Polícia transfere 6 de Uruará para Altamira

O município de Uruará tem se tornado um dos mais violentos da região da Transamazônica. Localizado a 180 KM de Altamira, cidade polo do oeste paraense, Uruará tem vivido dias de pânico por causa da falta de segurança pública. Até manifestações populares pedindo segurança foram realizadas neste ano, mas segundo os moradores e as próprias autoridades, a situação parece não ter uma regressão.

Como resultado, muitas prisões, que refletem na superlotação do Centro de Recuperação Regional de Altamira. Como a cadeia de Uruará não abriga um número grande de detentos, boa parte dos criminosos é transferida para o Presídio Regional de Altamira. Na última segunda-feira, chegou mais um grupo.

Escoltados por policiais civis e agentes da Susipe, eles chegaram em Altamira por volta das 4 horas da tarde. Quatro deles são acusados de estupro, um, por tentativa de homicídio, e outro por tráfico de drogas.

São eles: Veríssimo Luis (34), Antonio Jose (26), Pedro Filho (33), Cleibson Lara (20), Joelson Chagas (38) e Jairo Teodoro (19). Este último, o mais novo do grupo, é acusado de estuprar uma menina de 5 anos de idade. Jairo negou o crime e disse que foi preso por engano.

Diário do Pará



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *