Para a elucidação do sinistro, perícia em loco, as provas colhidas , testemunhas e câmeras no local.
    Isso tudo com base no princípio da ampla defesa, do contraditório, e ainda do devido processo legal previsto na Constituição Federal . Pois “ninguém pode ser condenado sem o devido processo legal”…
    Jornal Impacto não está dando a ampla defesa, do contraditorio, para o Taxista. Está condenado o mesmo.

    Resposta
    • 16 de fevereiro de 2022 em 21:16
      Permalink

      Furou o sinal e acabou não tem defesa por isso q o Brasil tá assim só pilantra

      Resposta
  • 13 de fevereiro de 2022 em 19:07
    Permalink

    A sinalização tem que ficar antes da avenida Mendonça Furtado, além disso, deve ser criada uma nova faixa de direita livre.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.