Ministério Público apreende remédio do SUS

Várias irregularidades foram encontradas na Clínica Albany

A denúncia divulgada na semana passada pelo jornal O IMPACTO, revelou novos desdobramentos diante da constatação de que empresas privadas estariam vendendo remédios do SUS. A ação foi determinada pela promotora estadual, Maria Raimunda Tavares, para proceder a averiguação das condições sanitárias que visam checar as estruturas e a qualidade da prestação de serviço de toda rede hospitalar de Santarém, tanto  pública e privada.

A procuradoria do Ministério Público Federal (MPF) também foi sondada sobre as denúncias, principalmente quanto a comercialização de remédios do SUS. O MPF, por meio da Assessoria de comunicação, informou a inexistência de denúncia desse teor junto a Instituição. “Independentemente da existência de denúncias, o MPF deve entrar em contato com o Ministério Público Estadual esta semana para propor atuação conjunta e troca de informações em relação à fiscalização das unidades de saúde em Santarém”.

Na base do atirou no que viu e acertou o que não viu, as inspeções acabaram constatando denúncias que já foram divulgadas pelo jornal o IMPACTO, sobre a venda de remédios do SUS, que deveriam ser distribuídos gratuitamente.

Maria das Dores, do CMS

A reportagem do IMPACTO procurou a promotora Maria Raimunda Tavares, que limitou as informações dessa ação, alegando que “a cautela na divulgação detalhada é devido impedimentos e evitar  interferências nos procedimentos em continuidade por tempo indeterminado”.

Dos fatos – Nossa reportagem de posse dos laudos técnicos da inspeção relevou novos fatos, além da precariedade dos serviços de saúde oferecidos à população, na rede pública. Os serviços prestados na rede hospitalar do Município continuam de péssima qualidade, conforme constatou a equipe da Divisa. “Nas visitas técnicas foram encontradas irregularidades gravíssimas na infraestrutura predial, como fissuras na parede, rachaduras, a falta de equipamentos de segurança, um enfermeiro para atender 77 pacientes, o centro cirúrgico totalmente fora do padrão de atendimento, higienização dos cirurgiões improvisados com recipientes de soro, e outros detalhes estruturais, logísticos e qualidade de serviço de saúde”. E na mesma linha de fiscalização foram encontrados os remédios com identificações do Sistema Único de Saúde (SUS), comercializados em duas empresas privadas.

Um segundo documento confirma “a liberação dos medicamentos no mercado em Santarém, feito por empresas locais que ganharam a licitação para comercializar junto às instituições de saúde,  ligadas ao SUS para distribuir gratuitamente à população. Essa ação é qualificada como crime de receptação de medicamentos e teve inquérito instaurado pela Justiça e encaminhado ao MPE.

Fomos ouvir a ex-coordenadora da Divisão de Vigilância Sanitária, DVS, quanto o destino dos laudos técnicos. “Atendendo a orientação do departamento jurídico municipal, os documentos foram encaminhados ao Secretário Municipal de Saúde, MPE e Conselho Municipal de Saúde (CMS) para serem tomadas as providências cabíveis sobre a operação.

O levantamento foi feito em 5 empresas, sendo que 3 são conveniadas ao SUS e 2 particulares. Todas as irregularidades encontradas foram contextualizadas em relatório materializadas através de fotografias pela equipe responsável pela inspeção.

Durante a fiscalização, segundo denúncias, a equipe sofreu ameaças dentro de um o estabelecimento de saúde inspecionado.  Mesmo assim, o procedimento foi feito, após solicitação de escolta policial. E o caso foi repassado à gestão de saúde municipal.

MPE está atento – A promotora pública estadual Maria Raimunda da Silva Tavares disse que essa fiscalização atende procedência de averiguação das inspeções sanitárias de número 038/2011do MPE, que visa ainda checar as estruturas e a qualidade da prestação de serviço de toda rede hospitalar de Santarém, tanto os públicos quanto os privados. E contaram com o apoio técnico da Divisa de Santarém. A promotora explica que as informações completas e finais sobre as inspeções devem ser repassadas futuramente à imprensa e sociedade. “A cautela na divulgação detalhada é devido impedir interferências nos procedimentos em continuidade por tempo indeterminado”, disse a Promotora Pública.

Conselho Municipal de Saúde denuncia – A presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Maria das Dores Colares Joseph, disse ter sido informada sobre essa atividade do MPE, em conjunto com o setor técnico da Divisa, no entanto, desconhecia a descoberta dos medicamentos de origem do sistema de saúde pública. “Estamos cientes dessa fiscalização nos hospitais e clínicas, sendo que entre as particulares estão a Fundação Esperança e a Clínica Albany”, disse Maria das Dores. A segunda empresa é de propriedade do empresário Rogério Cunha, que também é proprietário da Distribuidora de Medicamentos Tapajós. “No entanto, em nenhum momento fomos informados do relatório final dessas primeiras vistorias e principalmente de medicamentos de procedência do SUS dentro dos hospitais particulares”, conclui a presidente do CMS.

Teor de e-mail – Maria das Dores revelou o teor de um e-mail enviado ao Conselho Municipal de Saúde, pela promotoria Maria Raimunda, que cuida do caso, abordando a substituição de uma especialista da coordenação da equipe. A presidente do CMS garante que a Promotora questiona o secretário de saúde Emanuel Silva e o jurídico do Município, sobre a substituição. Na íntegra alguns fragmentos da mensagem eletrônica questionam que, “em caso afirmativo passo a questionar se o novo coordenador disponibiliza da especialidade? Qual o horário que o coordenador disponibilizará, caso também tenha outro cargo/função? Para o conhecimento da realidade da saúde pública no Município, de que forma a Secretária de Saúde analisa a substituição de uma especialista sanitarista na coordenação da Anvisa, caso se confirme que o novo coordenador não seja médico sanitarista? A data da consulta é de 23 setembro de  2011/22:32:44).

Resposta – A resposta do jurídico municipal ao e-mail da Promotoria Estadual explica que “é procedente a informação da coordenação da especialista antes no cargo. Sobre seus questionamentos informamos: O novo coordenador é o Dr. Paulo Sérgio Pimentel, médico sanitarista especialista em (saúde pública e epidemológica) clínica de doenças infecciosas e tropicais. Conta com 33 anos de experiência. Responsável pela implantação da Coordenação de Vigilância em Saúde em Santarém, com experiência técnica tanto na seara da medicina quanto na sistematização do SUS. O horário de coordenação é no mínimo de 20h e no máximo de 40h. O Dr. Paulo Sérgio é médico, conhece a realidade do município de Santarém, têm 33 anos de experiência, e conhece o SUS. (Data, 26 set 2011/10:52:01).

Prefeitura esclarece – A propósito das informações divulgadas pela reportagem sobre o resultado da inspeção da Divisão de Vigilância Sanitária (Divisa), que detectou uma série de irregularidades em clínicas particulares de Santarém, a assessoria de comunicação da Prefeitura esclarece que o secretário de Saúde do município, Dr. Emanuel Silva, recebeu somente dois relatórios da Divisa e que, de acordo com o código de saúde do Município e Lei Federal, os responsáveis pelos estabelecimentos vistoriados já foram devidamente chamados e notificados pela Prefeitura. A assessoria esclarece, ainda, que as clínicas têm prazo para apresentar defesa e também para adequação, conforme acompanhamento da Procuradoria Jurídica do Município.

A substituição por si só não dá fim ao episódio. Doravante, todos os procedimentos correm em segredo, inclusive a ameaça de morte sofrida pelo membro da equipe da Divisa, que apesar de tudo cumpriu com a atividade solicitada pelo MPE, e mesmo passando por substituição, merece o nosso respeito pela coragem de enfrentar empresas que insistem em extrapolar os limites da legalidade, na busca do enriquecimento de procedência duvidosa. Enquanto isso, a imprensa aguarda e confia nos procedimentos tomados para punir os responsáveis por  tamanha agressão aos direitos do contribuinte.

Por: Alciane Ayres

64 comentários em “Ministério Público apreende remédio do SUS

  • 6 de outubro de 2011 em 14:18
    Permalink

    Pra onde vai esses remedios? Por que chegou nas maos desse empresario Rogerio? O governo não tem controle? É extranho essa situação. A policia tem apurar, não pode ficar impune.

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 23:03
    Permalink

    E as farmacias desse empresario Rogrroo vai ficar sem fiscalizacao?

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 23:02
    Permalink

    Sera quev os orgaos publico vao agir. E a Receita Federal vai agir? Essa riqueza do empresario sera que foi honesta

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 18:44
    Permalink

    E vice governador Helenilson Pontes, ficou calado.Como parente desse Rogerio, deve ter tomado conhecimento da sacanagem. Ei vice que decepção para Santarém. Além de não lutar pela região. É CONTRA O ESTADO DO TAPAJOS. ODAIR ERA MELHOR, É A FAVOR DO ESTADO.

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 18:41
    Permalink

    Prefeita a senhora agiu errada quando demitiu a medica. Só li no jornal O Impacto a denuncia do remedio, Outros estão com medo ou comprometido?

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 18:39
    Permalink

    será que a Receita Federal e Ministerio Público Federal vão agir para acabar com essa fraude. Nossa saude está em risco. Vender remedio do SUS é crime, já que está vendendo coisa pública. Quero ver se o dinheiro desse empresario Rogerio tem mais força do que o poder de Justiça e de policia

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 10:59
    Permalink

    Gostaria de parabenizar este conceituado Jornal pela coragem e imparcealidade,por mostrar para sociedade santarena quem é esse empresário sério,que se diz ético .Rogério Cunha.Atenção MPF,ainda tem a lavagem de dinheiro que é os cartões da rede de farmacia deste homem.Por favor MPF acretitamos na sua força e dignidade.

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 08:58
    Permalink

    PERGUNTAR NÃO OFENDE .PORQUE SERA QUE A TV TAPAJOS NÃO DA OS NOMES DAS CLINICAS ?

    Resposta
  • 5 de outubro de 2011 em 06:18
    Permalink

    Prefeita a senhora foi infeliz demitindo a medica. Sera que a senhora esta apoiando a fraude e prestigiando o empresario que vende remedio do SUS?

    Resposta
  • 4 de outubro de 2011 em 14:36
    Permalink

    Já estamos providenciando uma Ação Popular contra esse rapaz Jeso Carneiro, para ele devolver o dinheiro público e voltar a da aula.Vai voltar a ser professor e fazer jus ao emprego

    Resposta
  • 4 de outubro de 2011 em 09:00
    Permalink

    ATENÇÃO

    POR QUE JESO IMPLICA COM O DEPUTADO LIRA MAIA?

    RESPOSTA: PORQUE LIRA MAIA DESCOBRIU QUE ELE RECEBEU 4 ANOS DO GOVERNO DE ANA JULIA SEM TRABALHAR. E QUANDO IA SER TRANSFERIDO PARA TRABALHAR DE VERDADE, IMPLOROU AO VICE HELENILSON PARA SER TRANSFERIDO PARA O DETRAN.

    1- Vocês sabiam por que o Jeso Carneiro defende Helenilson Pontes?

    Resposta: Por que em Fevereiro de 2011, ele publicou uma carta intimidando o Vice Governador que com medo, deve ter acertado alguma coisa. Já que logo surgiu a propaganda da Clinica Albany, ESSA ENVOLVIDA NO ESCÂNDALO REMEDIO DO SUS. Será que esse rapaz pratica o jornalismo sério?

    2- Vocês sabiam por que o Jeso Carneiro não publica matéria contra o Helenilson?

    Resposta: Porque ele é financiando pelo Vice Governador e também por que o Vice arrumou uma boquinha para esse Jeso Carneiro no Detran, para não TRABALHAR, SÓ PARA RECEBER.

    3- Vocês sabiam que esse Jesso Carneiro, é professor da SOME? E que passou os 04 anos do governo Ana Julia sem TRABALHAR SÓ RECEBENDO? ESSE É JESO CARNEIRO, HOMEM SÉRIO COM CREDIBILIDADE. VIVE A CUSTA DE CHANTAGEM E DINHEIRO PÚBLICO.

