Agências Missionárias Evangélicas promovem ação social em comunidades Quilombolas

Missionários consultam idosa

Representantes da Associação Asas de Socorro, da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais (APMT) e da Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB) promoveram nos dias 21-25/03/2011, uma clínica médica/odontológica junto às comunidades quilombolas situadas ao longo do rio Erepecuru, Município de Oriximiná, neste mesmo Estado.

Esse evento foi realizado com a participação de dois médicos, dois dentistas e duas enfermeiras, originários dos Estados de São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e de Santarém. Contou-se também com o apoio dos pastores, Lázaro Vanderlei Fernandes (Igreja Presbiteriana do Brasil) e Antônio Rosa e Da. Socorro (Igreja Assembléia de Deus), que atuam nessas comunidades, e do Vice-Prefeito de Oriximiná, Sr. Fernando Andrade.

Os atendimentos foram realizados em dois locais estratégicos: Cachoeira da Pancada e Monte Horebe, para onde afluíram também pessoas de mais 08 comunidades, que chegaram de barco até o  local de atendimento. Em apenas 05 dias, foi possível realizar 327 consultas médicas, 73 consultas odontológicas, 166 procedimentos odontológicos, com distribuição de 155 escovas de dente, palestras sobre escovação e saúde e distribuição da medicação prescrita.

Missionários realizando procedimento dentário

Segundo depoimento de diversas pessoas, esses profissionais atenderam a todos com muita dedicação e respeito, deixando um bom exemplo de amor e testemunho cristão. Da mesma forma a equipe de apoio, que se esmerou para que tudo corresse de acordo com o planejado e todos os necessitados pudessem ser atendidos. E, embora essas comunidades já recebam esporadicamente a assistência do Estado, essa foi a primeira vez que procedimentos de restauração dentária foram executados nessa região.

As despesas do evento foram cobertas por contribuições voluntárias de igrejas evangélicas e pessoas sensibilizadas com a necessidade do povo. Inclusive os profissionais e organizadores também tiveram sua parcela de contribuição financeira para que tudo se realizasse.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *