Ministério Público entra com ação contra Domingos Juvenil

Domingos Juvenil

O Ministério Público do Estado ingressou ontem (26) com uma ação civil pública por improbidade administrativa contra o ex-presidente da Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) Domingos Juvenil (PMDB); contra a médica e ex-funcionária da Casa Paula Roberta Ferreira; e contra a servidora da Alepa Paulina do Socorro da Costa Nascimento. Assinada pelo promotor de justiça Nelson Medrado, a ação se baseia no fato de que a médica Paula Roberta era concursada do Hemopa e estava cedida para o gabinete de Juvenil, na Alepa, mas não trabalhava efetivamente em nenhum dos dois locais, recebendo os vencimentos normalmente, que totalizavam quase R$ 7 mil. Os três terão que devolver R$ 241.282,14 ao erário, valor que a médica recebeu indevidamente na Alepa e no Hemopa.

Segundo apurou o MPE, Paula Roberta entrou na Alepa em 2007, por meio de contratação na Divisão de Saúde da Casa. Em 2008, a médica foi aprovada em concurso público da Fundação Hemopa de Castanhal, no entanto continuou recebendo o vencimento da Alepa normalmente, acumulando os dois salários. Em 2009, curiosamente, Paula foi cedida para a Alepa, passando a “trabalhar” no Gabinete Civil e, posteriormente, no Gabinete da Presidência, ocupada à época por Domingos Juvenil.

Ex-presidente “patrocinou ilegalidades”

Na ação civil pública, o promotor de Justiça Nelson Medrado destaca a responsabilidade do ex-presidente da Assembléia Legislativa do Pará (Alepa) Domingos Juvenil (PMDB), no caso da médica fantasma. Para Medrado, Juvenil deixou de exercer apropriadamente suas atribuições e “patrocinou a série de ilegalidades”, já que requereu a cessão de servidora e permitiu que recebesse seus vencimentos sem atender ao expediente normal. “Na qualidade de presidente da Alepa à época, deveria ter realizado a fiscalização das folhas de pagamento dos servidores”, diz Medrado na ação.

Segundo afirma o promotor de justiça na ação civil pública, a conduta de improbidade administrativa de Juvenil, Paula Roberta Ferreira e Paulina Nascimento está designada na Lei 8.429/92, em especial nos seus artigos 9º e 10º. No caso de Juvenil, a omissão que ensejou a perda patrimonial também configura improbidade administrativa, conforme o artigo 10º da lei. “Foi essa a conduta praticada pelo requerido Domingos Juvenil Nunes de Souza, o qual é o responsável pela contratação pela Alepa e pela cessão do Hemopa, além de ter a responsabilidade pela verificação do cumprimento dos requisitos exigidos para posterior pagamento dos servidores”, ressalta Medrado. Para o promotor, ao deixar de exercer a supervisão do órgão, Juvenil referendou a atitude de Paula Roberta.

Pedido – Além do ressarcimento de R$241.282,14 aos cofres públicos, o promotor pede, ao final da ação, que os acusados sejam condenados, no que couber, com base nas sanções previstas no artigo 12 da Lei de Improbidade: perda da função pública (se ao tempo da apreciação estiverem no exercício do cargo), suspensão de direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de dez anos.

Fonte: Amazônia

4 comentários em “Ministério Público entra com ação contra Domingos Juvenil

  • 28 de setembro de 2011 em 19:53
    Permalink

    Fico feliz quando vejo uma figuraça dessa sendo enquadrada, tomara que esses ventos cheguem por aqui. Falta controle do dinheiro público.

    Resposta
  • 28 de setembro de 2011 em 09:30
    Permalink

    Sera que esse crápula,vai mesmo devolver o dinheiro que ele roubou,que vergonha para a familia dele saber que ele é mais um ladrão no meio politico.Da vergonha de dizer que somos brasileiros,são milhares de politicos roubando e nós nada podemos fazer,porque sómente eles podem julgar,unica coisa que podemos fazer é nas eleições.Ei Juvenil,mais tu é mão de gato hein,cabrinha safado,toma vergonha na cara seus ladrão.

    Resposta
  • 27 de setembro de 2011 em 20:49
    Permalink

    Quem sera Alexandre esses laranja abre o jogo

    Resposta
  • 27 de setembro de 2011 em 20:13
    Permalink

    Tem laranja na região da tranzamazonica que essa hora não passa uma agulha com vasilina de tanto medo do resto do iceberg vir a tona. Aguardem .

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *