Linhão de Tucuruí para juruti já é uma realidade

Ricardo Malta, consultor da empresa Ambientare
Ricardo Malta, consultor da empresa Ambientare

Depois de comemorar a aprovação da construção do novo porto de Juruti, a construção do moderno prédio do Campus da Ufopa em andamento, o asfaltamento Inicial de 5 km de ruas, a recuperação e abertura de estradas na Galileia, o início do programa Luz Para Todos para a região de Juruti Velho e muitas outras conquistas do atual governo municipal, a população jurutiense tem mais um grande motivo para soltar fogos.
Está no município o senhor Ricardo Malta, consultor da empresa Ambientare, do RJ, contratada para realizar os estudos de impactos ambientais para licenciamento da linha de transmissão de energia de Tucuruí para Juruti chegando até Parintins. Ele foi recebido na manhã de quinta-feira, 6, pelo prefeito Marco Aurelio Dolzane do Couto que estava acompanhado de vários vereadores. Ricardo também reuniu com secretários municipais e o vice-prefeito, Jonas Morais, quando comunicou oficialmente o traçado por onde vai passar o Linhão até chegar em Juruti.
Segundo ele, os estudos ambientais devem levar três meses, depois disso cabe ao Ibama analisar os dados e fazer audiências públicas para discutir o assunto. Concluída essa etapa, começa a implantação das torres que trarão a energia tão esperada e sonhada pelos jurutienses. O rebaixamento do Linhão de Tucuruí para Oriximiná, Óbidos e Juruti é uma das reivindicações da Amucan (Associação dos Municípios da Calha Norte) da qual o prefeito de Juruti é presidente. A previsão final é que em dois anos a energia de Tucuruí chegue em Juruti e passe a beneficiar tanto a cidade como a zona rural.
Fonte: RG 15/O Impacto e Rui Neri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *