PF prende homem que participou e filmou estupro coletivo de criança

A Polícia Federal deflagrou, na terça-feira (8/3), a terceira fase da Operação Desvelado, com foco no combate ao abuso sexual infantil e a divulgação de conteúdo pedófilo na internet. Um suspeito foi preso após os policiais identificarem um vídeo publicado na Deepweb, contendo cenas de pornografia envolvendo crianças. Nas imagens, o homem foi flagrado praticando estupro coletivo contra a vítima, moradora do interior de São Paulo.

Nas fases anteriores da investigação, os policiais conseguiram localizar um outro suspeito, responsável pela criação e administração dos maiores fóruns em português, dedicados à pornografia infantil na Deepweb. À época, o criminoso foi preso, processado e condenado com pena superior a 106 anos de prisão.

Desta vez, por meio do Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos, peritos da Polícia Federal utilizaram técnicas forenses e quebraram um forte sistema de encriptação na DeepWeb, identificando o novo suspeito. Até o momento, em virtude das investigações, foram presos três criminosos. Cinco vítimas foram localizadas, todas crianças.

O crime de produção de imagens de pornografia infantil prevê pena de 2 a 6 anos de reclusão. Já o estupro de vulneráveis prevê de 8 a 15 anos de prisão e sua publicação acarreta a pena de 3 a 6 anos.

Fonte: Metrópole

Foto: Ilustrativa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.