Pescadora é brutalmente morta em Belterra

De acordo com informações a pescadora Esmeralda Bentes, 61 anos, estava desaparecida de sua residência na comunidade de Pinhí, rio Tapajós, desde quinta-feira(15), segundo relato de familiares, um homem de pré – nome Fernando e um menor de idade, moradores da comunidade e vizinhos da vítima, estão envolvidos. A pescadora teve uma malhadeira roubada pela dupla e resolveu denunciar o caso à polícia. Em represália, acabou morta. A pescadora foi esquartejada e o corpo foi encontrado neste sábado no Rio Tapajos. O maior está foragido e o menor apreendido na Delegacia de Belterra. O corpo da pescadora, nesse momento, esta no IML em Santarém os os familiares aguardam a liberação.

RG 15 / O Impacto com informações de Nelma Bentes

Um comentário em “Pescadora é brutalmente morta em Belterra

  • 18 de junho de 2017 em 10:31
    Permalink

    Como é fácil matar, esquartejar, estuprar, etc, alguém no Brasil,pois a certeza da impunidade ou de penas ridículas incentivam a bandidagem. Alô políticos legisladores, nem isso vcs conseguem fazer direito ? Pena de morte já !

    Resposta

Deixe seu comentário aqui: