Lira Maia: “Obras do pac são uma vergonha em Santarém”

Lira Maia: "Não estou interessado em cargos, temos que reivindicar obras"

O deputado federal Joaquim de Lira Maia (DEM), em entrevista exclusiva `nossa reportagem, fala da base firme que construiu no governo Jatene, segundo ele, “fruto de uma conciliação entre Lira Maia, Alexandre Von e Helenilson Pontes, pois o governador Jatene recomendou que nós conversássemos e dentro do critério de conciliação, definíssimos o máximo possível de pessoas de santarém e região”. Na entrevista exclusiva, Maia fala do PAC em Santarém, na sua opinião, “uma vergonha”. Leia a entrevista exclusiva:

Jornal O Impacto: Como o senhor avalia o governo municipal, o secretário Everaldo Martins afirmou que Santarém vai ser transformada em um canteiro de obras.

Lira Maia: Sou suspeito em avaliar esse governo. A população de Santarém é que deve avaliar. Aliás, que os mapas de votação da última eleição são o retrato, mostram o nível de satisfação que a população está com o governo municipal. Vou torcer para que surja o canteiro de obras, porque Santarém merece, agora que seja concluido, tecnicamente referendado.

Jornal O Impacto: E as obras do PAC?

Lira Maia: Na minha opinião, a obra do PAC do bairro do Uruará é uma vergonha Nacional! As famílias continuam sofrendo, quase trinta milhões de reais passaram pelo caixa em Santarém e ninguém vê resultado prático desse trabalho. Eu não quero me colocar na condição de crítico desse governo; vou torcer e contribuir no que for possível para que essas obras realmente venham a acontecer.

Jornal O Impacto: Seu partido, DEMocratas, faz parte da base do governo Simão Jatene. Como o senhor avalia a atuação do Governador até agora?

Lira Maia: Avalio como positiva. Graças a Deus, o nosso partido, DEM, está muito bem. Nós ganhamos eleição juntos, o governador Simão Jatene está montando sua equipe de acordo com as conversações que temos feito, a nível de partido.

Jornal O Impacto: Como o senhor analisa as críticas de que Santarém ficou esquecida no governo Jatene?

Lira Maia: Eu  te pergunto o seguinte: o que significou para Santarém duas principais secretarias do governo anterior e qual foi o resultado que deu o chefe da Casa Civil, da titular da Secretaria da Pesca e o vice-governador terem sido de Santarém? Então, na minha opinião, como aliado político que sou, não estou apenas interessado em cargos, nós temos que reinvindicar obras e serviços em benefício da região. Então, esse é meu papel. Agora, lógico que a direção dos órgãos está sendo combinada conosco, tanto é que está aqui um equívoco (mostrando a página do Diário Oficial do Estado) que foi desmanchado. A presidente da Funcap nomeou uma pessoa (Ana Júlia Simões Hamad) sem combinar conosco. Logo após, saiu a nota no Diário Oficial exonerando esta pessoa e nomeando outra, que nós sugerimos (Rosângela Maria Couto Sales).

Jornal O Impacto: Esta é a prova concreta do prestígio que o DEM possui no governo Jatene?

Lira Maia: Veja bem: eu não faço política para querer demonstrar prestígio, eu acredito que a política é o exercício que se faz no sentido de tentar ajudar ao máximo possível o nosso trabalho em Santarém e na região. Faço isso desde que eu entrei na política e continuo com essa conduta. A questão de cargos em órgãos, indicações, essas coisas todas, é uma consequência. Lógico que temos que colocar nos cargos certos as pessoas certas. O que nós não podemos é usar o critério de prestigiar apenas aqueles que balançaram a bandeirinha do partido. Acredito que o “companheirismo” é muito importante, eu não abro mão disso, tanto é que as pessoas que estão conosco, em nosso grupo íntimo, todas elas recebem nossa maior atenção, mas não devemos esquecer de conciliar a posição política com a capacidade técnica-administrativa. O exmplo está aí, o desastre que aconteceu no governo anterior; a governadora Ana Júlia com certeza perdeu eleição por conta da ineficiência, da incompetência, pela falta de cuidado em colocar pessoas certas e habilitadas nos lugares que deveriam ocupar.

Jornal O Impacto: O senhor, particularmente, não tem interesse em ocupar cargos no governo Simão Jatene?

Lira Maia: A imprensa, em momento algum vai noticiar que eu, Lira Maia, estou interessado em disputar esse ou outro cargo com fulano de tal! O que eu acho é que o Governador está corretamente montando um governo de conciliação. A idéia do Governador é fazer um trabalho importante, embora a gente sinta que ele está com mãos e braços atados porque o estado do Pará ficou rigorosamente destruído; todas as instituições passando por extremíssima dificuldade; com o Estado devendo inclusive muita dívida que não está empenhada, não está reconhecida. Realmente um desafio muito grande. O governador Jatene tem o estilo que eu tenho. Não adianta sair falando da vida dos outros, o que temos que fazer é tentar buscar soluções.

Jornal O Impacto: Você acredita no governo de Simão Jatene? Ele será bom para a região Oeste do Pará?

Lira Maia: Eu tenho muita esperança nesse governo e vou contribuir ao máximo. Lógico que vamos sugerir as pessoas que a gente puder pra dirigir de forma conciliável, combinada conosco. Não tenho nenhuma pretensão em ser mandão e também não quero nenhum centavo de nenhum órgão. Pelo contrário, quero que funcionem bem. Muita coisa tem que ser moralizada nesse Estado.

 Por: Carlos Cruz

Um comentário em “Lira Maia: “Obras do pac são uma vergonha em Santarém”

  • 30 de Janeiro de 2011 em 11:52
    Permalink

    Caramba! falam muito dos políticos de Santarem, vcs tem uma praia lindissima, o que nos vimos quando estive aí foi a ausencia desse políticos no que toca a infra instrutura. Não sou do Pará, conhecí a região por causa de Alter do Chão. Faço essa pergunta a Lira Maia e a todos os politico da região, o que vcs tem para apresentar para melhorar essa praia tão bonita?

    Resposta
  • 29 de Janeiro de 2011 em 15:22
    Permalink

    Alguem de coragem pra falar sobre o PAC. Quando o senhor fala deputado que não quer nenhum centavo de nenhum´orgão, fico pensando que além de votarmos por confiarmos nos nobres politicos tem alguns que recebem centavos pra poder trabalhar melhor? ou eu entendie errado? Eu gostaria de saber como falar com o senhor e mostrar que Santarém independente de politica partidaria precisa urgentemente melhorar a saúde e outros setores, o nosso estado é uma vergonha.

    Resposta
  • 28 de Janeiro de 2011 em 15:59
    Permalink

    Eu acredito muito no que Lira Maia fala,pois pra mim foi o melhor prefeito que Santarém já teve,desde a época que vim morar aqui.Não tenho partido politico,simplesmente voto em que é capacitado para administrar nossa cidade.Se o atual governo estivesse fazendo alguma coisa,concerteza elogiaria,mais infelizmente não posso fazer.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *