Mangueira desaba e destrói fiação elétrica na Avenida Rui Barbosa

Árvore ficou atravessada na Avenida
Árvore ficou atravessada na Avenida

Uma mangueira centenária desabou por volta de 10h, desta terça-feira, 30, na Avenida Rui Barbosa, entre as travessas 15 de Novembro e Francisco Corrêa, no centro de Santarém, destruindo a fiação elétrica e obstruindo o trânsito na via. Durante a queda da árvore, por sorte ninguém ficou ferido, apenas danos ocorreram em residências e na fiação elétrica.

Por conta do incidente, um grande congestionamento se formou na Avenida Rui Barbosa e em vias adjacentes. Homens do 4º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) foram acionados para fazer a retirada da arvore.

De acordo com os Bombeiros, o temor foi de que durante a queda da árvore algum transeunte fosse tocado ou um ônibus lotado de passageiros tivesse sido atingido pela arvore.

Outros problemas já aconteceram na Avenida Rui Barbosa envolvendo árvores centenárias. Em janeiro de 2013, moradores da Avenida Rui Barbosa, próximo a travessa Inácio Correa, pediram ao Corpo de Bombeiros e a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) a retirada de uma mangueira centenária que estava prestes a cair e causar sérios danos a várias residências.

A árvore havia perdido toda a folhagem e apodreceu por causa das chuvas. Na época, alguns moradores disseram que quando chovia a árvore balançava. O risco era de cair em cima das casas, carros ou pedestres. Após ter sido informado pelos moradores, o Corpo de Bombeiros realizou a retirada da árvore.

Porém, diversas árvores centenárias, principalmente mangueiras continuam na Avenida Rui Barbosa, mais precisamente no trecho compreendido entre as travessas Francisco Corrêa e dos Mártires, na área central da cidade, ocasionando riscos a veículos e pedestres.

OUTRO CASO: No dia 18 deste mês, a chuva e o vento forte que caíram sobre Santarém derrubaram uma árvore centenária na Praça da Matriz, no centro da cidade. A árvore, que ficava próximo à Catedral de Nossa Senhora da Conceição e à Receita Federal caiu no meio da rua e, para não atrapalhar o trânsito, o Corpo de Bombeiros teve que serrar para retirá-la do local. Segundo o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido.

A árvore é uma dos benjaminzeiros da praça. Ano passado, duas dessas árvores foram retiradas porque estavam tomadas por erva de passarinho, uma praga que afeta vegetais e se alimenta dos nutrientes, podendo matá-las. As árvores são históricas e abrigam pássaros e proporcionam sombra e clima agradável naquela área da cidade.

Segundo especialistas no assunto, essas árvores por serem velhas demais não estão recebendo tratamento adequado por parte da Secretaria de Agricultura e do Meio Ambiente. Agora, com a chegada do inverno, muitas delas oferecem perigo à população. O caso é sério e deve ser olhado com bastante cuidado pelo poder público.

Fonte: RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *