Mortes por Dengue assustam população santarena

Alfonso Jimenez Foto: Ronaldo Ferreira

Até agora não foi confirmado pelas autoridades de saúde de Santarém, mas as mortes do professor da UFOPA, Carlos Henrique, ocorrida na quinta-feira à tarde no Hospital Municipal de Santarém e a do fotógrafo Alfonso Jimenez, na sexta-feira pela manhã, no Hospital da Unimed, podem ter sido provocadas por Dengue Hemorrágica.

O professor Carlos Henrique estava há mais de 40 dias em Alenquer, onde foi implantar o núcleo da UFOPA naquela cidade. Ele começou a sentir-se mal e ficou internado por dois dias no Hospital Santo Antônio, daquela cidade, porém, na quinta-feira seus familiares resolveram fretar um avião e o trouxeram para Santarém, onde foi atendido no Hospital Municipal pelo médico Gilvandro Valente, mas seu quadro clínico já estava grave e ele faleceu. O laudo médico diz que ele morreu de pneumonia, mas todos afirmam que foi Dengue Hemorrágica.

O fotógrafo Alfonso Jimenez foi internado no hospital da Unimed, na quinta-feira à noite, com sintomas de Dengue. Seu quadro clínico piorou e ele faleceu na manhã de sexta-feira.

As duas mortes em menos de dois dias e a crise em que está a saúde de Santarém, com a demissão da diretora do Hospital Municipal e também demissão de médicos e enfermeiros, deixou assustada a população santarena e das cidades vizinhas. O caso é sério e deve ser olhado com bastante cuidado pelas autoridades da área de saúde.

Por: Jerffeson Miranda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.