Empresário denuncia Rede Celpa na Polícia

Anderson Silva e o advogado Emanuel Bentes

O proprietário de um provedor de Internet no município de Itaituba, registrou na manhã de sábado (dia 03) um Boletim de Ocorrência (BO) contra a empresa Rede Celpa, pretendendo a partir desse registro mover uma ação judicial contra a empresa por danos e perdas materiais.

Na Delegacia, Anderson Silva relatou ao escrivão Haroldo Macedo, que na noite de quarta-feira, dia 1º, em função de um forte temporal, um raio atingiu um poste que fica em frente a sua empresa A.M.Net Provedor, na 6ª rua Jardim das Araras, e com isso ocorreu um incêndio que provocou uma sobrecarga onde após uma explosão todos os equipamentos, entre eles antenas, roteador nobreak foram queimados.

Anderson disse ao jornal O Impacto, que seu prejuízo material chega aos cem mil reais e que já conta com cerca de quase 70 clientes que não podem também ser prejudicados, principalmente alguns que funcionam como Ciber Café. Anderson que esteve na Delegacia acompanhado pelo advogado Emanuel Bentes. Ele garante que está no seu direito, já que a empresa não estaria tecnicamente adequada para evitar esse tipo de problemas em relação a chuvas ou temporais.

Equipamentos queimados

O proprietário da empresa de provedor inclusive solicitou uma perícia técnica tanto no poste que explodiu na noite do temporal, quanto na sua empresa em relação aos equipamentos, para provar que tudo ocorreu em função da explosão no poste que acabou recaindo para o interior de sua empresa, onde os equipamentos estavam ligados e funcionando normalmente.

O proprietário do provedor estava em fase inicial de expansão de sua empresa e tem prazo de 7 dias para retomar as atividades por determinação da Embratel, por isso moveu a ação, pois terá que repor novamente todos os equipamentos que representam a estrutura que garante operacionalidade a sua empresa.

Por: Nazareno Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *