Reginaldo Campos viajou com dinheiro público

Reginaldo Campos, presaidente da Câmara Municipal de Santarém
Reginaldo Campos, presidente da Câmara Municipal de Santarém

O vereador Reginaldo Campos, presidente da Câmara Municipal de Santarém, provou que realmente é um político transparente em suas ações públicas. Em declaração ao jornal O Impacto, no começo desta semana, o parlamentar municipal assumiu que viajou ao Rio de Janeiro, em visita à sede da CBF, com recursos públicos. “Eu vejo como normal o que aconteceu em termo de críticas; nós que estamos na vida pública, devemos estar preparados para todo e qualquer embate”, falou Reginaldo.

“Fui à CBF levando em mãos oficio assinado pela Prefeitura e pela Câmara, para dirimir esta questão, porque tinha sido anteriormente acordado que a Prefeitura iria oficializar os clubes, como assim foi feito, e os Clubes iriam oficializar a CBF, para que a mesma pudesse encontrar uma solução para           eu os dois eventos ocorressem, sem prejuízo de nenhuma parte. Parece que os Clubes não comunicaram a CBF. Foi quando nós tomamos a iniciativa de viajar até a CBF, levando em mãos este ofício, para que a instituição pudesse encontrar uma solução”, falou.

Sobre a viagem, se foi ou não paga pela Câmara, Reginaldo foi enfático: “Certamente que sim, e iria novamente, porque é de interesse público e a Câmara existe para solucionar estes problemas”, afirmou o vereador. Quanto aos boatos que Reginaldo Campos teria pressionado o prefeito Alexandre Von, de não apoiá-lo caso não fosse realizado o Congresso da Paz no Estádio, o vereador diz que: “Jamais houve esta ação ou ato, nem de minha parte, muito menos por parte da Igreja da Paz”, declarou.

TORCEDORES E DIRIGENTES CRITICAM VEREADOR: Quanto às criticas que recebeu, de que a data do Congresso da Paz alteraria de alguma forma  calendário do esporte no Município, o vereador Reginaldo Campos declarou: “Trata-se de duas torcidas gloriosas do nosso esporte, São Francisco e São Raimundo, que foram classificadas este ano, no Campeonato Brasileiro, com toda razão estavam lutando também para que seus clubes não fosse prejudicados, pela importância que tem os dois valorosos times, assim como tem o Tapajós, do qual eu sou torcedor” falou o Vereador.

O presidente da Câmara Municipal de Santarém falou, também, sobre a polêmica que houve em relação a utilização do Estádio Colosso do Tapajós pela Igreja da Paz. “Ficou bem claro que a Igreja da Paz ou qualquer outra, tem o direito de usar o espaço público, e claro, tomar todas as precauções necessárias para que não haja prejuízo algum ao gramado, e foi isso que aconteceu”, disse o vereador. Reginaldo Campos detalhou as providências tomadas: ”A Igreja da Paz providenciou meia tonelada de adubo, fertilizante, uréia, enfim, todo tipo de material para ajudar na revitalização do gramado, que não foi afetado. Esse esclarecimento foi dado pela própria empresa que cuida do gramado do estádio”, disse Reginaldo Campos.

ESTÁDIO NÃO É DA IGREJA DA PAZ: Reginaldo Campos ressalvou o fato do Estádio Colosso do Tapajós sediar o 21° Congresso da Paz. “Não se trata apenas porque sou membro da Igreja da Paz ou de outra, qualquer igreja ou entidade nesta situação, terá apoio do vereador Reginaldo. Na condição de presidente, me posiciono para fazer zelar o direito de qualquer entidade. O Congresso foi um grande sucesso, serviu como fortalecimento e divisas para nosso Município; muitas pessoas vieram de fora não só participar do Congresso da Paz, também vieram para comprar, gastar em Santarém e ficar em hotéis”, citou. O edil santareno destacou: “Hoje com nossa economia em dificuldades, não se pode deixar de realizar eventos dessa natureza, que promovem o turismo religioso, uma modalidade que Santarém precisa desenvolver como macro Município que é; não pode estar diminuindo suas instituições, nós como autoridade devemos incentivar o turismo religioso, o turismo de eventos, enfim, o turismo em todas suas vertentes. O Cristoval, Congresso da Paz, aniversário da Assembléia de Deus, outros eventos, são de interesse público, terão sempre apoio do Poder Legislativo”, enfatizou o Vereador. “Que fique claro para toda nossa sociedade que seja o Congresso da Paz, Cristoval ou qualquer outro evento dessa magnitude, tem todo o direito em utilizar qualquer espaço público do nosso Município, até por que junto com a Marcha para Jesus, constam no calendário oficial de Santarém, por Lei Municipal, e na qualidade de Vereador e presidente desta Casa, eu tive a preocupação em fazer honrar o que foi aprovado pelo Legislativo no passado”, finalizou Reginaldo Campos.

Por: Carlos Cruz

Fonte: RG 15/O Impacto

2 comentários em “Reginaldo Campos viajou com dinheiro público

  • 5 de agosto de 2016 em 14:52
    Permalink

    A prefeitura de santarém construiu pra eles a Praça da Biblia e deu a secretaria municipal de transito pro reginaldo campos que botou lá o seu discipulado e as mortes no trânsito acontecendo por falta de , organização, fiscalização e sinalização
    Agora vamo vê se Dr José Olivar vai formalizar denúncia no Ministério Público com essa confissão do Reginaldo.

    Resposta
  • 5 de agosto de 2016 em 09:18
    Permalink

    É MUITO CARA DE PAU O PASTOR DA IGREJA DA PAZ REGINALDO CAMPOS E VEREADOR DIZER QUE VIAJOU COM RECURSOS PÚBLICOS, DINHEIRO DO CIDADÃO SANTARENO PRA TRATAR DE ASSUNTOS DE INTERESSES ELEITOREIROS PRO CONGRESSO DA PAZ. PORQUE NÃO FOI A BRASÍLIA PRA RESOLVER PROBLEMA DA FALTA DE MEDICAMENTOS E MÉDICOS NO HOSPITAL MUNICIPAL E POSTOS DE SAÚDE, FALTA DE SANEAMENTO. PORQUE NÃO FOI A BELÉM RESOLVER PROBLEMA DE FALTA DE AGUA COM GOVERNADOR? ISSO SIM É DA COLETIVIDADE E NÃO SEUS ELEITORES DA IGREJA DA PAZ. E PREFEITO ALEXANDRE VON AINDA FEZ A PREFEITURA DOAR R$ 50.000,00 PRO CONGRESSO DA PAZ E MAIS R$ 50.000,00 PRO ANIVERSÁRIO DA ASSEMBLÉIA DE DEUS

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *