Escândalo: Construtora recebe pagamento e não inicia obras

Ginásio Poliesportivo de Santarém
Ginásio Poliesportivo de Santarém

Duas obras de grande envergadura anunciadas e assinada a Ordem de Serviço pelo Governo do Pará e que estão paralisadas e atrasadas deixou a população de Santarém desconfiada. Fontes informaram que o titular da Secretaria de Estado de Obras Públicas do Estado do Pará (Seop), Joaquim Passarinho teria sido o “padrinho” do vencimento das licitações pela empresa MD Construtora Ltda, de propriedade do empresário Mauro Sousa, que faz parte do consórcio União Paraense.

Após assinar a Ordem de Serviço para a conclusão do Estádio Colosso do Tapajós há cerca de dois meses o então Governador em exercício Helenilson Pontes (PPS) estipulou o prazo de 18 meses para a conclusão da obra. Porém, quem passa em frente ao Colosso do Tapajós constata a presença de alguns operários sem fazer praticamente nada.

Outra obra anunciada foi a construção do Ginásio Poliesportivo de Santarém, com capacidade para 05 mil espectadores, localizado na área do antigo Campo do América, no bairro do Caranazal. Passados dois meses do anúncio, o que se vê no local, são apenas um amontoado de madeira apodrecida e a demarcação da obra.

Segundo publicações no Portal da Transparência, a MD Construtora, “apadrinhada” de Joaquim Passarinho, já recebeu mais de R$ 500 mil de adiantamento pelos serviços prestados no Ginásio Poliesportivo. Porém, iniciou a obra, mas não levou os serviços adiante.

Tiro no pé: Para especialistas em política, o titular da Seop, Joaquim Passarinho, deve está desconfiado por ter dado “um tiro no pé” no que diz respeito às grandes obras que deveriam ser realizadas em Santarém. A Seop teria “dado” as duas maiores obras da cidade para a empresa MD Construtora Ltda.

Uma fonte informou que Joaquim Passarinho “moveu céu e terra” para fazer com que a MD Construtora, de propriedade de Mauro Souza, fosse a vencedora da construção da Obra do Ginásio de Poliesportivo de Santarém. A manobra de Passarinho fez com que a empresa vencedora no preço, a “Plano A Engenharia”, entrasse na Justiça para que fosse paralisado o certame, o que de imediato conseguiu, mas por alguma razão retirou a ação em dezembro do ano passado, deixando o caminho livre para a MD Construtora e para o Secretário.

A diferença entre as duas propostas era mais de R$ 500.000,00. Passado mais de 02 meses de liberação da obra e sem com que a MD Construtora tivesse colocado um prego ou uma barra de sabão na obra, a SEOP pagou, segundo o Portal da Transparência, a quantia de R$- 200.000,00 no dia 07/03/2013 e depois novamente no dia 27/03/2013 pagou mais R$ 300.451,20, à empresa MD Construtora.

Ora, segundo uma fonte, somente no dia 11/04/2013 foi cravada a estaca de fundação do Ginásio, como foram divulgadas fotos em uma rede social, inclusive onde aparece o prefeito Alexandre Von e outras autoridades. “O que se pagou com esses R$ 500.451,20? Projetos? Mentira”, questionam populares. Nossa reportagem teve acesso a Planilha de Serviços, no próprio site da SEOP e lá não mostra em lugar algum pagamento de projetos.

Barbalhão: Novamente o secretário Joaquim Passarinho “moveu céu e mares” para dar a obra da Reforma e Conclusão do Estádio Barbalhão para a MD Construtora. Tirou na marra a empresa Multi Sul, do certame, fazendo com que o Consórcio União Paraense fosse o ganhador; consórcio este formado pela MD Construtora Ltda e Construtora Karajás.

A Multi Sul ameaçou entrar na Justiça pelos seus direitos, mas até agora nada, sabe-se lá o que o Secretário teria dito para que eles se calassem. Passados quase 02 meses da assinatura da Ordem de Serviço da Conclusão do Barbalhão: nada de novo. Porém, não se pagou nada.

No que depender da MD Construtora, a reforma e conclusão do Barbalhão e o Ginásio de Esportes só sai daqui a uns 03 anos, bem a tempo da população ver alguma seleção que venha para as Olimpíadas do Rio de Janeiro querer como sede, pois o vice-governador Helenilson Pontes, para sede da Copa do Mundo pode esquecer.

Para a população, a ex-governadora Ana Júlia perdeu a Copa, mas o Jatene perdeu o Centro de Treinamento de Santarém. A MD Construtora se arrasta há quase 03 anos na obra da futura sede do Ministério Público, localizada na Avenida Mendonça Furtado, em frente ao Barrudada Tropical Hotel, obra que iniciou no final de 2010, com previsão de conclusão de 24 meses, porém, já vamos para 36 meses e está longe do fim. Em contato com a Assessoria de comunicação do MPE, fomos informados que a obra deve ficar pronta somente no início de 2014, meses antes da Copa do Mundo de Futebol.

“Vocês devem estar se perguntando porque o tiro no pé? Vou dizer: Porque dizem as más línguas que em sua última visita a Santarém, o então Governador em exercício Helenilson Pontes, quando visitou a Construção do Ginásio, deu o maior puxão de orelha no Secretário de Obras Joaquim Passarinho, ameaçando inclusive de rescindir o contrato. Ora, o que o Helenilson não sabia era que como vai rescindir se já pagou mais de R$- 500.000,00 para a empresa? E o Secretário prontamente passou o puxão de orelha para o dono da MD Construtora, Mauro Souza. Ou seja, o Secretário depositou ou sacou todas suas fichas na MD e até agora nada”, argumenta um especialista político.

Conselho aos amigos: (1) Alexandre Von, sai fora desse circo e deixa de mão, senão tu vai pro buraco junto com a empresa e o Secretário; (2) Helenilson Pontes, se informe melhor sobre o andamento das Obras antes de querer pagar de bom samaritano aqui em Santarém; (3) MD Construtora e Karajás, vamos colocar o barco pra andar, afinal, estão recebendo adiantado e essas coisas tem que estar prontas pelo menos para as Olimpíadas, apesar de Santarém ser muito longe do Rio de Janeiro, mas enfim….; (4) População, compre passagem para Manaus, para ver uma Seleção de perto, porque para Santarém mesmo é que não vem ninguém, pois nós não vamos ter estádio e nem ginásio. Com a palavra o excelentíssimo governador do Estado, Simão Robison Oliveira Jatene(PSDB).

Fonte: RG 15/O Impacto

Um comentário em “Escândalo: Construtora recebe pagamento e não inicia obras

  • 30 de abril de 2013 em 15:33
    Permalink

    Problemas com a Construtora?

    A AMSPA Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências vêm lutando contra todas as práticas indevidas e conseguindo grandes vitórias para os seus associados! Venha participar e conheça os seus direitos!

    João Mendes 011-3292-9230 –

    Acesse http://WWW.amspa.com.br

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *