Marinor Brito será líder do PSOL no Senado

Marinor Brito vai brigar por um novo presidente ao Senado

A senadora Marinor Brito foi escolhida pelos seus colegas de partido como nova líder do Psol no Senado Federal. Um dos seus maiores desafios será dar voz e defender os ideais de uma legenda que conta com apenas dois representantes na Casa. Ela afirma que, por sua história de esquerda e luta, é natural que o Psol trabalhe como oposição à presidente Dilma Rousseff (PT). “O programa defendido pela Dilma não contempla essa visão política que nós temos, em que o povo tem que estar em primeiro lugar”, justifica.

A primeira tarefa como bancada de oposição será defender a candidatura de um nome para a eleição à presidência do Senado que não seja o de José Saney (PMDB/AP). “Nós temos a perspectiva de juntar alguns senadores de outros partidos no sentido de formar uma chapa. Não vamos apoiar nem na Câmara e nem no Senado candidatura originária desse bloco governista”, afirma. Uma das estratégias é lançar o nome do senador amapaense Randolfe Rodrigues, também do Psol, para entrar na disputa.

Marinor Brito afirma ainda que não dará trégua à presidente Dilma Roussef quando o assunto for a construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. Ela diz ser contra a liberação da licença parcial que permite à empresa Norte Energia S.A. (Nesa) iniciar a construção do canteiro de obras da hidrelétrica, concedida pelo Instituto Nacional do Meio Ambiente (Ibama). Por isso, Marinor pretende unir forças com outros políticos, órgãos e entidades que tenham a mesma opinião. “Estamos do lado do Ministério Público porque não aceitamos que os acordos firmados no contrato sejam descumpridos. Nós queremos que, ao explorar os recursos naturais, o governo tenha respeito com o povo e crie alternativas ao que eles perderam”, declarou.

Eleita com 728 mil votos, a senadora do Psol se disse honrada de poder representar a liderança do partido em seu primeiro ano de atuação no Senado. “Todo o nosso processo de participação na última eleição foi embasado na Lei da Ficha Limpa. O Pará vai ter uma senadora ficha limpa”, enfatizou.

(No Amazônia Jornal)

Um comentário em “Marinor Brito será líder do PSOL no Senado

  • 8 de fevereiro de 2011 em 12:25
    Permalink

    certamente ela recebeu votos de quem sabe o que e um politico sincero.infeslimente enquanto enxistir eleitor igual a vc os curruptos ainda terão chance

    Resposta
  • 31 de janeiro de 2011 em 15:57
    Permalink

    NO PARÁ CERTAS COISAS QUE ACONTECE NOS MEIOS POLITICOS E NA NOSSA JUSTIÇA É DE DAR GARGALHADAS, MARINOR BRITO COM VOTAÇÃO MENOR DO QUE OS VOTOS NULOS/BRANCOS É ELEITA SENADORA E DIZ QUE REPRESENTA O POVO DO PARÁ É AINDA QUER APRESENTAR CANDIDATO AO SENADOR E DE RIR.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *