Ibama desarticula roubo de madeira em Santarém

Balsas e empurrador apreendidos

O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) desarticulou  na terça-feira (8), um esquema para roubar e esquentar 2,1 mil m3 de madeira em tora, o que equivale a cerca de 100 caminhões, apreendidos pelo instituto na região do  rio Curuatinga, a cerca de 150 km de Santarém, Oeste paraense. A informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira (9).

Na ação, que começou no final de abril, duas balsas e um empurrador utilizados na operação criminosa foram apreendidos. Os arrendatários das embarcações, além de multados em R$ 158 mil, vão responder a inquérito criminal na Polícia Federal pelo roubo do material apreendido.

“As balsas tinham capacidade para transportar milhares de metros cúbicos de uma vez. Se não tivéssemos feito a ação naquele momento exato, hoje só haveria o rastro da madeira apreendida”, explicou o chefe da Divisão de Fiscalização do Ibama em Santarém, Tiago Jara, coordenador da ação.

Um plano de manejo florestal em Uruará, distante 150 km do Curuatinga — encarregado pelo esquema de emitir guias florestais fraudadas para ‘legalizar’ a madeira roubada —, também foi identificado, autuado em R$ 400 mil e bloqueado no Sisflora (o sistema estadual que controla o comércio de produtos florestais no Pará). As duas madeireiras que receptariam a carga depois do esquentamento foram descobertas e poderão ser embargadas, depois de fiscalizadas.

Os 2,1 mil m3 de toras foram apreendidos em outubro de 2011, durante uma operação de combate ao desmatamento ilegal nas margens do rio. Elas estavam estocadas em esplanadas georreferenciadas na mata ciliar, aguardando a conclusão do processo administrativo que vai doar a madeira à Defesa Civil de Santarém.

No dia 27 de abril, os agentes do Ibama chegaram de helicóptero ao local e flagraram os criminosos roubando as toras, que eram carregadas nas balsas, com a ajuda de tratores e caminhões. Ao avistar a aeronave, os homens fugiram com as máquinas para o interior da mata. Uma das balsas, já carregada com 527 m3 da madeira roubada, também tentou escapar, mas acabou interceptada a cerca de 10 km rio acima.

Todos os envolvidos na tentativa de roubo e no esquema para o esquentamento dos produtos florestais apreendidos pelo Ibama foram denunciados à Polícia Federal.

Fonte: RG 15/O Impacto e Tiago Jara (Ibama)

Um comentário em “Ibama desarticula roubo de madeira em Santarém

  • 10 de maio de 2012 em 06:44
    Permalink

    É para esse ralo que são direcionados milhares de reais dos cofres Públicos. Essa sangria enorme pode ser muito bem evitada, se os Governos em todas as esferas começarem a agir na legalidade, separando o joio do trigo, começando a legalizar emprersas do seguimento madeireiro. Criam dificuldades para vender facilidades, fomentando assim a industria da propina e a ilegalidade. Toda essa dinheirama gasta em operações pirotecnicas poderia ser aplicado em recursos humanos em todos esses orgãos que atuam em favor do tão falado meio ambiante, fazendo funconar os mecanismos ja existentes, para que os hoje clandestinos também pagassem impostos e outros tributos. Preferem tentar mostrar serviços na contra mão. So multar não leva a lugar nenhum, pois o mal ja foi feito. Trabalhem com ações no sentido de evitar a retirada de madeiras nobres ilegalmente das florestas mostrando a que vieram.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *