Refletores do Colosso do Tapajós funcionam pela metade

Refletores estão com problemas

A falta de iluminação adequada no Estádio Colosso do Tapajós virou alvo de críticas de torcedores dos dois maiores clubes do Oeste do Pará, o São Francisco e o São Raimundo. Uma fonte informou que os refletores do Estádio funcionam com apenas 50% da capacidade total e, que precisam urgentemente passar por reformas.

Durante o jogo entre São Francisco e Tuna Luso, na noite de domingo, 25, no Colosso do Tapajós, dezenas de torcedores reclamaram da pouca visibilidade dos jogadores em campo, devido a falta de iluminação adequada dos refletores. Mesmo com a pouca visibilidade, o São Francisco derrotou a Tuna Luso pelo placar de 2 a 0.

Considerado o maior estádio da região oeste paraense, o Colosso do Tapajós tem capacidade para cerca de 20 mil pessoas, mas atualmente recebe apenas a metade dessa lotação. O motivo seria a falta de conclusão da outra banda da praça de esportes e a adequação das arquibancadas ao Estatuto do Torcedor.

Em relação a reforma dos refletores, funcionários da Prefeitura de Santarém avaliam em R$ 90 mil o orçamento completo para os reparos nas luzes e na fiação das quatro torres de iluminação do Colosso do Tapajós.

Fonte: RG 15/O Impacto

3 comentários em “Refletores do Colosso do Tapajós funcionam pela metade

  • 18 de abril de 2012 em 15:35
    Permalink

    Pode ser veadrde ne3o…e9 veadrde. Foi assinado para ser de todos, como condie7e3o do este1dio passar para o Estado. Ne3o he1 como pertencer a um clube sf3. Sere1 exatamente nos moldes do Mineire3o, que e9 estadual, e9 onde jogam Cruzeiro e Atle9tico ale9m do Ame9rica que tem este1dio prf3prio (arrendado), o Independeancia. Assim como o Vitf3ria tere1 o sua arena e mandare1 jogos maiores no Kleber Andrade. Ne3o se trata de opinie3o, trata-se do que este1 no papel e assinado.

    Resposta
  • 29 de março de 2012 em 11:27
    Permalink

    “OFÍCIO Nº 0001/2012 Santarém, 26 de Março de 2012.

    C/ Cópia aos presidentes do Conselho Deliberativo, Assembléia Geral e Membros da Comissão Administrativa do clube.

    As torcidas organizadas do São Raimundo Esporte Clube, representadas pelos seus respectivos presidentes: Fúria Alvinegra, senhor Mauricio Maciel, Garra Alvinegra, senhor Alcebíades Martins Dias, Guardiões Alvinegros, senhor Claudilson dos Santos Rocha e Guerreiros Alvinegros, senhor Daniel Augusto Ferreira.

    Vimos a público consternar o nosso repudio pela forma vergonhosa e irresponsável que esta sendo conduzido o São Raimundo Esporte Clube, o nosso São Raimundo é um clube de tradição, representa o amor de milhares de pessoas apaixonadas que tem neste clube o orgulho de viver. O Presidente tem o dever de respeitar as pessoas que suas historia de vida se trilhasse com á historia do clube.

    O São Raimundo Esporte Clube vem sendo administrado pelo senhor Rosinaldo Batista do Vale com uma total falta de compromisso e respeito com a instituição, não tendo presença no dia a dia do clube, o não comparecimento na sede da instituição, não cumprindo com suas obrigações estatutárias vigente na Instituição, vindo ao ponto de entregar o Departamento de Futebol e administrativo a terceiros, pessoas estas que não fazem parte do quadro de social do clube, a não prestação de contas do período de 2007 a 2011, e o não cumprimento do acordo judicial mantido entre o atual presidente e os demais conselheiros da instituição São Raimundo Esporte Clube e por não haver condições ética, moral do senhor Rosinaldo Batista do Vale perante a nação Alvinegra e o mesmo continua nos representando.

    Por todas essas razões expressadas, nós das torcidas organizadas do São Raimundo Esporte Clube, viemos ao senhor Rosinaldo Batista do Vale pedir a sua RENUNCIA da presidência do clube no prazo de máximo de 72 (setenta e duas horas) a contar da data do recebimento do presente oficio, e que o vice presidente assuma o cargo com a obrigatoriedade de convocar novas eleições conforme os prazos estatutários do clube, o não cumprimento desta reivindicação será considerado como um desacato uma total falta de respeito pela nação alvinegra o que acarretara em medidas judiciais e extras judiciais cabíveis, com nota de repudio na imprensa santarena a sua pessoa.

    Atenciosamente.

    Claudilson dos Santos Rocha
    Guardiões Alvinegros

    Mauricio Maciel
    Fúria Alvinegra

    Daniel Augusto Ferreira
    Guerreiros Alvinegros

    Alcebíades Martins Dias
    Garra Alvinegra

    Resposta
    • 17 de abril de 2012 em 23:31
      Permalink

      Tenho um tf3pico na comunidade Itajai, onde ilancimente estava postando alguns causos enraizados em minhas lembrane7as de menino e adolescente. Tem poemas, tem crf4nicas, quase sempre contendo uma forte dose de saudosismo. Por sinal, iniciei o tf3pico falando do Marcedlio Dias.E esse Marcedlio Dias, hoje tristemente relegado a um segundo plano dentro das competie7f5es profissionais do estado, consequeancia, certamente, dos desmandos ou mandos equivocados de pessoas que o assumiram sem capacidade para tal, ou intene7f5es equivocadas, esse mesmo Marcedlio Dias, faz parte das minhas mais bucf3licas e belas lembrane7as da infe2ncia e da juventude. Ali vendi torradinho, pulei muro para assistir as partidas nos domingos a tarde.Noutras tardes fiquei tristemente do lado de fora, sf3 escutando o barulho da torcida.Ali, nesse este1dio, templo dos meus sonhos de menino como tantos, de um dia virar jogador de futebol, contar com aquele vigor fedsico, com aquela habilidade dos jogadores que tanto admirava e assim eram quase idolatrados nas suas e cale7adas.Ali, naquelas cores daquelas camisas, este3o agregados parte grande dos meus sonhos de menino.Mais tarde pude viver pelas pernas do meu filho, o prazer do sonho realizado por ele para mim, certamente, de ser jogador do Marcedlio Dias. Grato Xandi, que foi um bom lateral direito do Siri Mece2nico.E le1 se ve3o minhas saudades e meu sonho de que se ne3o posso mais ser um jogador, mas que o Marcedlio ainda seja campee3o. EACOELHO

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.