Bocão Ed. 1396

LOJAS AMERICANAS

A senhora Tácia mandou mensagem para a coluna reclamando das lojas Americanas, alertando a direção sobre a falta de experiência e lentidão no atendimento no caixa da empresa. Parece que nas Lojas Americanas da Barão do Rio Branco não tem gerente no domingo.

LOJAS AMERICANAS 2

Apenas um caixa fica à disposição e ainda fica conversando com os clientes, oferecendo garantia de produtos, deixando os que esperam na fila revoltados. Os caixas são muitos lentos. Deveria ter mais de um caixa para atender o público, diferente da loja do Shopping, que atende com eficiência.


JOAQUIM PEREIRA

Justa homenagem a Joaquim da Costa Pereira, empresário que conseguiu transformar seus empreendimentos em sucesso em todos os ramos que trabalhou, e suas empresas se tornaram referência no Estado.

JOAQUIM PEREIRA 2

Durante muito tempo foi líder da economia na região. Empresário simples, dedicado e com visão diferenciada, enfrentando os riscos do mercado, buscando satisfazer os desejos e necessidades da população. Trabalhando com talento, empenho e dedicação.

JOAQUIM PEREIRA 3

Foi um empresário que contribuiu de forma importante no processo de geração de empregos e riquezas para União, Estado e Município ao atuar como regulador de oferta e demanda, ao captar os desejos e aspirações da população e transmitindo ao sistema produtivo ao ampliar o mercado, incorporando ao consumo de várias atividades comerciais, criando novas formas de comercialização.

JOAQUIM PEREIRA 4

Joaquim da Costa Pereira demonstrou capacidade de ajustar e antecipar mudanças nos hábitos dos consumidores, transmitindo ao comércio novas demandas, constituindo um importante elemento de equilíbrio e estabilização na economia. Justa homenagem recebe sua família pelo governo quando identifica seu nome no novo Terminal Hidroviário.


NOVO GOLPE

Mais uma tentativa de golpe envolvendo o nome da Receita Federal vem sendo executada no país. Golpistas estão utilizando informações a respeito de restituição de impostos para lesar os cidadãos. A instituição alerta para os cuidados com as comunicações enviadas por e-mail.

NOVO GOLPE 2

As comunicações da Receita Federal não possuem links de acesso por e-mail ou mensagens. Todas as informações recebidas devem ser confirmadas diretamente no Portal e-CAC, com acesso seguro por meio da conta gov.br ou certificado digital.

NOVO GOLPE 3

Veja abaixo um exemplo de comunicação que golpistas estão utilizando. Com um assunto apelativo de “Saque Imediato”, eles usam termos técnicos como PER/DCOMP e ainda tentam dar veracidade ao conteúdo por meio de citações de leis e alíquotas, disponibilizando por fim um link malicioso “Baixar Chave de Acesso” para lesar os contribuintes.


CRIME DE TRÂNSITO

Polícia, Ministério Público e Justiça devem analisar melhor a situação de crime culposo em morte no trânsito. O motorista que dirige bêbado e quem dirige em alta velocidade sabe que pode acontecer acidente, então assume o risco de matar.

CRIME DE TRÂNSITO 2

Nesse sentido, a Polícia, Ministério Público e Justiça devem mudar a prisão para crime doloso e se for preso no local transformar em preventiva. Não deixar solto esse indivíduo que tirou uma vida. O crime de trânsito virou comum. A vida não tem valor para quem mata. Antes de sentenciar, deve analisar o histórico do matador. A vida é mais importante do que a bebida e a velocidade.


O FIM DO PROCESSO FÍSICO

Os tribunais brasileiros deverão aceitar apenas processos em formato eletrônico a partir de 1º de março. A restrição a processos físicos, prevista desde setembro de 2021, quando o Conselho Nacional de Justiça aprovou a Resolução CNJ 420/2021, deve acelerar a transformação digital na Justiça.

O FIM DO PROCESSO FÍSICO 2

No ano passado, apenas duas em cada 100 ações começaram a tramitar em papel, de acordo com o Painel Estatístico do Poder Judiciário. Esse procedimento vai dar mais celeridade ao andamento dos processos e cortar custos para os tribunais. O aprimoramento dos serviços prestados pela Justiça, no entanto, depende diretamente da adesão das cortes ao modelo eletrônico do processo.


40 ANOS SEM REGISTRO

Um acordo celebrado na 4ª vara do Trabalho de Belém determinou que uma idosa de 62 anos, que trabalhou por mais de 40 anos como empregada doméstica na casa de uma família na capital paraense, receba R$ 100 mil, a título de indenização.

40 ANOS SEM REGISTRO 2

A conciliação é fruto de uma ação civil pública de autoria do Ministério Público do Trabalho PA-AP e coautoria da Defensoria Pública da União (DPU). Em 2021, o MPT abriu inquérito para investigar denúncia sobre a existência de trabalhadora doméstica submetida a condições degradantes.

40 ANOS SEM REGISTRO 3

Em abril do ano passado, o MPT foi informado de que uma mulher que trabalhava como empregada doméstica há vários anos em uma casa, sem qualquer registro oficial, estava com sintomas de COVID-19 e não foi levada pelo empregador para realizar a vacinação ou encaminhada a locais de assistência de saúde, embora estivesse cuidando de uma pessoa que veio a falecer da doença.

40 ANOS SEM REGISTRO 4

Diante da gravidade dos fatos, o Ministério Público do Trabalho ajuizou ação cautelar visando obter autorização judicial para ingresso na residência. Além do MPT, a Superintendência Regional do Trabalho (SRTE/PA) e a Polícia Federal (PF) participaram da ação fiscal. A idosa foi inicialmente contratada em 1979 e desde então vinha realizando os afazeres domésticos todos os dias da semana, inclusive sábados e domingos, recebendo salário mínimo, mas sem nunca ter tirado um só dia de férias.

CONDIÇÕES DEGRADANTES

Mesmo sem ter sido caracterizada violência física ou trabalho forçado, os fiscais concluíram que estava configurado trabalho degradante, especialmente considerando a jornada exaustiva de trabalho à qual a trabalhadora estava submetida; a falta total de documentos, que a impediram de ter acesso a vários direitos trabalhistas e previdenciários, inclusive ao sistema único de saúde – SUS; além das condições precárias de alojamento, uma vez que os aposentos reservados à idosa, que ficava na laje da residência, apresentava acesso inadequado, com degraus irregulares e diminutos, sem local para banho e com muita umidade.

 

 

Por Baía

2 comentários em “Bocão Ed. 1396

  • 7 de março de 2022 em 15:21
    Permalink

    OLÁ QUANDO O PREFEITO NELIO VAI MANDAR TAPA OS BURACOS É POR ISSO QUE ACONTECER OS ACIDENTES, SINCERAMENTE SANTARÉM ESTÁ PÉSSIMO DE ANDAR DE CARRO VC TEM QUE ANDAR A PÉ POIS SANTARÉM CHAMA-SE BURACÃO………………………………………………………………………………………………….

    Resposta
  • 4 de março de 2022 em 23:12
    Permalink

    Crime de Trânsito 2 : A Polícia Civil, Ministério Público e Justiça trabalham com base em Lei Federal. Quem faz Lei Federal é Congresso Nacional. Dessa forma, devemos cobrar dos Deputados Federais e Senadores mudanças na Legislação Penal e Processual Penal do Brasil.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.