Avô vai parar na delegacia após amarrar e torturar neto de 12 anos em Marabá

No última domingo (6), um vídeo impactante começou a circular nas redes sociais, a qual exibia uma criança de 12 anos de idade que aparece amarrada pelas mãos em duas cordas e sendo espancada por um homem.  Conforme relatos de uma mulher no vídeo, o fato teria ocorrido  em uma residência da Folha 15, situada na Nova Marabá .

No vídeo, o menino aparece amarrado – cada mão em uma corda e ambas penduradas numa vigota (elemento estrutural presente principalmente em lajes) do teto da casa. A criança em pé não consegue se proteger, enquanto o avô lhe espanca utilizando uma corda dobrada e com 19 “lapadas” nas costas e pernas.

Na gravação é possível perceber que a criança parece estar com um dos pés ferido, envolto em uma atadura. No fim do vídeo, por volta dos 25 segundos (parece uma eternidade), o garoto clama: “Ai, vô, tá bom…”, como que suplicando para a surra parar.

A Promotoria da Infância e policiais que atuaram no caso confirmaram que o fato ocorreu no endereço citado. O Conselho Tutelar, Delegacia da Infância e Adolescência, além da PM estiveram na residência da família por volta de 11 horas para averiguar a denúncia.

O menor vítima de maus tratos, de 12 anos de idade, reside com os avós, juntamente com outros cinco menores de idade. Inclusive, foi uma adolescente quem teria realizado a filmagem. Segundo informações apuradas pela reportagem, todos os envolvidos acabaram sendo conduzidos para a delegacia  para prestarem esclarecimentos.

As autoridades constataram várias lesões pelo corpo da criança. Os policiais identificaram, inclusive, o pai do menino, que também foi levado para prestar depoimento na delegacia.

A Promotoria da Infância acompanha o caso e também deve ouvir os envolvidos. Ainda não foi informado se os avós perderão, ou não, a guarda do neto que fora vítima de maus tratos.

O Impacto com informações Correio de Carajás

Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.