    CUIDADO HELENILSON, SE DEIXAR DE SER GENEROSO, ELE VAI PUBLICAR CARTINHA. ESSE É O JESO CARNEIRO. VIVE DE CHANTAGEM E DINHEIRO PÚBLICO.

    Resposta
  • 3 de outubro de 2011 em 18:04
    Permalink

    Ei Dr. Alberto Tolentino….o Sr. estava escalado no dia 28/09/2011 para ficar de plantão e sobreaviso no Hospital Municipal em Santarem, conforme a escala de plantão.
    Poderia explicar`a população da nossa cidade que paga o seu salario gordo, o que e que o estava fazendo na capital no estadio do Mangueirão assistindo o jogo da seleção brasileira?

    Se o Sr. gosta de futebol, otimo, eu tambme sou louco por futebol, mas nao esta certo o Sr. ganhar do SUS se o Sr. nao estava em Santarem. Devlova o dinheiro para o SUS, que o Sr ganhou sem trabalhar.

    Resposta
  • 3 de outubro de 2011 em 17:24
    Permalink

    Procuradora do Município Dra. Cinthia, por favor pare de perseguir os fiscais da Vigilância Sanitária que estão fazendo o trabalho de fiscalização serio para proteger a população. Ao invés disso, vá regularizar sua situação junto a UFOPA, já que a senhora não pode ser professora concursada com dedicação exclusiva e ficar trabalhando ao mesmo tempo como Procuradora do Município.

    Resposta
  • 3 de outubro de 2011 em 14:09
    Permalink

    TENHO NOJO DE PUXA SACO

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 23:43
    Permalink

    Carissimos. Chocada não fiquei com a postura do secretário de saúde, porque ele não vai querer ser fiscalizado já que opera nesses hospitais inspecionados, então não vai querer que a médica sanitarista aponte essas irregularidades. Uma pessoa consegue trabalhar no Hospital Regional, atender particular, fazer cirurgia na Sagrada Família, Imaculada e por ai vai, então como pode ter condição de permitir essa fiscalização? Fico admirada do Hospital Regional ter esse médico secretario trabalhando lá, não sei que tempo, vai ver que também não trabalha e só recebe. Prefeita e agora a prisão do governador Jatene bem que poderia ser para seu secretario de saúde, já que a desapropriação já acontenceu.

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 19:41
    Permalink

    Neuza, perfeito seu comentário. Vamos exigir do Ministério Público, como cidadãos que divulguem esses laudos. Vamos fazer protesto pela demissão desse secretario de saúde, porque se fosse seu desejo melhorar a saúde, não teria afastado essa médica. É mentira dele dizer que a médica sabia que sua contratação para coordenar a vigilância seria temporária, só passou a ser quando viu que esses laudos poderiam lhe trazer dor de cabeça com os amigos. Como esse secretario de saúde pode ainda está nesse cargo, esse sim que precisa ser fiscalizado. Os outros servidores da vigilância só não foram afastados porque são concursados. Precisamos levar esse acontecimento para a imprensa nacional, porque que a saúde pública vai mal sabemos, mas que tem secretario de saúde fazendo essa bandalheira ai já é demais. Isso vai parar em cadeia.

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 15:04
    Permalink

    Caros amigos do jornal o Impacto, estou acompanhando tudo isso que está acontecendo sobre os hospitais, remédios e ambulâncias, tudo isso sabemos que é verdade. Gostaria que a reportagem do nobre jornal procurasse o coordenador do centro de controle de zoonoses e o secretário de saúde para que eles explicassem sobre as viaturas que estão quebradas no pátio do ccz,telefonei para entregar um cachorro e fui imformada que não estão capturando ou buscando os animais para eutanásia, pois, não existe anestesia, papo furado do ccz, eles sempre eutanasiaram sem anestesia só pararam depois que o MINISTÉRIO PÚBLICO,verificou in loco a falta do anestésico, com isso Santarém poderá ter em breve uma epidemia de CALAZAR HUMANO.

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 13:22
    Permalink

    NEUZA. NOTA 10 PARA VC. VC ESCREVE BEM, ARGUMENTOU MUITO BEM, ENFIM VC CONHECE A HISTORIA DO BRASIL. PARABENS NEUZA, PELA PALAVRAS SABIAS.

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 13:08
    Permalink

    O Caos na Saúde Publica e o Poder Judiciário.

    Infelizmente a situação calamitosa em que se encontram os hospitais públicos e privados de Santarem e estabelecimentos de saúde em todo o Brasil não e’ nova e nada indica que vai melhorar. Isso se da em grande medida, pela presença de um Judiciário fraco, inoperante, moroso, corrupto e comprometido como os interesses econômicos. Este triste perfil do Judiciário Brasileiro ficou ainda mais evidente na matéria apresentada na revista Veja no ultimo 21/09/2011, quando o “ilustre” advogado Thomaz Bastos aparece influenciando a Presidente Dilma na escolha dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, que irão julgar a quadrilha do Mensalão. O mais grave e’ que o próprio ex-Ministro Tomaz Bastos participou da escolha de pelo menos seis dos atuais ministros, responsáveis pelo julgamento dos integrantes da quadrilha de José Dirceu; e ainda o mesmo ex-ministro do STF e’ a principal testemunha do chefe da quadrilha do Mensalão, o ex-ministro José Dirceu; e desde julho e’ defensor de um dos membros da quadrilha montada pelo PT, para comprar votos de congressistas e eleitores a favor de Lula: O Sr. José Roberto Salgado, diretor do Banco Rural, outro réu do Mensalão.

    Como esse Judiciário inoperante poderia agir diferentemente para apurar responsabilidades e punir os culpados na situação ridícula dos hospitais brasileiros?

    Todos os dias assistimos indignados a pessoas morrendo sem assistência nos hospitais e clinicas espalhadas pelo Brasil e ate agora quantos prefeitos, ou governadores, ou ministros de saúde, ou presidentes da republica foram para a cadeia por permitir este descalabro?

    Para onde estão indo os bilhões de reais destinados a saúde publica (que são arrancados dos salários de uma população que paga uma das maiores taxas tributarias do mundo), que não estão chegando na ponta do sistema para contratar e pagar decentemente os profissionais de saúde, ou para adquirir equipamentos e medicamentos para atender a população brasileira?

    Ministério Publico Federal, Ministérios Públicos Estaduais e Poder Judiciário, por que continuamos vendo a nossa população desassistida morrer como insetos nas salas imundas dos Pronto Socorros espalhados pelo pais e nenhum gestor federal, estadual municipal vai para a cadeia?

    Todos nos sabemos as respostas. Parece que só o Judiciário que não vê, porque a justiça no Brasil e’ mesmo cega.

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 08:54
    Permalink

    Dois comentários após o nosso já foram postados. Qual o motivo da não publicação ainda?

    Resposta
  • 2 de outubro de 2011 em 07:04
    Permalink

    Agradecemos sua sugestao Nelma, vamos fazer. Obrigado.

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 23:42
    Permalink

    Manoel quem começou a chegar nessa podridão foi o Ministério Público que determinou essas inspeções para a vigilância sanitária e pode ter certeza, só fez certo porque era uma médica com compromisso com a saúde pública, devido a essa médica que o Ministério Público e a sociedade tiveram a confirmação do que ja enxergavámos nesses hospitais, da falta de condições mínimas. Agora o que me intriga é: quem foi antes que assinou essas licenças sanitaristas para esses hospitais funcionarem desse jeito. Duvido que a prefeita e secretario de saúde tenham tido a coragem de receberem atendimento no hospital Santa Rosa de Lima. Rua secretario de saúde comprometido com a péssima prestação do serviço. Impacto faça uma enquete para saber quem vota pela saída do secretario de saúde.

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 20:19
    Permalink

    Concordo com Manoel Ribeiro. O jornal O Impacto sempre sai na frente

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 17:22
    Permalink

    Vejam o que diz a reportagem:
    “No entanto, em nenhum momento fomos informados do relatório final dessas primeiras vistorias e principalmente de medicamentos de procedência do SUS dentro dos hospitais particulares”, conclui a presidente do CMS.\”
    .
    .
    Ou seja, não esta confirmado NADA! Pelo que eu entendi, o relátorio não confirma que foram apreendidos remedios do SUS. Muito cuidado com essas denuncias! Apurem os fatos primeiro!

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 17:14
    Permalink

    O QUE ME DEIXA CONFUSO, E QUE ESTAS COISAS SÓ VEM A TONA, COM DENUNCIA FEITA PELO JORNAL IMPACTO, QUE É UM GRANDE JORNAL, QUE ESTÁ REALMENTE DO LADO DO POVO, NÃO SE VE A POLICIA FEDERAL FAZER NADA, O MINISTERIO PUBLICO, SÓ APARECE DEPOIS DO JORNAL DENUNCIAR, NÃO SE VE UM VEREADOR FALAR NADA. É TODOS BOCA TAPADA. COM QUE SERÁ QUE AS BOCAS DESSAS AUDTORIDADES ESTÃO TAPADAS?

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 16:21
    Permalink

    Parabenizar o MP, pela ação e que de uma olhada nos \”Postos Medico\” tbém e a sujeira no Hospital Municipal.Cadê os VEREADORES que não fazem nada pelo povo que elegeram! Tai a emprensa ta fzendo seu papel também.

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 16:19
    Permalink

    Lamentável o tratamento dispensado a um ser humano correto e digno de todo o seu sucesso.Quem conhece e tem o privilegio da amizade, sabe que trabalho e seriedade estão presentes na sua trajetória de vida.Rogério Moita Cunha um homem ético e integro.

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 12:13
    Permalink

    O PIOR QUE ESTE EMPRESARIO ESTA RINDO DE TODOS ELE SABE QUE VAI DAR EM NADA

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 12:10
    Permalink

    uma emissora de tv fez a reportagem só nao citou a clinica nem o empresario .que inprensa m…ou frouxa.mercenarios ou comprometidos que imparcialidade…ra…ra..ra…

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 11:33
    Permalink

    As pessoas falam oq vem na mente… Falam oq pensam e não oq sabem!!!!! Para falar algo assim tão grave, tem q ter provas, entao? Kd as provas desse boato?

    Resposta
  • 1 de outubro de 2011 em 07:58
    Permalink

    Não é possivel que isso vem acontecendo sem ninguem ficar sabendo. È uma vergonha, medicos e nossas autoridades não sabiam disso. Será que esse empresario vinha fazendo isso sozinho? Como foi descoberto, as autoridades tem que agir rapido é remedido, mexe com a saude da população, esse processo não pode ficar parado por muito tempo. A Prefeita não pode punir a medica que descobriu por agir com a verdade. Policia nesse empesario Rogerio

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 20:55
    Permalink

    Somente o bocao pra botar a boca no trombone

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 17:04
    Permalink

    O Bocao é nossa salvação, fala a verdade, por isso tem muita gente com raiva do bocão. Não te importa bocão, mete a lenha nesses corruptos e fraudadores.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 14:41
    Permalink

    Vamos denunciar, o povo tem que sabe 2012 vem ai. Vamos ficar antenados.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 14:31
    Permalink

    È muita farmacia espalhada, acho bom a Secretaria de Vigilancia investigar os remedios vendido nas farmacias desse Rogerio e familia, para saber se é legitimo. Espero que a Policia Federal e Ministerio Publico façam alguma coisa contra esse senhor.Não pode ficar vendendo remedio do SUS.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 13:22
    Permalink

    NÃO É ATOA QUE TEM MUITA GENTE FAZENDO GRAÇA EM SANTAREM SÓ MARACUTAIA…ROUBO…ETC…E AQUELE EMPRESARIO …QUE VENDE MAIZENA…RSSSRSSS.QUEM SERA?

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 10:19
    Permalink

    Será que isso vai pra frente, A policia o ministerio público e os outros órgãos deven agir, contra essa máfia do remedio. A Dra. Nastia não pode sair, ele já provou que é honesta e competente, deve ser pretigiada. Prefeita e Secretario se ela sair vai ficar feio para vcs, demonstrando que os senhores apoiam a fraude e corrupção.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 09:24
    Permalink

    Espero que as autoridades não deixem esse caso, ficar impune,é facil ficar rico com esforço dos pobres que necessitam o remedio do SUS.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 08:39
    Permalink

    o pior que vai dar em nada ele é parente do nobre VICE GOVERNADOR DO PÁRA

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 08:34
    Permalink

    Parabéns pela matéria investigativa.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 08:28
    Permalink

    Que coisa feia, esse empresario que é dono de grandes farmacias e grandes empresas, fazendo esse tipo de coisa. Policia nele.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 08:02
    Permalink

    PT OU PMDB QUAL O PIOR? ESTAMOS PRESENCIANDO UM CIRCO DE HORRORES NUNCA VI UM SECRETARIO DE SAÚDE MENTIR COM A MAIR CARA DE PAU EM FRENTE AS CÂMERAS DE TV QUE ESTÃO VINDO PECAS PARA CONSERTAR AS AMBULÂNCIAS DO SAMUR. TODA A POPULAÇÃO SABE QUE NAO TEM CONSERTO NENHUM A VISTA. HA SOMENTE O DINHEIRO 20 MIL REAIS QUE VEM PARA A MANUTENÇÃO DE CADA UMA DAS AMBULÂNCIAS E QUE DESAPARECE. MINISTÉRIO PUBLICO OLHO NELES.

    Resposta
  • 30 de setembro de 2011 em 07:56
    Permalink

    PT OU PMDB QUAL O PIOR. ESTAMOS PRESENCIANDO UM CIRCO DE HORRORES NUNCA VI UM SECRETARIO DE SAÚDE MENTIR COM A MAIR CARA DE PAU EM FRENTE AS CAMERAS DE TV QUE ESTÃO VINDO PECAS PARA CONSERTAR AS AMBULÂNCIAS DO SAMUR. TODA A POPULAÇÃO SABE QUE NAO TEM CONSERTO NENHUM A VISTA. HA SOMENTE O DINHEIRO 20 MIL REAIS QUE VEM PARA A MANUTENÇÃO DE CADA UMA DAS AMBULÂNCIAS E QUE DESAPARECE. MINISTÉRIO PUBLICO OLHO NELES.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 22:41
    Permalink

    Ei direção de jornalismo. Eu vou enviar o endereço on-line aos meus amigos de Brasília. Eles devem comer ábio. Sabe porque, eles futricam e pisam nos jornalistas de Santarém e falam deles por não ter compromisso com a sociedade de Santarém e do norte do país no geral. Isso aí. Jornalismo de verdade. O impacto estava melhor. Ficou muito mais, conheço o trabalho dessa repórter. O diretor do Impacto tem os melhores na equipe. Os amiguinhos de Brasília quando chegam aqui dizem, ô falta jornalismo completo, e nele que aparece sujeira da braba. O meu trófeu imprensa de ouro vai para o jornalistas do Impacto. VEREADORES PARA DE COCHILAR E CACAREJAR BESTEIRA NA TRIBUNA. A SAÚDE É BÁSICA PARA A POPULAÇÃO. TROFÉU DE LATA NO LEGISLATIVO.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 22:39
    Permalink

    Bocão faz a ponte com Fantástico e passa esse furo jornalistico, será um escandalo para PT em Brasilia, uma companheira envergonhando o partido, ainda mais agora que se fala em discussão de mais um imposto a saúde. Falta é vergonha na cara desses políticos.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 21:24
    Permalink

    O Fantastico está indo para Santarém. Tem que tornar publico a nivel nacional …..

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 21:21
    Permalink

    Rosa isso não é feio é um crime. Dra. Maria Raimunda conheço seu trabalho quando foi Delegada da DEM. Sei do seu compromisso com a populçao de sanatarem. Não deixe eles lhe entimidarem, Sucesso Cumpra com a jusstiça.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 18:21
    Permalink

    Parabéns MPE. Essa médica merece um prêmio. Essa sim merece um monção de aplausos vereadores. Cadê vc\’s. Essa presidente do Conselho precisa ser mais eficaz. Cadê vc\’s na fiscalização também. O impacto é o número 1 da população.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 18:14
    Permalink

    Uma vergonha o que o SR. Secretário de saúde fez com a dr. A expulsou da DIVISA e a colocou no CEREST. ´E óbvio que o SR SECRETARIO é cumplice dessa máfia e deve estar recebendo muito pra manter esses estabelecimentos funcionando.
    UMA VERGONHA

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 18:00
    Permalink

    isso e um verdadeiro furo de reportagem. parebensequipe competente, precisamos de mais nticias como essa. por isso e que essa bosta de cidade nao vai ser capital nunca. e aida tem uma merda de jornal desse.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 17:55
    Permalink

    NÃO E´ATOA QUE ESSES A…FAZEM GRAÇA CADEIA NELES!

    Resposta
    • 1 de outubro de 2011 em 17:30
      Permalink

      \”A\” significa o que?? Americanos? Australianos?? ou ARIGÓS ??? Se voce se refere aos arigós, voce deve estar confundindo com outras pessoas ( Ex. Gauchos). Tu ja viu arigó fazer graça com dinheiro? CLARO QUE NÃO!!! Desde os primeiros que chegaram aqui em 1947, em santarém, eles sempre foram miseráveis, seguros, economicos. Por isso levantaram patrimonios na atividade comercial dessa região, e ensinaram seus filhos a sempre economizar!!

      Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 17:12
    Permalink

    A medica que descobriu deve ser promovida e ter o respeito das autoridades e da população, já que descobriu essa falcatrua.E o que Clinica Esperança vai fazer já que comprou remdio do SUS? e essa clinica desse empresario Rogerio, vai ficar aberta com tudo isso que aconteceu?

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 17:09
    Permalink

    Não é possivel que isso esteja acontecendo e nossas autoridades não fazem nada. Tem que acabar com essa pilantragem desse empresario, já foram nas farmacias dele, já deve ter tirado tudo. As autoridades que defendem o povo tem que agir rapido e mandar esse senhor acbar com isso.

    Resposta
    • 1 de outubro de 2011 em 17:35
      Permalink

      Ja foram nas famacias dele varias vezes. Sabe quantas irregularidades encontraram??? NENHUMA!!!! Muito pelo contrário, a rede primavera foi elogiada pela organização, higiene, logistica. Voce lembra de algum escandalo contra a rede desse empresário??? A Anvisa ( nacional ) esteve aqui e nenhum comprimido foi encontrado de forma irregular.

      Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 17:01
    Permalink

    Fique sabendo que advogada da prefeitura que processar a médica por ela falar a verdade, prefeita será que é verdade, ou é o secretario de saude Emano, mandando fazer, para evitar investigação.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 16:37
    Permalink

    Estamos cobrando o que é nosso, É crime essa coisas. As autoridades devem acabar com isso.

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 16:34
    Permalink

    Será que as farmacias estão vendendo remedio do SUS? As autoridades tem que colocar essas coisas na imprensa, só o impacto divulga os segredos, se não fosse ojornal agente não fica sabendo os horrores que acontece em Santarém. As autroridade em divulgar e fiscalizar essas coisas.

    Resposta
    • 1 de outubro de 2011 em 17:26
      Permalink

      Com certeza nao estam vendendo remedios do SUS. As farmacias desse empresario prestam um serviço a comunidade e foram inumeras vezes fiscalizadas pela ANVISA, DIVISA, CRM e nunca foram encontradas irregularidades. Cuidado com os comentarios.

      Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 16:19
    Permalink

    Meu Deus do céu, como pode acontecer essas coisas em santarém, remedio do governo sendo vendido por particular, isso é feio, tem que a cabar a policia tem qua agir

    Resposta
  • 29 de setembro de 2011 em 16:18
    Permalink

    Será que as autoridades não vão agir adiante dessa grave denuncia? Esse empresario não pode ficar rico com que não é dele. Cade as autoridades para mandar prender esse senhor

    Resposta
    • 1 de outubro de 2011 em 17:24
      Permalink

      Conheço esse empresário e sei que ele é uma pessoa correta! Se tem o patrimonio que tem hoje, foi a custa de trabalho, dedicação e muito esforço. E antes de acusarem, verifiquem o que diz a reportagem:

      “No entanto, em nenhum momento fomos informados do relatório final dessas primeiras vistorias e principalmente de medicamentos de procedência do SUS dentro dos hospitais particulares”, conclui a presidente do CMS.\”

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *