Santarém – Indiciado por estupro de vulnerável atraía as vítimas oferecendo linha de pipa

O  homem identificado como Marcelo Galúcio foi preso em flagrante, na quarta-feira (3), após a polícia receber denúncias de estupro de duas crianças, uma de 4 e outra de 6 anos, em Santarém.  O delegado titular da Delegacia Especializada no Atendimento a Criança e Adolescente (Deaca), Gilberto Aguiar, contou como o criminoso capturava suas vítimas para cometer os crimes.

“A Deaca recebeu no mês de julho duas ocorrências de estupro de vulnerável envolvendo duas crianças de aproximadamente entre os seus quatro, seis anos de idade. Essas crianças compareceram com seus responsáveis aqui; uma narrativa muito similar, o determinado indivíduo tinha o mesmo modus operandi, ou seja, a mesma forma de agir. Ele abordava em uma motocicleta essas crianças em via pública e as atraía oferecendo linha de papagaio.Dessa forma, levava elas para um local ermo e lá abusava das crianças”, afirmou.

Ainda conforme o delegado, o acusado escolhia seus alvos sempre da mesma faixa etária, entre 4 a 6 anos, e crianças do sexo masculino. Durante as investigações foi possível contar com uma testemunha que viu o acusado na companhia de uma terceira criança indo em direção a sua residência. Após consulta especializada foram confirmados os abusos.

A Polícia seguiu para o referido endereço situado no bairro Santarenzinho e Marcelo foi autuado em flagrante. O elemento é egresso do sistema prisional, já tem uma condenação pelo mesmo crime, mas respondia em prisão domiciliar. Durante este período, Marcelo trabalhava como mototáxi não legalizado.

O delegado Gilberto Aguiar orienta os pais para que tomem cuidado com seus filhos. “ A gente aproveita para fazer um alerta novamente aos pais e  responsáveis que tomem cuidado, não deixam seus filhos ficar desacompanhados em via pública, que procurem evitar dar afazeres aos seus filhos, fora da sua residência, mandar comprar determinadas coisas em comércios. Enfim, que não deixem essas crianças desacompanhadas, porque o risco é muito grande”, declarou.

O titular da Deaca informou ainda que ,se haver informações de outras vítimas, que procurem a delegacia para que sejam realizados os devidos encaminhamentos.

Marcelo Galúcio agora está à disposição do poder judiciário.

Por Diene Moura

O Impacto – colaborou Lorenna Morena

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.