Casal é trucidado a pauladas em Americano

Vizinhos ficaram chocados com a barbaridade do crime(Foto: Antônio Melo)

Um crime bárbaro chocou os moradores da Vila de Americano, em Santa Isabel do Pará, na manhã de ontem (8). O agricultor Benedito de Nazaré Luz Dias, de aproximadamente 50 anos, e Maria da Conceição Silva Carneiro, que ontem completaria 26 anos, tiveram a casa onde moravam invadida por desconhecidos e ambos foram mortos a pauladas enquanto dormiam em suas redes. Moradores apontam a falta de segurança no município ao aumento da violência cotidiana.

O crime foi descoberto somente pela manhã quando a prima de Maria da Conceição, Ana Ruth Silva Oliveira, pediu ao filho Tarcisio para chamá-la, pois deveria tomar sua medicação diária. “Ele veio correndo dizendo: ‘Mãe, mataram o Benedito’. Cheguei a pensar que pudesse ter sido ela que tivesse machucado ele, mas depois encontramos ela também morta na rede”, relatou Ana.

Ana Ruth contou que na noite de anteontem Maria pediu a ela para dormir na casa de Benedito, localizada na rua Virgílio Duarte e próximo cerca de 50 metros da casa de Ana. Maria da Conceição era portadora de distúrbios mentais e estava há cerca de um ano mantendo um relacionamento com Benedito.

“Nunca imaginei que isso pudesse acontecer. É muita maldade. Era eu quem cuidava dela. Ela já havia sido estuprada uma vez e a polícia não fez nada. Ela não merecia isso”, lamentava Ana Ruth aos prantos.

Maria tinha um filho de 3 anos de idade que é criado por Ana Ruth. Até hoje não se sabe quem é o pai da criança. Depois desse fato Maria foi morar com um irmão, mas a situação não deu certo e ela retornou para a casa de Ana Ruth. Nesse ínterim ela e Benedito passaram a se envolver e mantinham um relacionamento há quase um ano.

Diário do Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *