MILTON CORRÊA Ed. 1193

QUEM GANHA COM A PRISÃO DE LULA? ENTENDA COMO FICA A DISPUTA PELA PRESIDÊNCIA
Na esquerda, briga pelos votos do ex-presidente já começou; candidatos mais ao centro e até mesmo à direita podem ser beneficiados. A reportagem é da Agência do Rádio, assinada por João Paulo Machado.
Com Lula preso e fora do páreo, o cenário para as eleições deste ano fica extremamente fragmentado. A avaliação é de Leonardo Barreto, doutor em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). De acordo com o analista, a prisão do ex-presidente deve dar fôlego a candidaturas que antes não viam espaço para crescer.
O cientista político Leonardo Barreto acredita que candidatos de esquerda, como Boulos e Manuela D’ávila, podem herdar os votos de Lula. “A saída do presidente Lula retira um vetor de polarização do processo eleitoral. Então, você vai ter uma pulverização de candidaturas, um número maior de candidaturas que passa a acreditar que possa ter algum tipo de viabilidade política”. Leonardo Barreto considera que, entre os partidos de esquerda, a briga pela herança eleitoral de Lula já começou. Ele destaca quatro nomes na disputa pelo voto “lulista”. “À esquerda, você vai ter vários partidos brigando pelo espólio eleitoral do Lula. Eu acho que Manuela d’Ávila e Guilherme Boulos, do PC do B e do Psol, foram ungidos como herdeiros do Lula, mas você também tem, acho que mais duas outras opções, que são Joaquim Barbosa, que se filiou ao PSB, que ainda tem que viabilizar sua candidatura, mas está colocado, e Ciro Gomes (PDT)”.
Leonado Barreto destaca que Ciro Gomes não esteve presente nos atos em defesa de Lula, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Segundo ele, o ex-governador do Ceará, que postou nota defendendo Lula, pode estar buscando um eleitorado mais moderado. “Nesse aspecto chama muito a atenção o fato de Ciro Gomes não estar presente no palanque do Lula. Ele, então, de repente vai trabalhar uma posição mais moderada e aí então fez questão de ter algum distanciamento de Lula naquele momento”. Para o cientista político, o voto de Lula não está exclusivamente condicionado a eleitores de esquerda. Segundo ele, nomes como Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSL) também podem ser beneficiados pelo vazio eleitoral deixado pelo ex-presidente. “Você vai ter, talvez, eleitores do Lula mais ao centro que podem caminhar para uma candidatura, por exemplo, como Geraldo Alckmin, que sinalizou que vai ser ortodoxo, liberal na economia, mas que manterá a direção progressista nos valores. Você tem um voto que pode ir para o Bolsonaro, sim, que é um voto de natureza mais populista, mas também tem um voto antissistema. Eu acho que você vai ter muitos eleitores do Lula que vão dizer assim: ‘olha, se eu não puder votar no Lula, então eu vou sabotar o sistema’. E você vai ter o pessoal que vai tentar manter a coerência em termos de política econômica. ‘Não, eu quero votar em um candidato que tem orientação econômica de esquerda’”.
Na última pesquisa Datafolha, divulgada em Janeiro, o deputado Jair Bolsonaro liderava o cenário, com 20% das intenções de voto, tecnicamente empatado com Marina Silva (REDE), que pontuou 16%. A ex-senadora, de acordo com Barreto, também pode se beneficiar com a saída de Lula da eleição. No entanto, o especialista aponta para as dificuldades da pré-candidata, desgastada por duas eleições consecutivas. “Há um ceticismo muito grande em relação à Marina por um desgaste acumulado durante as campanhas anteriores. A Marina nunca conseguiu se posicionar à esquerda ou à direita, mesmo ela defendendo que essas categorias de posicionamento não são importantes. Mas o fato é que ela acabou ficando sem identidade e isso cobra um preço, sempre cobrou”. Leonardo Barreto destaca que a análise é momentânea, já que as eleições ainda estão distantes e muita coisa pode acontecer. O PT, por exemplo, pode tentar registrar a candidatura de Lula, mesmo que o político esteja preso. A investida pode ser uma alternativa para ganhar tempo, aproveitando o espólio eleitoral de Lula, enquanto o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa o pedido do partido. A solicitação, no entanto, deve ser negada, uma vez que o petista foi condenado em segunda instância e por isso esbarra na Lei da Ficha Limpa. Preso desde o último sábado, o ex-presidente teve, em janeiro, a condenação dada pelo juiz Sérgio Moro em primeiro grau confirmada pela 8ª turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. Na ocasião, os desembargadores aumentaram a pena de Lula: de nove anos e meio para 12 anos e um mês de prisão.
POPULAÇÃO DE JURUTI COMEMORA BICENTENÁRIO DO MUNICÍPIO
Parte da história da fundação de Juruti Oeste do Pará), vem sendo reconstituída pelos moradores da Vila Muirapinima, na região do bairro Juruti Velho, para marcar as comemorações dos 200 anos de fundação da cidade, com atividades que começaram no mês de março e prosseguirão ao longo do ano. O ponto alto foi na última segunda-feira, (9/04), data de sua fundação. A reportagem é da Agência Pará de Notícias, assinada por Julie Rocha.
Localizado na divisa com o estado do Amazonas, Juruti pertence à mesorregião do Baixo Amazonas e à microrregião de Óbidos. Possui 8.305.122 km² de extensão territorial e 53.325 habitantes, de acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo Ariadne Lima, secretária Municipal de Cultura, Desporto e Turismo de Juruti, a programação de aniversário da cidade foi toda planejada em torno do bicentenário, que leva o tema “Juruti 200 anos de história – teu futuro construiremos com amor”, tendo como foco principal a cidade de Juruti Velho, local de origem da cidade, em 1818. “A emancipação da cidade se deu no dia 9 de abril de 1883, mas como não temos ainda registro da data correta de fundação de Juruti, apenas o ano, em 1818, aproveitamos para organizar o projeto do bicentenário”, explicou a titular, que está à frente das pesquisas históricas sobre a fundação do município. A elaboração da programação teve o envolvimento de diversas entidades de Juruti Velho e do centro da cidade, entre elas, a Acorjuve (Associação das Comunidades da Região de Juruti Velho), Congregação Francisco de Maristel, Paróquia Sagrado Coração de Jesus, entre outras. “Quando construímos o projeto, pensamos em envolver a comunidade. Ficamos surpresos com o resultado, já que é a primeira vez que a comunidade toda se envolve e se sente parte desse trabalho, que busca resgatar as nossas raízes. Esse é o legado que vai ficar marcado na programação de aniversário deste ano”, disse. Na cidade, as atividades oficiais do bicentenário de Juruti se iniciaram no dia 31 de março, com as provas do II Grand Prix de Velocidade, I Prova do Tambor e I Festlaço, na Feira Agropecuária, além das competições de Futsal, Jiu-Jitsu e futebol. Até a segunda-feira, 9, estavam sendo realizadas provas de ciclismo e corrida, handebol, vôlei, futebol, gincana escolar e mais shows com bandas locais e regionais, na Arena Cultural da Praça da República.
EXPEDIÇÃO
No dia 5 de abril, as comunidades se envolveram na reconstituição da história da fundação, com uma expedição aos moldes da realizada na fundação da cidade. Segundo registro, há 200 anos o trajeto foi feito em uma pequena embarcação e durou em torno de oito horas de viagem. A reconstituição da Expedição do Padre Antônio Manoel Sanches de Brito durou quatro horas, saindo às 6h do centro de Juruti, com chegada por volta das 16h, na Vila Muirapinima. O padre fundador da cidade também ganhou uma exposição organizada pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará, em parceria com a Prefeitura de Juruti e a Paróquia Nossa Senhora da Saúde. O acervo histórico do Padre Antônio Manoel Sanches de Brito ficou disponível para visitação na Vila Muirapinima, nos dias 5 e 6 de abril, no Salão Dom Bosco. Ainda nas comemorações do bicentenário de Juruti está o lançamento do primeiro DVD do Festival das Tribos de Juruti, resultado da parceria entre o Instituto Juruti Sustentável e a Prefeitura de Juruti, para divulgar a beleza e a grandeza do principal evento turístico da cidade, organizado sempre no final de julho, numa festa que atrai milhares de pessoas do mundo todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *