Deputada denunciada pelo MPF por compra de votos

Deputada Josefina Carmo foi denunciada e pode perder mandato. Rosalina Maranhão também foi denunciada

A deputada Josefina Carmo (PMDB), esposa do Prefeito de Monte Alegre, Jardel Vasconcelos, teve seu nome envolvido em suspeita de compra de votos, pelo Ministério Público Federal. Na lista dos pretensos corruptos, aparecem, também, os nomes de Jezreel Souza de Meireles, do vereador Valdomiro da Silva Pinto (Vavá) e d pastor evangélico João Tomé, que é o atual Secretário de Agricultura de Monte Alegre.
Assinadas pelo Procurador Regional Eleitoral, Daniel César Azeredo Avelino, e pelos procuradores eleitorais André Sampaio Viana e Alan Rogério Mansur Silva, as ações também denunciam integrantes dos grupos que promoveram as compras de votos ou utilização irregular da máquina pública. Se forem condenados, essas pessoas, incluindo a deputada Josefina Carmo, podem ter que pagar multas ou até perderem o mandato que ocupam.
Nas ações ajuizadas pelo MPF, da campanha eleitoral de Monte Alegre, envolve diretamente o nome da deputada Josefina Carmo, que corre risco de perder o mandato. O que pode denunciar uma ligação entre a máquina administrativa municipal, encabeçada pelo alcaide Jardel Vasconcelos, que até então posava como “intocável”.
JOSEFINA CARMO – A Deputada Estadual eleita pelo PMDB, aparece beneficiada por compra de votos, praticada por vereadores e pelo Secretário da Agricultura de Monte Alegre. Se condenada, pode ter a cassação do registro ou do diploma de Deputada, além de multa. João Tomé Filho; Rosalina Pereira Maranhão, Valdomiro da Silva Pinto e Jezreel Souza de Meireles, são acusados de tentativa de compra de voto para a candidata Josefina Carmo.
Raio-X mostra suspeita de corrupção – A deputada estadual Josefina Carmo (PMDB) foi reeleita com 28.544 votos, dos quais 12.553 vieram do município de Monte Alegre. No entanto, a Deputada está sendo acusada de ter sido beneficiada por compra de votos e está na lista do Ministério Público Federal. Pode levar junto seu marido, o prefeito Jardel Vasconcelos, que teria contribuído com benefícios dos cofres públicos para eleição de sua esposa.
Por: Carlos Cruz

Um comentário em “Deputada denunciada pelo MPF por compra de votos

  • 16 de fevereiro de 2013 em 20:40
    Permalink

    cala a boca bandos de filhas da puta ,vcs sao cego e malucos , jardel pode ter roupado mas ta pra nascer prefeito melhor do o jardel,,agora esse tal do sergio monteiro pode roupa monte alegre ate no meio do ano porque eu tenho fe em deus jerdel vai volta mas ja sendo prefeito de novo ai nos vamos cala a boca do reporte nelio magalhaes ,jardel meu amigo eu voltei em te em nao tou arrependido msm ,,obrigado por vc existi em monte alegre

    Resposta
  • 28 de outubro de 2012 em 20:39
    Permalink

    Na verdade é caso para uma força tarefa da Policia Federal, TCM, TCE TCU, O rombo é Milionario neste governo.
    cadeia nesta familia.

    Resposta
  • 3 de janeiro de 2011 em 14:41
    Permalink

    2011 não poderia ser melhor depois de toda aquela chuvada na virada pra lavar toda corrupção e perseguição politica pinta cuia. MPF deve ir a fundo nessa investigação não da mais pra suportar tanta irregularidade.”BRASIL MOSTRA TUA CARA QUERO VER QUEM PAGA PRA GENTE FICAR ASSIM…(cazuza)”

    Resposta
  • 1 de janeiro de 2011 em 01:06
    Permalink

    A justiça tarda, mais não falha!Chegou a hora do acerto de contas.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 17:14
    Permalink

    vamos dar um basta à esta familia de corruptos, prepotantes, despotas, sem compromisso…….fora bando de sange sugas.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 10:42
    Permalink

    Ano novo, vício velhos, alguns políticos de Monte Alegre não tomam jeito. A população da cidade deve ficar atenta no desenrolar dos acontecimentos desses fatos na cidade.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 08:49
    Permalink

    Será a “família Garotinho” do Pará? O povo não aprende que voto não tem preço, tem conseqüência.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 08:38
    Permalink

    Ivaldo vc tem razão. Essa familia é truculenta. O prefeito jardel um animal. prepotente e ignorante. Monte Alegre está entregue a sujeira uma cidade abandonada. O povo não sabe escolher. O TCM deve urgentemente fiscalizar as secretarias para verificar sem tem rombo.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 08:33
    Permalink

    O Ministério Público tem que investigar a fundo mesmo, porque ta virando palhaçada. Monte Alegre não desenvolve e chegou a hora de dar um basta na corrupção descarada naquela cidade!

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 08:19
    Permalink

    Ivaldo você tem razão, o povo de monte alegre não sabe escolher. Esse prefeito Jardel na campanha vira moça depois, vira maguila. Ignorante e truculento. O TCM deveria fazer uma visita na prefeitura para apurar os resultados de varias secretarias.

    Resposta
  • 31 de dezembro de 2010 em 08:16
    Permalink

    Essa familia entrou na politica para proporcionar besteiras. Monte Alegre está entregue ao lixo o prefeito é prepotente e ignorante sua esposa está indo no mesmo caminho.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *