Operação integrada reprime a criminalidade na região oeste do Pará

A Polícia Civil deu início à  operação “Rede Integrada” na região oeste do Pará, com atuação nos  municípios de Santarém, Itaituba, Alenquer, Prainha, Óbidos, Oriximiná, Aveiro, Placas, Rurópolis, Belterra, Trairão e Terra Santa. O trabalho é feito de forma integrada com a Polícia Militar, Conselho Tutelar, Detran, Poder Judiciário, Ministério Público e secretarias municipais de Transportes e Meio-Ambiente.

Nos primeiros dias da operação, com início no último dia 14, foram efetuados 28 procedimentos policiais, cumprimento de dois mandados judiciais de prisão e apreensão de cinco armas de fogo tipo revólver e de 15 projéteis. Ao todo, 271 pessoas em atitudes suspeitas foram revistadas. Os agentes procederam ainda à apreensão de dez veículos, dentre os 250 abordados, além da apreensão de drogas. No total, 172 estabelecimentos foram fiscalizados.

A operação conta com 108 policiais civis, 86 policiais militares, 36 conselheiros e 27 servidores dos demais órgãos parceiros. A ação não tem prazo de conclusão. Eles atuam no combate e prevenção dos crimes de tráfico de drogas, porte e uso ilegal de armas de fogo, garantia dos direitos de crianças e adequação de ambientes privados às normas de funcionamento. A ação policial atende às determinações da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Delegacia-Geral da Polícia Civil, por meio da Diretoria de Polícia do Interior (DPI), cujo titular é o delegado Sílvio Maués, para intensificação de ações com objetivo de redução dos índices de criminalidade nos municípios do Estado.

PARA VER OUTRAS IMAGENS CLIQUE AQUI

A meta é realizar ações diferenciadas em cada região e município, com foco principal ao combate ao tráfico de drogas e diminuição dos chamados fatores de risco que podem influenciar a incidência de outros crimes. Durante a operação, os agentes realizam incursões diurnas em estradas, rios e áreas balneárias. Para tanto, a Polícia Civil de Santarém disponibilizou a embarcação André Luiz. Os agentes também efetuam ações de fiscalização noturnas em bares e outros estabelecimentos ligados à diversão pública, bem como ações de busca e captura de foragidos, cumprimento de mandados de prisão e barreiras policiais urbanas. Todas ações são integradas com uso de efetivo e recursos policiais operacionais e de inteligência.

Para o delegado Gilberto Aguiar, superintendente da Polícia Civil na região do Baixo e Médio Amazonas, as operações foram intensificadas e diversificadas para reprimir as modalidades criminosas que ocorrem na região. Segundo ele, os resultados estatísticos verificados durante e após a operação revelaram uma redução dos índices de crimes. Ao agradecer os agentes envolvidos na ação, o delegado enfatizou que a operação terá continuidade com a parceria das instituições cujo dever legal é atuar de forma incisiva contra o crime. O superintendente enfatizou a contribuição de cada servidor das instituições em atuação em cada município da região. “Os resultados são o somatório do empenho, dedicação e profissionalismo da equipe, cuja atuação é integrada e simultânea no rigor ao combate às atividades criminosas”, ressalta.

Policia Civil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *