Bandidos matam empresário e cortam dedo para fazer saque com digital em Parauapebas

A Polícia Civil de Parauapebas já conseguiu identificar o corpo achado no fim da tarde desta terça-feira (2), na zona rural da “Capital do Minério”. Trata-se de Adilson Antônio Martins, que estava desaparecido desde do dia 31 de julho após ter sido visto pela última vez em seu automóvel.

Segundo informações, Adilson provavelmente tenha sido vítima de latrocínio, uma vez que segundo familiares, ele era proprietário de diversos empreendimentos e estaria com um valor alto em sua conta bancária.

Seu veículo não foi encontrado, tão bem como um cordão de ouro. Adilson teve um dos dedos indicador cortado, que segundo a família, teria sido retirado e levado pelos criminosos para realizarem transferências bancárias.

Relembre o caso

 O corpo de um homem, ainda não identificado, foi encontrado no fim da tarde desta terça-feira (2) na estrada de acesso ao balneário do “Camon”, na Palmares I, em Parauapebas, no sudeste do Pará. O corpo da vítima estava com os pés e mãos amarrados com fio elétrico e alguns dedos das mãos decepados.

O corpo já estava em estado de decomposição. A vítima, que não portava documentos de identificação, usava uma bermuda jeans e camiseta. A vítima apresentava perfurações de arma branca.

A Polícia Civil foi acionada e solicitou à Polícia Científica a remoção do corpo. O caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas, que já iniciou as diligências para tentar identificar a vítima, assim como autoria e motivação do crime.

Fonte: Debate Carajás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.