Informe RC

COMUNISTAS? NÃO COMO ANTIGAMENTE

Para alguns “companheiros” de ocasião, xiitas do PCdoB, perder o Ministério dos Esportes, onde “dirigentes” estrategicamente colocados desde inicio de 2003 irrigavam com dinheiro público através de Ongs os cofres da legenda e aos seus, como é acusado o ex-ministro Orlando Silva, representa hoje o que representou aos verdadeiros como Jorge Amado, Oscar Niemayer, Luís Carlos Prestes, Mao Tse Tung, Ernesto Che Guevara e Fidel Castro, 52 anos ditador de Cuba, a queda do Muro de Berlim em 1989, libertando países e povos do domínio da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas- Rússia. Comunistas como antigamente não se faz mais no Brasil e no mundo, agora maioria se transformou em ambientalistas. O dep. Aldo Rebelo, filiado do PCdoB, escolhido pela Presidente para ocupar a pasta dos Esportes é uma das poucas exceções, sua honestidade e competência estão acima do partido neste emaranhado de maus camaradas, pelo menos vai servir ao País, não ao PCdoB, como o anterior.

JUSTIÇA VAPT-VUPT

Em agosto, a Polícia Federal prendeu o prefeito de Vitória do Xingu e diversos secretários acusados de comporem quadrilha, desviando 17 milhões dos cofres do Município, comprovado pela Controladoria Geral da União e Ministério Público Federal. Semana anterior, o Supremo Tribunal de Justiça determinou “habeas-corpus” a liberação dos quadrilheiros, como se nada tivesse ocorrido. Dia seguinte, a população indignada, interditou trechos da rodovia Transamazônica protestando contra a volta do gestor e sua troupe. Horas depois, a Juíza Federal de Altamira, atendendo pedido do Ministério Público Federal, afastou por 90 dias o Prefeito e os envolvidos na fraude para apurar e comprovar as acusações. Jogada idêntica a do prefeito do Xingu se envolveu sua colega de Novo Progresso, só que não foi presa. Lá deve existir a famosa governabilidade, dividindo o bolo, todos pertencem à base aliada da prefeita.

BOM NÃO DUVIDAR

Parafraseando o bom ex-presidente Lula, quando enaltecia feitos do governo: nunca na história de Santarém um político esteve tão em baixa quanto o vice-governador Helenilson Pontes. O que possuem em comum o atual e o ex, Odair Corrêa? Ambos chegaram ao cargo carregados pelos cabeças de chapa (Simão  Jatene “PSDB” e a ex, Ana Júlia “PT”) sem anteriormente conquistarem mandatos, quando candidatos, foram descartados da pretensão por insuficiência de votos. Falam do vice ter ressuscitado politicamente o anterior, as causas do desgaste estão debitando ao excesso de vaidades, indicações ruins e envolvimento de parentes em ocorrências pouco republicanas, condenados pela opinião pública, o que não ocorreu com o ex-vice, a não ser viver cercado de seguranças, mas cheirava a povo. Dirigente partidário aliado do PT, diz abertamente: se o PPS tiver Helenilson candidato a Prefeito, o PDT vai lançar Odair. Bom é não duvidar, em política tudo pode acontecer, até boi voar.

COISAS ABSURDAS

O vereador Valdir Mathias, comandante do PV, defensor do meio ambiente, assiste suas leis (filas nos bancos e uso das praias), aprovadas na Câmara e sancionadas pela Prefeita, não serem cumpridas, virando potoca, principalmente a que proíbe desfiles e “pegas” de veículos nas praias, em prática. Com esta última, fazem pior, transformaram a da Maria José em porto de embarque, desembarque e comercialização ilegal de madeiras. Os órgãos encarregados da fiscalização, do Estado e do Município, não estão nem aí, muito menos o Ibama. Recentemente, pescador pobre, morador há mais de 40 anos em área às margens do Lago do Juá, se queixou a este jornal de haver assinado (2009), mediante coação de um fiscal da SEMMA, documento onde era multado em 50 mil reais, acusado de destruir a floresta. Coisas absurdas não fazem sentido. Quanto vale em multa fazer “pegas” nas praias colocando vidas em risco e a destruição por madeireiros da Maria José? O ambientalista, Padre Edilberto Sena, sabe calcular.

BRIGA DE GENTE GRANDE

A decisão do Conselho Nacional da OAB (20 x 4), decretando por 180 dias Intervenção na Seccional do Pará, afastando da direção seu presidente Jarbas Vasconcelos e diretores para abertura de processo ético/disciplinar a fim de apurar irregularidades na venda “posteriormente desfeita”, tida como ilegal, do terreno pertencente a Secção de Altamira, pode redundar numa tremenda lavagem de roupa suja entre o atual e os ex-dirigentes no Estado. Jarbas declara estar sendo vítima dos colegas que perderam cartões coorporativos, carros, franquias telefônicas ao custo de 100 mil reais/mês e uso indevido de dinheiro da Seccional, pagando 2 milhões de contas atrasadas e colocando um freio moral e ético nos desmandos na entidade. Acusa o presidente da Nacional, Ofhir Cavalcante, de ter mandado demolir “2006” a sede da OAB em Altamira, mas Ofhir nega. Ainda vem muita bala pela frente.

NÃO SE EXPLICAM

A cidade de Alenquer é conhecida como terra dos contrastes, Santarém, onde tudo pode acontecer. Na segunda e terça-feira, no “Senadinho” da Garapeira Ypiranga na Praça da Matriz, dois assuntos ocorridos na semana anterior tomaram conta do tempo dos “senadores”: a outorga do diploma “Amigo do CIOP” a um banqueiro do Bicho e de máquinas caça-níqueis “contravenção penal”, por “inestimáveis serviços” prestados ao órgão auxiliar do 3º BPM. O outro, a permanência de uma ambulância de clínica particular no interior do Hospital Regional em frente ao almoxarifado, suspeita de estar recolhendo ou entregando remédios do SUS. Os “senadores” acham ser dever do 3º BPM e do diretor geral do hospital darem satisfação à população. Será se dão?

CERTO, MAS NÃO CORRETO

O exame da OAB, privativo a concluintes do curso de Direito para se inscreverem na Ordem e exercerem a profissão mediante aprovação, deixa de ser objeto de despachos favoráveis de magistrados as ações de formandos, onde determinavam suas inscrições sem passarem pelo teste a muitas seccionais, com argumento da exigência ferir direito constitucional ao livre exercício da profissão. Por unanimidade os ministros do Supremo Tribunal Federal reconheceram da exigência do exame ser constitucional e não violar dispositivos da Constituição. Não sou cultor do direito, simplesmente curioso da matéria, mas o correto seria da obrigatoriedade ser extensiva a todas as profissões de formação superior, não só aos concluintes de Direito. Isso contraria princípios da dignidade da pessoa humana, na rua onde moro chamam de discriminação.

A VIGARICE CONTINUA

Fica sem explicação dos órgãos encarregados da Saúde no Município e do delegado superintendente da Polícia Civil em Santarém, ainda não terem tomado providências contra a existência “bastante tempo”, de veículos particulares dotados de auto-falantes e caixas de som, de um dono só, transportando falsos doentes deitados nos bancos traseiros “cobertos com lençol” em locais movimentados, implorando a caridade pública, ajuda financeira pra compra de alimentos e medicamentos para salvar a vida do “enfermo” em estado terminal, desenganado pela medicina. Falam do “empresário” da vigarice rentável, contar com a cobertura de um policial. Os doutores Emanuel Silva (Secretário de Saúde) e Gilberto Aguiar (Polícia Civil) carregam um pouco de culpa dessa vigarice percorrer as ruas da cidade. Já era tempo de acabar.

FALTA DE SINALIZAÇÃO

A desorganização do trânsito em Santarém tem sido cantado em prosa e verso pela mídia local, apontado como ruim, talvez um dos piores do interior do Pará. Muitas vidas têm sido cortadas e outras tantas entram no rol dos mutilados. Semana passada, em um dia, se registrou 4 acidentes, ocasionando duas mortes. Uma das vítimas, ao tentar parar o veículo de pequeno porte foi arrastado por mais de 50 metros por um ônibus em disparada, sobrevivendo poucos minutos, falecendo na ambulância quando se dirigia ao Pronto Socorro Municipal. O local foi num dos cruzamentos mais movimentados da cidade, avenida Rui Barbosa com Professor Carvalho, há muito tempo bradando a colocação de semáforo, só o Sandro Lopes não ouvia e nem passava por lá. Há outros perigosos, se o titular dos Transportes se dispuser a fazer sinalização, vidas preciosas serão preservadas.

TURMA DO BARULHO

Obedecida às devidas proporções, tomando como base a população, o estado do Amapá é o mais corrupto do País. Relatório final elaborado pela Polícia Federal na apuração do inquérito da Operação Mãos Limpas “2010”, remetido ao Superior Tribunal de Justiça, aponta do esquema de assalto, as instituições políticas do ex-território (Estado e Prefeitura) tenham nos últimos anos desviado acima de 1 bilhão de reais e os super-preços em alguns setores, todos corruptos, atingiu a 2760%, não tem ninguém preso. O ex-Governador “8 anos” e mais de uma dezena de ex-auxiliares respondem pelos crimes em liberdade. O atual prefeito de Macapá, Roberto Góes, passou o último Natal, entrada de Ano e Carnaval preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília. Solto, reassumiu o cargo. Bom, né? Julgamento ou prisão dos “premiados” com 1 Bilhão da viúva só Dia de São Nunca.

O QUADRO É O MESMO

Em Santarém, onde lideranças políticas começam a tecer coligações para disputarem as municipais “prefeitos e vereadores” de 2012, 11 meses distante, continua tudo como antes. Pré-candidatos só o dep. Alexandre Von “PSDB”, de oposição ao governo municipal e o provável “quase certo”, Inácio Correa, do “PT”, da situação, e do serventuário da Justiça, Márcio Pinto, pelo PSOL, outros, se suas legendas não forem coadjuvantes dos dois primeiros, algumas ficam à espera das eleições serem disputadas em dois turnos, se até fins de março (2012) o Eleitoral conseguir atingir os 200 mil eleitores. A novidade, ainda na base da promessa, é do PPS, dono de “muitos votos”, há tempos sem eleger um Vereador, indique o vice-governador Helenilson Cunha como candidato, e a ameaça do PDT, se isso ocorrer, de lançar Odair Correa, aí não tem nada pra ninguém, o ex pode ganhar. Von e Inácio que se cuidem.

MISSÃO IMPOSSÍVEL

Insegurança, criminalidade, impunidade e violência no País andam de braços dados fazendo parte do cotidiano dos nacionais. Pesquisa feita pelo IBOPE, recentemente divulgado, mostra que 30% dos brasileiros, ou seja, 60 milhões, nos últimos 12 meses foram vítimas de um desses crimes. Maioria da população é favorável à Pena de Morte, mudanças nas Leis do Trânsito e redução da Idade Penal para 16 anos. Todos os municípios e comunidades sofrem essa situação, não existe local seguro nem nas cadeias e penitenciárias reina tranqüilidade. Em Santarém, mês passado, numa comunidade de colônia, casal de idosos, ele com 78, cego, ela, paralítica, de 88, foram barbaramente assassinados com várias perfurações à faca pelos corpos. Descobrir a autoria, missão impossível para a Polícia, não deixaram pistas, só Cristo sabe.

MANCHETES

Filé mignon e caviar: “Pagot, ex do DNIT tem mágoas da companheira Dilma”; “Novo ministro dos Esportes não quer ver Ong por perto”; “85 bilhões de reais (dinheiro público) são surrupiados por ano no Brasil”; “Os Jogos Panamericanos do Rio “2007” custou 4 vezes mais que a do México em 2011”; “O ex dos Esportes, acusado “de verdade” por corrupção, se diz vítima de luta de classes”; “Cuidar bem da Saúde, prolongando a vida, só na Clínica Albany”. Carne de pescoço e cachaça: “Agricultor estupra filha de 13”; “Motorista bêbado atropela e mata engenheiro no acostamento”; “Nora agride sogra de 85”; “Idoso de 87, cansado de chifre, mata companheira “gatinha” de 73”; “A possibilidade de um corrupto rico ser condenado é de 5%, um pobre 100%”; “Sentinela mata soldado que estava dormindo”; “Ladrões, matam, roubam e fogem”; “Jovem morto quando capinava”. A diferença no cardápio é grande!

Por: Ronaldo Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *