Informe RC

PAVIMENTAÇÃO SUSPENSA

Em Ação Cível, patrocinada pelo Ministério Público Estadual, a Justiça de Rurópolis acatou o pedido de suspensão das obras de pavimentação asfáltica na cidade por existir fortes indícios de desproporcionalidade entre o valor gasto e o real estimado, ou seja, suspeita de superfaturamento da obra feita em 2014. O Ministério Público pediu ao Juiz uma perícia no trabalho executado e o magistrado, Flávio Oliveira, pediu ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura, quando do resultado, o prefeito Pablo Genuíno, candidato à reeleição, deve comprovar se é correto ou não, no que ninguém acredita, já que é denunciado desde o primeiro mês de sua administração (janeiro de 2013) como corrupto. O prefeito tem, como auxiliares diretos, pessoas de sua família, como pai, mãe, esposa e outros parentes, em desrespeito a Súmula Vinculante nº 13 do Supremo que proíbe emprego à parentada sem concurso público. Só o TCM não viu ou fez que não viu.

AINDA ESTÁ DISTANTE

Eleições limpas, no Brasil, sem corrupção, como desejam entidades ligadas à sociedade civil, como a CNBB, OAB e outras, ainda estão distantes de acontecer enquanto existir fraudes no Bolsa Família e no Seguro Defeso, iniciados nos governos petistas (Lula e Dilma Rousseff). O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário do governo Temer, Osmar Terra,          numa primeira checagem, descobriu a existência de 10 mil fantasmas no Bolsa Família e 45 mil no Seguro Defeso, em Brasília. Na primeira, ainda vá lá que existam fantasmas, já que era monitorada por um ex- governador petista, mas 45 mil falsos pescadores do Seguro Defeso, na capital da República, onde não existem rios, apenas o Lago Paranoá, constitui um absurdo sem procedência, assim como a existência de mais de um milhão de pessoas recebendo auxílio doença da Previdência. Por essas e outras piores, em apuração, o país caminhou para o fundo do poço. Ainda têm muitos políticos, adeptos de todo o tipo de boquinhas, afirmando da ex-presidente Dilma (afastada do governo) ter sido vítima de um golpe. Golpe sofreu o povo brasileiro, vítima de tanta roubalheira.

ESTÃO DORMINDO

Enquanto os conselheiros políticos do prefeito Alexandre Von (PSDB), postulante à reeleição, se esmeram na escolha de um vice, descompromissado de sair candidato em 2018, o DEM, do médico Nélio Aguiar e do ex-prefeito Lira Maia, seu patrono político, surpreenderam com a escolha do vice e, em dobradinha, os democratas lançaram o ex-vereador José Maria Tapajós, que, em coligação com o PR, selada em Brasília, irão concorrer à Prefeitura nas eleições de outubro. Estranho, para muitos, a coragem do Zé Maria, dono de muitos empregos e negócios na administração municipal e umbilicalmente ligado a todos os prefeitos nesses últimos 20 anos para não perder a rendosa comercialização com a Prefeitura. Enquanto Alexandre e seu conselho de sábios políticos dormem em berço esplendido, como se sua reeleição fosse favas contadas, o deputado federal, Francisco Aguiar (PTN), o popular Chapadinha, também empregador de muitos eleitores na Prefeitura, pode trilhar o mesmo caminho do Zé Maria. Aguardar pra ver.

SÃO UNHA E CARNE

Alenquer, terra dos contrastes e do já teve, na política, tudo pode acontecer, inclusive o retorno, pela 5ª vez à prefeitura, do hoje ex-prefeito Flávio Marreiro, considerado pela maioria da população como o pior e mais desonesto desde sua elevação à categoria de cidade, coisa de mais de 120 anos. A determinação do juiz, no segundo trimestre do ano, para que a Prefeitura pague seus funcionários até o 5º dia útil do mês seguinte, ainda não ocorreu. A conversa que rola é do Marreiro, embora afastado do cargo, seja unha e carne do vice, Carlos Cambraia, ambos experts em conferir e fazer mágica com dinheiro. Enquanto isso acontece, os servidores municipais sofrem com salários atrasados, ganhos defasados e ameaçam grevar.

VIROU BANALIDADE

Recente, a titular da Secretaria Municipal de Transportes (SMT), num desabafo, culpou a Celpa pelo caos no trânsito em Santarém. Verdade. A população não mais suporta as paradas bruscas e oscilações da energia elétrica diariamente, o que ocasiona a queima de aparelhos e coloca vidas em risco no trânsito e hospitais da cidade, já que os prejuízos não são ressarcidos, e o usuário da luz não perde tempo em registrar as ocorrências, já que as consequências são de conhecimento da Celpa, cujas explicações furadas o tempo leva por não ter credibilidade. Quando se atrasa o pagamento do boleto mensal, a energia é cortada, o que não deixa de ser uma violência, já que a empresa deve várias vezes mais aos usuários. Até quando? Um dia, o povo perde a paciência e reage, como ocorre no sul do Pará.

PEGARAM O ROSELITO

Mais um ex-prefeito é laçado pela Justiça, retirando do caminho qualquer pretensão que venha a ter de se lançar candidato às eleições municipais de outubro. Nesta primeira quinzena do mês, a Justiça Federal acatou denuncia do Ministério Público Federal contra o ex de Itaituba, Roselito Soares (PMDB), criador da Bolsa Maroquita. O ex- gestor, agora réu, vai responder em juízo a crime, por não ter aplicado, com correção, o dinheiro repassado pelo Ministério da Saúde e cujo processo há indícios comprovados de superfaturamento, o que implica em improbidade administrativa cometida quando prefeito, o que pode implicar em inelegibilidade (8 anos) e ressarcimento ao erário público do dinheiro subtraído.

PODE ACONTECER

A prefeita de Belterra, Dilma Serrão (PT), sucessora e protegida do ex-prefeito Geraldo Pastana, para encobrir maus feitos do companheiro com a Justiça, aprendeu a conviver com fantasmas e falsos assaltos ao prédio da Prefeitura, como ocorreu logo no início de sua administração, que aproveitou para fazer um falso registro policial. Vamos ao que interessa: ninguém se surpreenda da gestora, que se mantem no cargo graças a liminares caras concedidas por ministros plantonistas do TSE em Brasília, desqualificando decisões do TRE/PA, caso seja candidata à reeleição, saia vencedora. Com a oposição a sua administração dividida, não há meios de impedir sua reeleição, embora corra o risco de ser definitivamente cassada antes de ser empossada no segundo mandato. Aí assume o segundo colocado.

CIDADÃO DO MUNDO

Enquanto o ex Lula é homenageado, sob protestos dos estudantes e professores, com o título de doutor Honoris Causa, pela minúscula Universidade Social do município de Crato, na região do Cariri, no estado do Ceará (adiado) e, antes, de repúblicas africanas, dirigidas por ditadores corruptos, sem nada ter realizado no passado e no presente para justificar a oferenda, a não ser a péssima situação econômica (inflação e desemprego), pela qual passa o país em consequência dos 13 anos e 4 meses de desgoverno do PT (Lula e Dilma), o brilhante juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, vai, a convite, a Washington (Estados Unidos) e rola o verbo no auditório Wilson Center a uma seleta plateia, numa discussão de temas globais de interesse mundial, onde inquerido fez um resumo da operação que comanda com apoio total de setores da Justiça, dizendo da corrupção, no Brasil,  ser sistêmica e que tem um impacto na confiança das leis e na democracia. Homens como Fernando Henrique, como o escritor Paulo Coelho e Sérgio Moro, engrandecem o país.

ATÉ QUE ENFIM

Com atraso de mais de 2 anos, a Prefeitura de Santarém, atendendo determinação do Ministério Público do Estado, começou o processo licitatório para concessão do transporte coletivo urbano (ônibus) na cidade, em obediência à lei federal, que obriga municípios com mais de 150 mil habitantes a proceder, o que não existia desde a promulgação da lei há mais de 30 anos. Os pisos licitados serão divididos em vários lotes, perfazendo um total de 6 linhas e as empresas vencedoras terão 20 anos a partir da Ordem de Serviço dada pela Secretaria Municipal de Transporte (SMT) e 180 dias para colocar a frota nova para rodar. Até que enfim os ônibus sucateados, que ainda rodam, vão ter uma aposentadoria honrosa e a novela vai ter um final feliz. Os usuários da cidade e os que se deslocam para as regiões das colônias vão viajar sossegados com segurança e não serão incomodados.

MAZELAS: CONFIRA SEU VOTO

O comércio da compra de terras, vendendo terreno nos trechos da rodovia Fernando Guilhon, às proximidades do Shopping Tapajós e das casas do Residencial Salvação, se inicia na rodovia no bairro do Maracanã e se aproxima do Rio Tapajós. Breve, os favelados vão exigir água, luz e transporte. —— MAU CHEIRO —— Garças que fazem pousadas noturnas nas mangueiras começam a dar dor de cabeça aos moradores do centro da cidade pelo mau odor dos dejetos. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente deveria ver uma maneira de solucionar o grave problema —— NÃO SÃO OUVIDOS —— Os moradores da rua N. Srª do Rosário, no bairro do Santarenzinho, há bastante tempo, vêm reclamando da existência de buracos gigantes que impedem a passagem de veículos —— CUIDADO —— O militante petista Milton Peloso recomenda: “Os vereadores devem fiscalizar os processos de licitação”. Será que ele suspeita haver direcionamento como antes? —— DENÚNCIA —— Do presidente da Associação dos Moradores do Laguinho, Jurandir Azevedo: “Bairros de Santarém são abandonados pelo poder público”. Novidade. —— QUEIXUMES —— Do médico, ex- deputado, Nélio Aguiar (DEM), candidato a prefeito: “O prefeito Von é centralizador e dificulta a execução de projetos”. —— TOALHA ALHEIA —— Do advogado Osmando Figueiredo, criticando o prefeito, postulante à reeleição: “O Alexandre Von só inaugura obras de governos passados”. —— OS DE CASA, NADA —— Do cantor e compositor mocorongo Martinho Maravilha: “A Secretaria de Cultura não valoriza artista local. São explorados”. —— ABANDONADO —— Do líder comunitário, Aldomiro Sousa, conhecido como “Neguinho”: “A Prefeitura abandonou o bairro da Matinha. Falta tudo”. Só lá? —— CULPADO —— Da titular da Secretaria Municipal de Transporte: “A Celpa é culpada pelo caos no trânsito em Santarém”. Essas ocorrências, que demonstram descaso do governo municipal, em outubro, vão votar nos candidatos da oposição.

ATOS E FATOS

A POLÍCIA QUE MATA – Relatório divulgado por uma ONG internacional mostra que a PM carioca é a que mais mata no Brasil e no mundo. Nos últimos 10 anos, 8 mil pessoas foram eliminadas. – METEM AS MÃOS – Auditoria do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, divulgou que o custo de uma linha do metrô, que vai ser usado nas Olimpíadas, aumentou 21 vezes desde o projeto original. – MENTIRA – Do presepeiro Lula da Silva: “Eu fui o melhor presidente da história do Brasil. E que é uma missão impossível tentar repetir esse desempenho. Eu teria de competir comigo mesmo”. Quem tem boca diz o que quer, inclusive mentiras. – DINHEIRO ROUBADO – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) encontrou comprovantes de que a ex-presidente Dilma Rousseff, em sua campanha de reeleição, usou dinheiro roubado da Petrobrás. Três gráficas de fachada receberam 52 milhões de reais do PT sem prestarem serviço. – PORTEIRA FECHADA – O ministro da Justiça defende o fim da progressão de pena para criminosos violentos condenados por corrupção, ou seja, metem a mão no dinheiro público, como os políticos acusados de receberem dinheiro da Petrobrás. – SÓ FALTOU DAR OS NOMES – Do ministro do Supremo, Gilmar Mendes: “O Brasil tem um catálogo de abuso de autoridade, que vai do guarda da esquina até, muitas vezes, ao presidente da República”. – ROUBO – A CPI petista do Fundo de Pensões, aberta no governo Dilma, encerrou recentemente. Aprovou 353 pedidos de indiciamento, com 15 casos suspeitos de surrupiarem 6,6 bilhões de reais. Pedem ao Ministério Público Federal o indiciamento do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, condenado e preso da Lava Jato, residindo há mais de ano num presídio de Curitiba. – TAXA ALTA – Um relatório internacional afirma que, no Brasil, ocorre uma média de 29 assassinatos por dia e, ainda aponta um número assustador de meninos mortos no trânsito. Numa lista de 88 países, o Brasil é o nono pior. Ruim, né? – ORDEM PAPAL – O papa Francisco, mês passado, recomendou à Igreja Católica pedir perdão aos gays pelo tratamento dado no passado. Exemplificando: “Em Cuba, quando não eram fuzilados, eram mandados para canaviais para fazerem serviços de trator”. – MULHERES – Atualmente, 13 mulheres são mortas por dia no Brasil. Parte cometida por pessoas da família, com um agravante: a quase totalidade não é punida.

Deixe seu comentário aqui: