Estudantes santarenos debatem sobre Estado do Tapajós

Estudantes reuniram com membros do Comitê Pró-estado do Tapajós

Lideres do movimento estudantil de Santarém estiveram reunidos na 5ª feira (25/08), na sede do Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós (ICPET) com o secretário geral da entidade, jornalista Ednaldo Rodrigues, para redefinir a organização da I Jornada Estudantil, que estava marcada para o dia 26 de setembro. Eles avaliaram que por ser um evento de grande porte, precisa contar com maior mobilização e participação de representantes de mais escolas. Após os debates, ficou definido que somente na próxima semana deverá ser definida uma nova data para o evento, quando forem realizados novos contatos.

Participaram da reunião, membros da Associação dos Grêmios Estudantis (AGES), da Associação dos Estudantes de Santarém (AES) e da União Municipal dos Estudantes Secundaristas (UMES), além de professores e alunos das escolas Onésima Pereira de Barros, Frei Ambrósio, Madre Imaculda e Richard Hennington.

Segundo a professora de sociologia da escola Madre Imaculada, Valdelice Marques, “já estamos trabalhando o tema plebiscito, de forma a saber quais as dúvidas dos alunos em relação a criação dos novos estados”. Jeremias Santos, aluno da mesma escola, disse que é importante realizar mais palestras para alunos e esclarecer a sobre os benefícios da criação do Estado do Tapajós.

Ednaldo Rodrigues disse aos estudantes que na próxima semana o ICPET vai montar um calendário de palestras, e disponibilizar 10 mil cartazes para todas as escolas, por ocasião da Semana da Pátria.

Compet/Santarém realizou última reunião na sede do ICPET

A partir da próxima semana, as reuniões do Comitê Pró-Estado do Tapajós (Compet/Santarém) vão acontecer na sede própria localizada na Av. São Nicolau, 320, no bairro do Aeroporto Velho. A última reunião do Compet realizada na sede do Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós (ICPET), na 5ª feira (24/08), serviu para definir novas frentes de trabalho do grupo. Na ocasião, foi discutida a participação dos partidos políticos de Santarém na organização dos comitês nas grandes áreas, juntamente com outros segmentos sociais e religiosos.

Uma grande mobilização, para o lançamento oficial da campanha no dia 13 de setembro, está sendo articulada pelo Compet/Santarém. A idéia é fazer uma programação ampla que deve iniciar com uma alvorada por toda a cidade, seguida de marchas, carreatas e panfletagem pelas ruas.

CONVITE – A coordenação da Comissão Executiva do Compet/Santarém convida toda a imprensa  para participar de um café da manhã que ocorrerá na nova sede do comitê municipal de Santarém, no dia 31/08, às 8:0h, localizado na Av. São Nicolau, 320, esquina com Rua São Luiz (antiga sede do Lions Club), bairro Aeroporto Velho.

Na ocasião, o Compet irá reunir com lideranças religiosas de Santarém, para firmar parcerias nas igrejas, com a finalidade de ampliar a campanha do plebiscito do Estado do Tapajós a todos os segmentos religiosos e buscar parceiros para a divulgação do sim.

Professores do IFPA, em greve, promovem debate sobre o Estado do Tapajós

Paralisados desde o dia 11/08, os professores do IFPA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará, Campus de Santarém, aproveitam o movimento para debater temas de relevância na sociedade com seus alunos. Ontem, sexta-feira, 26/08, eles debateram sobre o Estado do Tapajós, com a presença dos jornalistas Ednaldo Rodrigues e Jota Ninos, membros do Instituto Cidadão Pró-Estado do Tapajós – ICPET.

Segundo Robhyson Denys, delegado sindical do Sinasefe (Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica) e o professor e geógrafo Daniel Fernandes, a greve é de ocupação do Campus e realiza atividades e ações de responsabilidade social.

Além da palestra para os alunos, o movimento vai trazer jovens de vários pontos da cidade para fazerem seus cadastros pela internet e obterem o primeiro título eleitoral e poderem votar no plebiscito. O cadastramento de novos eleitores pode ser feito até o dia 11 de setembro, e jovens entre 16 e 18 anos que não têm obrigação de votar, estão sendo recrutados para exercerem seu voto e acompanhar esclarecimentos sobre o novo Estado.

Agenda da integração Regional

A próxima etapa de instalação de Compets será em Rurópolis, Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga e Aveiro, fechando assim os 27 municípios que vão compor o Estado do Tapajós.

O objetivo é consolidar a campanha do “SIM Tapajós/Carajás 77”, para o plebiscito que acontece no dia 11 de dezembro de 2011, a exemplo do que já ocorreu no inicio deste mês em Almeirim, Prainha e Monte Alegre, região da Calha Norte, quando a população mostrou total apoio ao futuro Estado do Tapajós.  

 Fonte: RG 15/O Impacto e Ascom/ICPET

Um comentário em “Estudantes santarenos debatem sobre Estado do Tapajós

  • 29 de agosto de 2011 em 09:51
    Permalink

    A LUTA DO ESTADO DO TAPAJÓS É LEGÍTIMA.
    APOIO A EMANCIPAÇÃO.

    COMENTÁRIO: Cleiton Oliveira.

    Me preocupa, também, o rumo do debate.
    Sou do Novo Pará que remanescerá menor e melhor.
    Nasci e moro por estas bandas.
    Sou plenamente favorável ao redesenho geográfico.
    Não tenho dúvidas que os três novos Estados ganharão com isso.
    Se a população do Estado do Tapajós e Carajás tiver ampliada, ao menos, a possibilidade de participar, pressionar, vaiar, espernear,
    criticar seus representantes, mais de perto fisicamente, olho no olho,
    já me contento com a mudança.
    De Santarém, por exemplo, ao Palácio dos Despachos são longos 5 dias de barco.
    Do aeroporto do Carajás à Assembleia Legislativa vai mais de uma hora de avião. Esse meio de transporte pelo preço, aquele pela demora,
    afastam a população de baixa renda de qualquer participação nos rumos do Estado.
    Alguém perderá com a reorganização?
    Sim, os grandes estados, que terão repasses da União diminuídos.
    Eixo São Paulo-Rio.
    Não é atoa que a Folha e outros jornais de grande circulação estão antecipando campanha contra a divisão.
    Apontem qualquer liderança política ou empresarial dos estados do sudeste que seja favorável ao rearranjo!
    Nem mesmo sob uma arma na cabeça,
    Haverá, de imediato, ampliação montante de recursos públicos,
    na hipótese de divisão, por diminuição ( redistribuição no repasse da União para os estados) da cota dos demais estados ( sul, sudeste e nordeste).
    Isso é distribuição de renda!
    Isso é diminuição de diferenças (intra e inter)regionais!
    Não é isso, afinal, que todos queremos?
    Ou seja, os valores públicos per capita dos moradores dos três novos estados, unidos,
    aumentará no dia seguinte, comparativamente ao Pará, como é hoje.
    Não posso ser perverso, egoísta no meu voto.
    Sou humanista e não vou dizer: “Se eu não ganho, ninguém ganha!”

    Voto “SIM”.

    Resposta
  • 27 de agosto de 2011 em 17:46
    Permalink

    ‘SIM – Tapajós/Carajás – 77’

    Conquistar todos os esdudantes, de todas as cidades dos futuros novos Estados, para a campanha do SIM, é uma excelente idéia.
    Os esdutantes podem ser ganhos pelo entusiasmo.
    Bem orientados, eles podem formar uma elite.
    Entretanto, esses jovens precisam ser instruídos do valor do CONHECIMENTO.
    O conhecimento tem como lógica o domínio sobre o assunto do que eles vão transmitir as pessoas.
    A informação detalhada da importância da criação dos novos Estados, garantirá o êxito da campanha.
    Um estudante pode dizer: Para mim, isso é fácil!
    Sim, será fácil se você tiver conhecimento.
    Por exemplo: Se você estudante, procurar entrevistar um indouto, levando em conta a sua pouca instrução, pode perder um voto se você não tiver resposta convicente para refutar os argumentos desse indouto, principalmente se ele for um paraense nascido em Belém.
    Mas, se você na sua entrevista conseguir convencer o seu entrevistado levando-o a deixá-lo convencido de que o melhor para todos é o SIM – Parabéns meu irmão, você está aprovado.

    Resposta
    • 28 de agosto de 2011 em 01:10
      Permalink

      Prefiro ficar reprovado com um NÃO sem ver meu lindo PARÁ dividido!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *