Conselheiros federais pedem saída de Jarbas Vasconcelos

Ângela Sales,Frederico Coelho e Roberto Lauria assinam o pedido

Um novo pedido de afastamento temporário do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Pará (OAB-PA), Jarbas Vasconcelos, desta vez assinado por três conselheiros federais que representam o Estado na OAB nacional, será protocolado hoje em Brasília.

Quem encabeça o pedido é a ex-presidente estadual da entidade, Ângela Sales, que teve papel decisivo na eleição de Vasconcelos e hoje está praticamente rompida com ele. Além dela, assinam o documento Frederico Coelho de Souza e Roberto Lauria.

O DIÁRIO teve acesso a uma cópia do documento, redigido na quinta-feira passada e que chegou a ser mostrado a Vasconcelos, provocando um desesperado apelo do presidente para que os conselheiros federais desistissem da intenção de tirá-lo do cargo. Vale lembrar que nove conselheiros da OAB estadual já haviam pedido à direção nacional intervenção na entidade e afastamento do presidente.

O imenso desgaste à imagem da OAB, provocado pelo episódio da venda do terreno da subseção de Altamira e agravado pela falsificação da assinatura do vice-presidente, Evaldo Pinto, são os argumentos mais fortes que levaram os conselheiros federais a pedir o afastamento de Vasconcelos até que a comissão federal de sindicância termine seu trabalho.

“Apelamos ao bom-senso e hombridade de v. exa., em respeito e submissão aos princípios da moralidade e da impessoalidade, em homenagem à honorabilidade da OAB e em cumprimento aos termos do compromisso assumido por v. exa. quando empossado na presidência da OAB-PA, que se licencie do cargo de presidente até que a Comissão de Sindicância do Conselho Federal conclua seus trabalhos, como única maneira de prevenir maiores danos e maiores perdas ao patrimônio moral de nossa instituição”, afirma o documento.

Fonte: DOL

Um comentário em “Conselheiros federais pedem saída de Jarbas Vasconcelos

  • 9 de agosto de 2011 em 22:54
    Permalink

    E a fama armação e traição.oportunismo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *