Estádio Colosso do Tapajós sendo preparado para Congresso da Paz

Estruturas sendo montadas para Congresso da Paz
Estruturas sendo montadas para Congresso da Paz

De nada adiantou todo o estardalhaço criado pelos quatro cantos da cidade com relação à realização do Congresso da Paz no estádio Colosso do Tapajós, em Santarém. A ida do vereador Reginaldo Campos à sede da CBF para solicitar que as datas dos jogos dos times de Santarém no Campeonato Brasileiro da Série D fossem transferidas, para que o Congresso fosse realizado, deu o que falar. A opinião pública a favor e contra viralizou nas redes sociais, pois falavam que as datas dos jogos dos clubes de Santarém seriam alteradas e que a grama do estádio seria prejudicada. Também a polêmica sobre a religião veio à tona, pois o Congresso da Paz é da Igreja Evangélica e o Cristoval, que é da Igreja Católica, saiu do estádio e agora é realizado no Parque da Cidade.

O Vereador e presidente da Câmara Municipal de Santarém foi alvo de muitas críticas, junto com o prefeito Alexandre Von. Os presidentes do São Raimundo e São Francisco, em primeiro plano consentiram a ida do Vereador à sede da CBF, mas depois desmentiram.

O São Raimundo se classificou em 1º lugar na sua chave e o São Francisco foi eliminado. O Pantera santareno jogará contra o Juazeirense da Bahia, em confronto tipo mata-mata. O primeiro encontro será dia 31 de julho, no Estádio Adauto Moraes, na Bahia. A partida de volta será dia 7 de agosto, no Estádio Colosso do Tapajós, em Santarém.

O Congresso da Paz acontecerá neste final de semana, em Santarém, entre os dias 22 e 24, no estádio Colosso do Tapajós, ou seja, três dias de louvor e adoração. As estruturas dos palcos estão sendo montadas para a realização do evento. Portanto, de nada adiantou a polêmica sobre a realização do evento religioso no estádio, pois o jogo do São Raimundo é só dia 7 de agosto.

Fonte: RG 15/O Impacto

2 comentários em “Estádio Colosso do Tapajós sendo preparado para Congresso da Paz

  • 21 de julho de 2016 em 14:41
    Permalink

    Isso é uma grande palhaçada. Não o evento em si, que deve acontecer, mas acredito que em um espaço apropriado e que não cause danos ao patrimônio público. Tenho certeza que isso trará prejuízo aos cofres público e espero que o Ministério Público esteja vigilante para que mais esta conta não seja paga por nós. Por um espaço para eventos religiosos o mais rápido possível e por responsabilização de eventuais danos.

    Resposta
  • 20 de julho de 2016 em 17:22
    Permalink

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….abriram as pernas e o colosso virou circo…aleluia.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *