Taxa de desemprego fecha 2010 em baixa recorde

A taxa de desemprego no Brasil em 2010 atingiu a baixa recorde de 6,7%, a menor da série histórica do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), segundo dados divulgados nesta quinta-feira (27). Já a taxa referente a dezembro também foi recorde para medições mensais, ficando em 5,3%.

A PME (Pesquisa Mensal de Emprego), do IBGE, começou em março de 2002.

No ano passado, os desocupados somaram, em média, 1,6 milhão de pessoas – número 15% menor que em 2009 e 39% menor que em 2003.

O total de trabalhadores com carteira assinada no setor privado em dezembro ficou em 10,5 milhões – resultado estável em relação a novembro, mas 8,1% maior que o de dezembro de 2009. Esses resultados levaram, na média de 2010, a um recorde na proporção de trabalhadores com carteira (10,2 milhões de pessoas) em relação ao total de ocupados: 46,3% (contra 44,7% em 2009 e 39,7% em 2003).

O contingente de desocupados em dezembro (1,3 milhão de pessoas) teve quedas tanto em relação a novembro (de 8%) quanto a dezembro de 2009 (de 21,4%).

Já a população ocupada no mesmo mês (22,5 milhões de pessoas) não variou na comparação mensal e cresceu 2,9% no confronto com dezembro de 2009. Na média de 2010, os ocupados somaram 22 milhões de pessoas – contingente 3,5% maior que o de 2009 e 18,9% superior a 2003.

O rendimento médio real habitual dos trabalhadores em dezembro de 2010 (R$ 1.515,10) ficou 0,7% abaixo do de novembro, mas cresceu 5,9% em relação a dezembro de 2009. Em 2010, o rendimento médio foi o maior desde 2003, R$ 1.490,61 – um ganho de 3,8% em relação a 2009 e de 19% em relação a 2003.
Do R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *