Dançarinos da Banda Amazonas presos acusados de estupro

A dupla ameaçou matar a mãe e a filha da vítima, caso ela contasse a alguém o crime

Um ato frio e covarde. Jeferson Pereira Reis, 35 anos, e Gleidson Cesar Woller da Silva, 19 anos, dançarinos da banda Amazonas, foram presos por estupro cometido em agosto de 2010 contra uma estudante de 22 anos. A dupla ameaçou matar a mãe e a filha da vítima, caso ela contasse a alguém o crime, mas, mesmo assim, a vítima denunciou o fato à Delegacia da Mulher, que investigou o caso e chegou a prisão dos dançarinos.

Após investigação policial, que incluiu quebra de sigilo telefônico e consulta a perfis dos acusados na internet, a Justiça expediu mandado de prisão e a Delegacia da Mulher efetuou na semana passada e no dia 03, as prisões dos acusados. A primeira prisão foi a Jéferson, mantida em sigilo para que a captura de Gleidson não fosse comprometida. Ambos foram presos no bairro do Castanheira.

DEPOIMENTO DA VÍTIMA – A vítima contou que falava com Gleidson há mais de um ano pelo telefone e que eles tinham se conhecido uma vez, ocasionalmente. “De tanto ele insistir, resolvi aceitar sair com ele. Marcamos em uma praça no Marex. Lá, ele disse que tinha deixado o carro para calibrar e pegamos um táxi até uma pizzaria”, relata a estudante. Por volta das 19h30, Jefferson disse para a vítima aguardar um pouco a chegada de um amigo dele (Jefferson).

“Ele falava que não precisava trabalhar. Era muito educado e se vestia bem, não poderia imaginar”, desabafa a jovem. “Jefferson não demorou e chegou em um carro. Gleidson me conduzil até o carro, usando eu entrei, o Jefferson encostou a arma em mim”, conta. A vítima lembra que Gleidson ria muito: “pensei que fosse um assalto, perguntei se ele se sentia bem fazendo aquilo e ele ria de uma maneira que dava medo”, explica.

Os dois levaram a vítima para uma casa e lá, cometeram o crime. “Não tinha como reagir, um deles apontava a arma pra mim e eles disseram que matariam a minha filha e a minha mãe”. A vítima explica ainda que Jefferson chegou a se aproximar dela, na tentativa de se aproveitar também, mas Gleison fez sinal com a mão, para que ele não o fizesse. “Umas 23h30 eles me colocaram no carro e me jogaram na BR, roubaram meu celular e o dinheiro que tinha. Caí na calçada, próximo à Ortobom e lá fiquei, estava fraca. Uma senhora evangélica que me socorreu”, conta a vítima emocionada.

DELEGACIA – Na delegacia, ao prestar depoimento para a Delegada Alessandra Jorge, responsável pelo caso, Gleidson disse ser Gay. A delegada explicou que eles tiveram a prisão preventiva decretada por estupro e roubo.

BANDA AMAZONAS – A banda gravou seu primeiro DVD em Abaetetuba, com sucessos como “O Traficante”, “Meu Grande Amor”, “Não Vá Embora”, “Dance Comigo” e “Príncipe Negro”. A equipe do DOL tentou entrar em contato com o empresário da banda, mas até o momento não conseguiu mais esclarecimentos sobre o caso.

(DOL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *