Veja nomes do ministério de Dilma

A presidente eleita Dilma Rousseff e a equipe de transição confirmaram nesta quarta-feira (24) os três primeiros nomes de integrantes do ministério. Como havia anunciado, os primeiros anunciados responderão pela área econômica.

MINISTROS ANUNCIADOS
QUEM É MINISTÉRIO
Guido Mantega
(Foto: Agência Brasil)

GUIDO MANTEGA

Atual ministro da Fazenda

(Veja perfil)

Fazenda
Miriam Belchior
(Foto: Arquivo/ABr)

MIRIAM BELCHIOR

Atual coordenadora do Programa de Aceleração do Crescimento

(Veja perfil)

Planejamento, Orçamento e Gestão
Alexandre Tombini
(Foto: Agência Estado)
ALEXANDRE TOMBINI

Atual diretor de Normas do Banco Central

(

Veja perfil)

Banco Central

MINISTROS ANUNCIADOS EXTRA-OFICIALMENTE

QUEM É MINISTÉRIO
Paulo Bernardo
(Foto: Agência Brasil)

PAULO BERNARDO

Atual ministro do Planejamento

Confirmado como futuro integrante do ministério. Cargo ainda não foi divulgado.

Seria uma das opções para a Casa Civil, segundo “Folha de S.Paulo” e “O Globo”.

Fonte ligada ao gabinete de transição afirmou ao G1 que Bernardo deve assumir o Ministério das Comunicações ou o da Previdência Social.

Sérgio Cortes
(Foto: Agência O Globo)
SÉRGIO CÔRTES

Atual secretário de Saúde do Rio de Janeiro

(Veja perfil)

Ministério da Saúde

O anúncio de Côrtes no ministério foi feita pelo governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que se reuniu com Dilma na véspera do anúncio.

O deputado federal José Eduardo Cardozo (PT-SP), um dos integrantes da equipe de transição de governo, disse que a presidente eleita ainda não escolheu o ministro da Saúde e que “nenhuma pessoa está confirmada ou descartada”.

INTEGRANTES DA CÚPULA DA CAMPANHA COTADOS PARA INTEGRAR O GOVERNO

QUEM É MINISTÉRIO COTADO
Antonio Palocci (Foto: Agência Brasil)

ANTONIO PALOCCI

Ex-ministro da Fazenda, um dos coordenadores da campanha de Dilma

Cotado para a Casa Civil, Ministério das Relações Institucionais ou Secretaria-Geral da Presidência, segundo “Folha de S.Paulo”.

Cotado para o Ministério da Saúde ou para a Petrobras, segundo “O Globo”.

Pode assumir a Secretaria-Geral da Presidência, segundo “O Estado de S. Paulo”.

Fernando Pimentel
(Foto: Arquivo/AE)
FERNANDO PIMENTEL

Ex-prefeito de Belo Horizonte (PT). Foi um dos coordenadores da campanha de Dilma.

Cotado para o Ministério das Cidades, segundo “O Globo”.
GILES AZEVEDO

Ex-secretário-executivo adjunto da Casa Civil. Foi coordenador da agenda de Dilma na campanha.

Cotado por Dilma para Chefe de Gabinete, segundo “Folha de S.Paulo”.
José Eduardo Cardozo
(Foto: Agência Brasil)
JOSÉ EDUARDO CARDOZO

Deputado federal pelo PT-SP, foi um dos coordenadores da campanha de Dilma.

Cotado para o Ministério da Justiça, segundo “O Globo” e “O Estado de S. Paulo”.

COTADOS PARA PERMANECER NO GOVERNO

QUEM É MINISTÉRIO COTADO
Alessandro Teixeira
(Foto: Divulgação)

ALESSANDRO TEIXEIRA

Presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações

Cotado para chefe de gabinete, segundo a “Folha de S. Paulo”.

Cotado para um eventual Ministério das Micro e Pequenas Empresas, que pode vir a ser criado, segundo “Folha de S.Paulo” e “O Estado de S. Paulo”.

Alexandre Padilha
(Foto: Agência Brasil)

ALEXANDRE PADILHA

Ministro das Relações Institucionais

Pode permanecer no cargo de ministro das Relações Institucionais.
Antônio Patriota
(Foto: Agência Brasil)

ANTÔNIO PATRIOTA

Secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores

Cotado para o Ministério das Relações Exteriores, de acordo com a “Folha de S. Paulo”.
Celso Amorim
(Foto: Agência Brasil)

CELSO AMORIM

Atual ministro das Relações Exteriores

Cotado para o Ministério da Cultura, segundo “Folha de S.Paulo”.
Fernando Haddad
(Foto: Agência Brasil)

FERNANDO HADDAD

Atual ministro da Educação

Cotado para permanecer no Ministério da Educação, segundo “Folha de S.Paulo”.
Graça Foster
(Foto: Divulgação)

GRAÇA FOSTER

Diretora de Gás e Energia da Petrobras

Cotada para a Casa Civil, segundo “Folha de S.Paulo”, “Estado de S. Paulo” e “O Globo”.

Cotada para para a presidência da Petrobras, segundo “O Estado de S. Paulo”.

Izabella Teixeira, ministra do Meio Ambiente
(Foto: Agência Brasil)

IZABELLA TEIXEIRA

Ministra do Meio Ambiente

Em discurso, o presidente Lula deu a entender que ela pode permanecer no ministério.
José Sérgio Gabrielli
(Foto: Agência Brasil)

JOSÉ SÉRGIO GABRIELLI

Presidente da Petrobras

Cotado para o Ministério da Integração Nacional, segundo “Folha de S.Paulo”.
José Viegas
(Foto: TV Globo)

JOSÉ VIEGAS

Embaixador na Itália

Cotado para o Ministério das Relações Exteriores, segundo “Folha de S.Paulo” e “O Estado de S. Paulo”.
Luciano Coutinho
(Foto: Agência Brasil)

LUCIANO COUTINHO

Atual presidente do BNDES

Cotado para permanecer no cargo, segundo “O Estado de S. Paulo”.
Nelson Jobim
(Foto: Agência Brasil)

NELSON JOBIM

Ministro da Defesa

Cotado para permanecer no Ministério da Defesa, segundo “Folha de S.Paulo”.

Cotado para o Ministério das Relações Exteriores, segundo “Folha de S.Paulo” e “O Estado de S. Paulo”.

Wagner Rossi
(Foto: Agência Brasil)
WAGNER ROSSI

Ministro da Agricultura

Cotado para permanecer no Ministério da Agricultura, segundo “O Globo”.

INDICADOS POR ALIADOS

QUEM É MINISTÉRIO COTADO
Aloizio Mercadante (Foto: Agência Brasil)

ALOIZIO MERCADANTE

Senador (PT-SP). Disputou as eleições para o governo de São  Paulo, mas não foi eleito.

Pode ocupar o Ministério de Ciência e Tecnologia, segundo o “Jornal Nacional”.
Blairo Maggi
(Foto: Agência Brasil)

BLAIRO MAGGI

Senador eleito pelo PR-MT

Possível ministro da Agricultura, segundo o jornal “O Estado de S. Paulo”.
Ciro Gomes
(Foto: Agência Brasil)

CIRO GOMES

Deputado federal pelo PSB e ex-ministro da Integração Nacional

Indicado pelo irmão Cid Gomes (PSB-CE), governador eleito, para ocupar um ministério. segundo “Folha de S.Paulo”.

Cotado para assumir a presidência do BNDES, segundo “O Estado de S. Paulo”.

Edison Lobão (Foto: Agência Brasil)

EDISON LOBÃO

Ex-ministro de Minas e Energia, foi reeleito senador pelo PMDB pelo Maranhão.
Cotado para voltar ao Ministério das Minas e Energia, segundo a “Folha de S.Paulo” e “O Globo”.
Emir Sader (Foto: Agência Brasil)

EMIR SADER

Sociólogo

Cotado para o Ministério da Cultura, por indicação do PT de São Paulo, segundo “Folha de S.Paulo”.
Gabriel Chalita (Foto: TV Globo)

GABRIEL CHALITA

Deputado federal eleito pelo PSB em São Paulo

Cotado para o Ministério da Educação, segundo “O Estado de S. Paulo”.
Hélio de Oliveira Santos
(Foto: Divulgação)

DR. HÉLIO

Prefeito de Campinas pelo PDT (SP)

Cotado para assumir o Ministério da Saúde, segundo “O Estado de S. Paulo”.
Ideli Salvatti
(Foto: Agência Brasil)

IDELI SALVATTI

Senadora pelo PT de Santa Catarina

Cotada para o Ministério da Cultura, segundo “Folha de S.Paulo”.

Cotada para a Secretaria de Políticas para as Mulheres, segundo “O Globo” e “Folha de S.Paulo”.

Luiz Fernando Pezão (Foto: Agência Brasil)

LUIZ FERNANDO PEZÃO

Atual vice-governador do Rio de Janeiro

Indicado pelo governador Sérgio Cabral (PMDB) para o Ministério das Cidades, segundo “Folha de S.Paulo”.
Manuela D'Ávila
(Foto: Agência Brasil)

MANUELA D’ÁVILA

Deputada federal (PCdoB-RS)

Cotada para o Ministério dos Esportes, segundo “O Globo”.

Cotada para as secretarias das Mulheres, Igualdade Racial ou Juventude, segundo “Folha de S.Paulo”.

Maria do Rosário (Foto: Divulgação)

MARIA DO ROSÁRIO

Deputada federal (PT-RS)

Indicada pelo PT gaúcho para ocupar o Ministério do Desenvolvimento Social ou a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, segundo o jornal “Zero Hora”
Marilena Chauí (Foto: Divulgação)

MARILENA CHAUÍ

Filósofa

Indicada pelo PT paulista para o Ministério da Cultura, segundo “Folha de S.Paulo”.
Marta Suplicy (Foto: Agência Estado)

MARTA SUPLICY

Senadora eleita pelo PT em São Paulo

Teria interesse na vaga do Ministério da Educação e é cotada pelo PT para o Ministério das Cidades, segundo “O Estado de S. Paulo”
Newton Lima
(Foto: Divulgação)
NEWTON LIMA

Deputado federal eleito e ex-prefeito de São Carlos

Cotado para assumir o Ministério da Ciência e Tecnologia, segundo “O Estado de S. Paulo”

Confira abaixo os 34 ministérios e secretarias com status ministerial no governo Lula, segundo o site do governo brasileiro:

Ministérios
Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Cidades
Ciência e Tecnologia
Comunicações
Cultura
Defesa
Desenvolvimento Agrário
Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior
Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Educação
Esporte
Fazenda
Integração Nacional
Justiça
Meio Ambiente
Minas e Energia
Pesca e Aquicultura
Planejamento, Orçamento e Gestão
Previdência Social
Relações Exteriores
Saúde
Trabalho e Emprego
Transportes
Turismo

Secretarias
Casa Civil
Secretaria-Geral
Gabinete de Segurança Institucional
Secretaria de Comunicação Social
Secretaria de Assuntos Estratégicos
Secretaria de Relações Institucionais
Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres
Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Secretaria Especial dos Direitos Humanos
Secretaria Especial de Portos

Do G1, em São Paulo

Deixe seu comentário aqui: