Juruti inicia 2011 com novo plano de combate à exploração sexual

Oficina de Integração - ARQUIVO ALCOA

Em Juruti, o ano começou com o fortalecimento do combate à exploração sexual de crianças e adolescentes do município. Cerca de 40 profissionais de secretarias municipais iniciaram 2011 com o objetivo de desenvolver uma nova campanha de sensibilização em prol dos direitos da população mais jovem. A idéia foi proposta ainda em dezembro do ano passado, durante oficina realizada pela Childhood Brasil e pela Rádio Margarida, com apoio do Instituto Alcoa.

O objetivo foi reunir sugestões para a campanha. Houve exibição de filme e debate sobre o cotidiano dos jovens do município. “Junto aos colaboradores da Rádio Margarida, trabalhamos com o público infanto-juvenil, que é um dos eixos do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Doméstica e Sexual Contra Crianças e Adolescentes de Juruti. Já os funcionários das secretarias fizeram parte da oficina, que serviu para a população sugerir atividades interessantes a serem realizadas durante a campanha em Juruti”, diz Jaqueline Magalhães, consultora da Childhood Brasil.

Os profissionais que participaram da oficina são das secretarias de Saúde, Assistência Social, Educação e Comunicação. Já os adolescentes, são alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Emanuel Salgado Vieira e da Escola Nossa Senhora da Saúde. A atividade integra o projeto Tecendo a Rede, que trabalha com a prevenção e articulação da causa no município, mobilizando os jovens e suas famílias em uma rede de atendimento especializado.

Campanha – A campanha ainda está em fase de articulação. De acordo com Jaqueline Magalhães, a iniciativa pretende capacitar profissionais e jovens de Juruti para serem multiplicadores da causa. “A finalidade continua sendo a prevenção contra a violência sexual de crianças e adolescentes”, conclui.

Segundo José Arnaud, educador da Rádio Margarida, parceira das atividades, inicialmente pretende-se transmitir mensagens educativas para os jovens se interessarem a se envolver na campanha. “Estamos contribuindo com ações educativas contra a violência sexual a crianças e adolescentes. Viemos a Juruti trocar idéias com as pessoas envolvidas na campanha para ver se juntos elaboramos as ações a serem executadas no município”, declara.

O calendário de atividades da campanha ainda está sendo construído. A previsão é que em 2011, a luta contra exploração de jovens seja reforçada com as capacitações que serão oferecidas pela campanha.

Enfrentamento à Violência em Juruti – Desde 2007, uma rede foi articulada no município, unindo sociedade civil organizada, empresas e o setor público para combater a exploração dos jovens na região. Desde então, a Childhood Brasil, instituições locais, poder público e a Alcoa articularam o Projeto Tecendo a Rede, executado para mobilizar a proteção de crianças e adolescentes e possibilitar oportunidades aos jovens e famílias em situação de risco. Em Maio de 2010, o Projeto ganhou força com a assinatura do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Doméstica e Sexual Contra Crianças e Adolescentes de Juruti, uma ferramenta importante para fortalecer a causa.

A Alcoa é parceira da idéia desde o início. Não somente em Juruti, a Empresa participa de ações que combatem a exploração dos jovens. Neste ano, a Alcoa utilizou a experiência no município e se aliou a mais 20 empresas no Brasil para participar de uma Campanha promovida pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos e contribuir com o combate da violência sexual contra crianças e adolescentes no país.

Beneficiamento - CHRISTIAN KNEPPER
Testes do Navio - ARQUIVO ALCOA
Ferrovia Juruti_Mina de bauxita

Por: Raphaella Marques/Temple Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *