Secretaria de Turismo busca estratégia para atrair turistas a Santarém

Praia de Alter do Chão submersa

A inundação das praias por conta do inverno rigoroso deste ano levou a Secretaria Municipal de Turismo e Integração Regional a buscar estratégias para atrair visitantes a Santarém no período chuvoso. Por conta do inverno rigoroso, as principais praias de Santarém, como Alter do Chão, Ponta de Pedras, Pajuçara, Carapanari, Maracanã, entre outras, ficaram submersas.

Mesmo com o período invernoso, segundo o titular da Secretaria de Turismo, Éder Pantoja, existe a ponte aérea entre São Paulo e Manaus, pela qual muitos turistas que vêm para o Amazonas, acabam visitando Santarém.

Éder explica que o entrave na divulgação do turismo fica por conta das praias submersas.

O Secretário adianta que a Semtur vai fazer a pesquisa do observatório, a qual é realizada de 06 em 06 meses, para que em julho próximo, seja lançado o terceiro observatório, com a proposta de ver de que forma foi o impacto causado pelo inverno na questão turística.

O observatório também tem como objetivo analisar se foi baixa a procura nos hotéis, restaurantes e trade’s turísticos ou se ficou às margens do ano passado, quando foi registrado 64% de hospedagens na cidade.

Éder ressalta que a Semtur está trabalhando para fazer a divulgação de Santarém o ano inteiro, pelo fato de que em anos anteriores, apenas as praias foram divulgadas, o que no período invernoso acaba sendo prejudicada.

A idéia, de acordo com Éder, é divulgar que a cidade oferece também outros atrativos no período das chuvas, de janeiro a junho, como os igarapés, lagos, a floresta encantada e principalmente trazer eventos grandes, como o festival gastronômico, para que mais visitantes possam chegar a Santarém.

Fonte: RG 15/O Impacto

6 comentários em “Secretaria de Turismo busca estratégia para atrair turistas a Santarém

  • 11 de julho de 2012 em 13:44
    Permalink

    Â TODOS OS AMIGOS QUE ESCREVERAM, MEUS PARABÉNS TUDO VERDADE! SECRETARIO DE TURISMO O TURISTA NÃO QUER SOMENTE ALTER DO CHÃO. ELE QUER VER A CIDADE E OS BAIRROS MAIS VER O QUE? RUA EMBURACADAS, ESGOTO A CÉU ABERTO,URUBUS NAS CALÇADAS, ÁGUA VAZANDO POR TODO LADO, EU AINDA NÃO ENTENDI QUE ÁGUA É ESSA QUE CORRE DIAE NOITE NOS CANTOS DAS RUAS. PREFEITINHA FICOU 08 ANOS NO PODER E NÃO FEZ NADA PELA PRAÇA DO SANTÍSSIMO, TEM UMA IGREJA LINDA PODERIA SER UM ATRATIVO AO TURISTA A VISITAÇÃO DA PRAÇA E DA IGREJA E TBM PARA O MORADOR PARA POPULAÇÃO.

    Resposta
  • 5 de julho de 2012 em 18:13
    Permalink

    Tem que haver uma boa receptividade por parte dos \”BARRAQUEIROS\” nas praias, pois o atendimento é péssimo e a higiene passa longe, fora que não há banheiro para quem esta na \”ilha\” em Alter-do-Chão. Recebi visita de amigos do RJ e ao levá-los para almoçar em Alter-do-Chão, pedi a conta e o preço cobrado não era o mesmo do cardápio apresentado, ao ser questionado o atendente respondeu de forma ríspida e intimidatória que o preço do cardápio era um, porém o preço era o que havia apresentado, pois houve aumento e eles não efetuaram a troca ainda. Fiquei constrangido e para não deixar uma péssima impressão paguei a conta e não questionei. A dica é colocar garçons com experiência ou no minimo com um pouco de educação. Todos em nossa cidade já devem ter passado por algum tipo de situação de péssimo atendimento ou maus trato no comércio local. Fica a dica….

    Resposta
  • 31 de maio de 2012 em 00:40
    Permalink

    DICA: asfaltem e identifiquem as ruas de STM, pois o turista não quer saber apenas de ALTER; mobilizem junto ao governo federal para aumentar o aeroporto da cidade, o qual é desconfortável e menor que um OVO; limpem a cidade, acabem com o ESGOTO ao céu aberto….ficam as DICAS!!!!!!!!!

    Resposta
  • 30 de maio de 2012 em 11:49
    Permalink

    Primeiramente tem que se respeitar o turista. Cobrar preços exorbitantes por um prato de comida na orla de Alter ou ficar mais de meia hora a espera de atendimento é muito complicado. A natureza da região é exuberante, mas ela por si só não vai atrair os turistas. As pessoas envolvidas tem que cooperar.

    Resposta
  • 30 de maio de 2012 em 10:38
    Permalink

    primeiro tem que se arrumar mesmo as ruas de santarem, o turista não que só saber de praia ele que da uma volta na cidade e vai da de cara com essas linda RUAS de santarem. e so buraco vamos trabalhar prefeita a hora esta chegando de pegar o beco.

    Resposta
  • 29 de maio de 2012 em 17:04
    Permalink

    Ué! É só arrumar as ruas da cidade e os empresários da hotelaria deixarem de achar que estão à beira mar! É mais barato ficar uma semana em um hotel em fortaleza que em Alter-do-Chão!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *