Secretário de Saúde de Itaituba denunciado ao CRM

Dr. Manoel Cordovil Diniz no momento em que fazia o parto da cadela

Várias denúncias de irregularidades cometidas no parto de uma cadela dentro do Hospital Municipal de Itaituba pelo secretário de saúde, Manoel Cordovil Diniz, motivaram o Ministério Público Estadual (MPE) a enviar cópias das reportagens exibidas em canais de televisão daquele Município, para o Conselho Regional de Medicina (CRM-PA), para posteriormente remeter a acusação para o Conselho Federal de Medicina.

A cirurgia feita na cadela dentro do Hospital Público, no espaço usado para tratamento de humanos gerou críticas em Itaituba. Minutos após dar entrada no Hospital de Itaituba, tanto a cadela quanto os filhotes não resistiram aos procedimentos médicos, do Dr. Diniz e morreram.

Questionado por uma equipe de reportagem de um canal de televisão, o prefeito Valmir Clímaco disse que iria fazer o possível para salvar o canino e, que se fosse preciso iria acionar outros médicos. Na ocasião, dezenas de pessoas estavam no Hospital à procura de atendimento médico.

Testemunhas contam que o fato iniciou quando uma senhora desesperada com o animal em fase de parto procurou o Hospital para tratar sua cadela. O prefeito Valmir Clímaco, por solidariedade, teria dado apoio ao médico Manoel Diz a efetuar o Parto Cesariano na cadela.

De acordo com o MPE, existem outras denúncias de que o médico Manoel Diniz só aparece na Secretaria de Saúde por volta das 16h, diariamente e, deixando o órgão sob comando de uma psicóloga, a qual, segundo populares, persegue funcionários, além de cometer vários ilícitos no serviço público, já tendo empregado a maioria de seus familiares residentes em Itaituba, juntamente com os que vão de Santarém, recompensando-os com altos salários, o que provoca o inchamento na folha.

As denúncias do MPE apontam, ainda, que o médico Manoel Cordovil Diniz recebe o salário da Secretaria de Saúde de Itaituba, no valor de R$ 5.341,00 mil e, que ainda atende no centro de saúde do Km 05 e Centro de Saúde de Miritituba, ambos do Programa Saúde da Família, cada um no valor de R$ 7 mil. O Médico é acusado, também, de receber por cada plantão R$ 13 mil e no C.T.A o repasse de R$ 2 mil. No total, segundo o MPE, Dr. Diniz recebe mensalmente o salário de R$ 34.341,00 mil.

OUTRA DENÚNCIA – Em relação ao prefeito, Valmir Climaco, o Ministério Público Estadual (MPE), recomendou ao gestor a exoneração do ex-Prefeito de Jacareacanga, Eduardo Azevedo, de qualquer função de confiança, cargo político ou cargo em comissão, na Prefeitura de Itaituba, no prazo de 10 dias úteis, sob pena de Ação Civil Pública para anulação de ato de nomeação, e sua responsabilização por ato de improbidade administrativa.

Eduardo Azevedo, atualmente exerce a função de Chefe de Gabinete na Prefeitura de Itaituba. Ele teve suas contas de 2004 rejeitadas pela Câmara Municipal, atendendo recomendação do TCM.

De acordo com o MPE, quando Eduardo Azevedo atuou na Prefeitura de Jacareacanga, deixou de prestar contas ao exercício financeiro de 2004, e por esta razão a Resolução nº 9.181 do TCM, recomendou a não aprovação de suas contas, tendo sido condenado a recolher aos cofres públicos, a importância de R$ 9.156.970,01 milhões.

Por: Manoel Cardoso

Um comentário em “Secretário de Saúde de Itaituba denunciado ao CRM

  • 5 de fevereiro de 2011 em 11:22
    Permalink

    É inadmíssivel o que ocorre em minha terra natal. Ainda bem que o MPE entrou em ação para dá uma basta nessa epidemia que vem contaminado os administradores e seus aliados. Uma perguntinha: Será que o MPE vai investigar as denuncias de fruadse na Secretaria de Meio Ambiente também?

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 15:21
    Permalink

    Brincadeira rapaz, esse prefeito e esse medico fala serio…

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 15:20
    Permalink

    Ainda vigora em Itaituba a lei do mais forte – a diferença, hoje em dia, é que eles estão economizando mais as balas.

    Resposta
  • 4 de fevereiro de 2011 em 10:25
    Permalink

    meu caro leandro, esse canino é do povo da casa do referido médico.
    agora o povo eleitor e pagante de impostos , taxas e etc. esse aí é tratado a base de chá.
    chá de banco, chá de espera,chá de cadeira, chá de mau trato, chá de descaso….e outros chás de gosto bem amargo.

    Resposta
  • 3 de fevereiro de 2011 em 18:41
    Permalink

    é muita sacanagem desse Médico, o povo precisando de atendimento e ele fazendo isso…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *