ACES e SIRSAN saem em defesa de empresário e repudiam ação da SEFA

Roberto Branco assina Nota de Repúdio da Aces em favor de Manoel Ivair Chaves, contra a Sefa.

Em Notas encaminhadas à nossa redação, a Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) e o Sindicato Rural de Santarém (Sirsan) mostram seu descontentamento com a atuação da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) em Santarém, no que tange ao atendimento e afronta ao empresário Manoel Ivair Chaves, que foi multado pela Sefa em um valor absurdo: R$ 10 milhões.

A ACES, através de seu presidente Roberto Branco, repudia as tentativas da Sefa de intimidar e corromper investidores, que por decidirem manter a retidão, integridade e legalidade de seus negócios, estão sendo absurdamente punidos pelo órgão do Estado. Leia, abaixo, a Nota de Repúdio da Aces e a Declaração do Sirsan, na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO DA ACES

Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES), entidade de utilidade pública e comprometida com o interesse coletivo do Município, vem a público manifestar o seu descontentamento com a atuação da Secretaria de Estado da Fazenda SEFA-PA, no que tange o atendimento e afronta ao investidor local, senhor Manoel Ivair Chaves, que recentemente foi multado pela referida Secretaria no valor de R$10.000.0000 (dez milhões de reais), sob a alegação de falta de pagamentos de tributos ao Estado, o que acreditamos ser irreal, pois a história do Grupo Chaves é marcada por respeito, transparência, legalidade e responsabilidade.

Repudiamos as tentativas de intimidar e corromper investidores, que ao decidir manter retidão, a integridade e legalidade são punidos com tamanhos absurdos, semelhante à multa acima mencionada.

O empresário Ivair Chaves é uma referência de doação, empenho e incentivo ao desenvolvimento econômico do Município, sendo exemplo de abnegação de seus próprios interesses por causa coletiva, quando presidiu a Associação Comercial e Empresarial de Santarém – ACES, nos ano 1999 e 2000. Postura essa que não difere da história do Grupo Chaves, que desde a fundação em 1966, sempre optou em prestar serviço para comunidade santarena dentro da legalidade, empresa devidamente registrada e comprometida em cumprir a legislação brasileira.

Não limitando a qualidade e eficiência, o Grupo Chaves busca qualificação internacional através de certificação em programas que são referências internacionais (ISO 9001:2000 pelo IQA), além de qualificação local, como o Selo de Gestão da Qualidade pela ACES. Por toda trajetória relatada, é notória que a atitude vexatória da SEFA não condiz com toda responsabilidade do Grupo Chaves.

Diante de tamanha afronta e desrespeito, repudiamos e nos indignamos que interesses particulares e autarquias se sobreponham a lei, a justiça e a transparência.

Santarém, 01 de dezembro de 2017.

José Roberto Branco Ramos (Presidente da ACES)

DECLARAÇÃO DO SIRSAN

O Sindicato Rural de Santarém – SIRSAN, entidade sem fins lucrativos e de utilidade pública para o estado do Pará, declara a quem possa interessar que o senhor Manoel Ivair Chaves, inscrito sob CPF nº 001.486.362-68, associado neste Sindicato desde 04/06/1979, sob a matrícula nº 02, sempre esteve presente nas questões que envolvem o SIRSAN, sendo uma pessoa de bom caráter e que como Produtor Rural e Empresário há mais de cinco décadas atuando na Região oeste do Pará, desconhecemos qualquer atitude que venha a manchar sua conduta como pessoa e empresário no meio rural e empresarial de Santarém e Região.

Teve empenho irreparável na criação deste Sindicato, no qual se tornou presidente na gestão de 1982 a 1985, desenvolvendo com dedicação, competência e seriedade a gestão desta importante entidade do meio rural.

Somos conhecedores que como presidente titular do grupo Chaves, formado por empresas idôneas como a Automic Tratores e Maicá Diesel Ltda, sempre as conduziu com muita responsabilidade e compromisso com o desenvolvimento da região, traduzindo em grande prestígio e importância para toda a comunidade empresarial, rural e sociedade civil da Região.

Portanto, a Diretoria deste Sindicato vem a público enaltecer a dignidade, competência e honestidade do senhor Manoel Ivair Chaves.

Santarém – Pará, 23 de novembro de 2017.

Adriano Gabriel Maraschin (Presidente)

Fernando Antônio S. Albert (Secretário)

Adinor Batista dos Santos (Diretor de Pecuária)

Ivan Carlos Koch (Diretor de Agricultura)

Fonte: RG 15/O Impacto

5 comentários em “ACES e SIRSAN saem em defesa de empresário e repudiam ação da SEFA

  • 7 de dezembro de 2017 em 16:17
    Permalink

    Parabéns a esse empresário e a essas entidades , por terem a coragem de denunciar essa safadeza que existe na SEFA , o estado perde muito por que esses auditores na sua maioria são bandidos e forçam o contribuinte a sonegar para extorquir os empresários na base do terror . Tomara que esses servidores bandidos sejam punidos e acabe a perseguição fiscal desses bandidos concursados

    Resposta
  • 4 de dezembro de 2017 em 20:44
    Permalink

    Pelo que entendi ele foi multado porque deixou de recolher impostos e não por ser um homem envolvido nas representações patronais de Santarém.

    Resposta
    • 5 de dezembro de 2017 em 11:40
      Permalink

      Não Pantoja , a empresa foi multada por que não se sujeitou a dar propina para fiscal corrupto !!!
      se você tiver duvida o processo está a sua disposição , essas entidades não colocariam em risco sua credibilidade para defender sonegador.

      Resposta
  • 4 de dezembro de 2017 em 20:18
    Permalink

    Em nome Grupo Chaves agradecemos o apoio das entidades SIRSAN e ACES .

    Resposta
  • 4 de dezembro de 2017 em 19:41
    Permalink

    ACES e SIRSAN estão de parabéns por defenderem empresários santarenos, eles que fazem a economia do município crescer. Com perseguição da SERFA e multas de valores altíssimo empresas fecham e demitem seus funcionários para pagar essas multas que muitas das vezes são indevidas, isso afeta diretamente o crescimento do município.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *