Engenheiro é condenado pela Justiça por homicídio em Prainha

Tribunal do Júri foi presidido pelo juiz Gabriel Veloso

O Tribunal do Júri, da 3ª Vara Criminal de Santarém, condenou na terça-feira (06) o engenheiro agrônomo MICHEL MIRANDA DIB, acusado de matar HAROLDO BANDEIRA DA FONSECA, no município de Prainha.

O caso foi desaforado, ou seja, foi trazido para ser julgado em Santarém por questão de segurança.

O juiz Gabriel Veloso, após a decisão dos jurados, por maioria de votos, aplicou a pena de 18 anos, em regime fechado, além da perda do cargo público e pagamento de 20 mil reais de indenização para os familiares da vítima.

Fonte: RG 15/O Impacto e TJPA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *