Contra fraude – 30 mil farão perícia do INSS no Pará

Beneficiários do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) que recebem auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez terão de realizar perícia a partir da próxima segunda-feira (16). A convocação valerá para o segurado que recebe o benefício há mais de 2 anos e não foi submetido à avaliação durante este período. O comunicado será feito por meio de carta encaminhada à residência de cada beneficiário.

Em todo o Brasil, aproximadamente 2 milhões de beneficiários serão convocados. No Pará, cerca de 30 mil segurados farão a avaliação, conforme explicou o secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltrame. A ação faz parte da operação “pente-fino” dos benefícios e foi autorizada por meio da Medida Provisória 767, publicada no último dia 6 em edição extra do Diário Oficial da União.

“O nosso objetivo é melhorar a gestão da concessão de benefícios, além de dar transparência. Aquelas pessoas que estiverem saudáveis e aptas ao trabalho terão os benefícios cancelados”, frisa Beltrame.

Beltrame disse, ainda, que a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) deve concluir amanhã (12) um novo levantamento, que deve gerar uma relação nominal com dados dos segurados cujos benefícios serão revisados. E aqueles que já estão com perícia marcada devem comparecer normalmente no dia agendado.

PRAZO

A operação tem o prazo de, no máximo, 2 anos para ser concluída. Com a execução da medida, o INSS espera obter uma economia em torno de 6 bilhões por ano. Segundo Beltrame, o recurso servirá para melhorar o atendimento nas agências do INSS e prestar um serviço de qualidade às pessoas que realmente necessitam do benefício.

Fonte: Pryscila Soares/Diário do Pará

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *