Por falta de medidas contra Covid em escolas, Justiça do Pará afasta secretário municipal de Educação

A Justiça determinou o afastamento por 30 dias do secretário de educação do município de Parauapebas, sudeste paraense, por descumprimento de medidas contra a Covid-19 em escolas da rede municipal de ensino.

A decisão do juíz Lauro Fontes Júnior, da Fazenda Pública de Execução Fiscal, atendeu um pedido do Ministério Público. A prefeitura informou em nota que recebeu a notificação judicial com surpresa, que analisa o processo e que os fatos serão esclarecidos.

Falta de álcool em gel e água

Após vistoria nas escolas foi constatado a precariedade de materiais obrigatórios para o retorno das aulas presenciais em meio à pandemia, como álcool em gel, pias, sabão e até mesmo água para as crianças lavarem as mãos.

Também não era possível higienizar os calçados e havia aglomerações nos portões durante a entrada dos alunos. A situação foi denunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Parauapebas.

A prefeitura alegou em nota que a “amostra das visitas realizadas pelo Ministério Público nas escolas não representa nem 5% das unidades escolares do município, tendo em vista que são mais de 70 escolas”.

Ainda segundo a prefeitura, apesar de aumento de casos de Covid na cidade, não há evidências de contaminação entre a comunidade escolar.

Em fevereiro as aulas da rede municipal tinham retornado em formato escalonado de revezamento de alunos. A previsão era que as atividades voltassem a ser 100% presenciais em março.

Com o afastamento do secretário, quem assume a direção da pasta é a secretaria adjunta de educação, Maria do Socorro Cardoso da Silva.

G1 Pará

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.