Um convite especial inusitado

UM CONVITE ESPECIAL INUSITADO: O Brasil inteiro assistiu estarrecido à posse da Ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, na Presidência daquela Corte, assim como viu também sentados no lugar de honra vários políticos implicados em processos da Lava Jato, especialmente o ex-presidente Lula que já é réu em três ações e é tido, no mundo inteiro, como comandante maior e o responsável pela sangria dos cofres públicos praticada por ele mesmo, vários políticos e empresários. Pois é, o Lula, o Sarney e o Fernando Pimentel, Governador de Minas Gerais foram todos convidados da ministra. Com este ato, a Magistrada está sendo alvo das mais severas críticas por ter levado àquela solenidade da Corte maior do País, pessoas que tem a reputação maculada por atos de corrupção, de desmandos, de mentiras, e despontam no cenário nacional e internacional como as mais nefastas à política e a economia do País. Efetivamente, a Ministra se mostrou sem traquejo na formação da lista dos seus convidados, o que fez com que recebesse dos brasileiros a mais ferrenha condenação por tais atos.

UMA PROMESSA INVIÁVEL: Chego a estranhar a proposta de campanha do Prefeito Alexandre Von, que agora abraçou com unhas e dentes a criação do Estado do Tapajós. Estranho, pelo fato de que o Alexandre nunca foi um ferrenho defensor do Estado do Tapajós, mas participou do movimento de forma desmotivada e sem empregar ações declaradamente voltadas para a criação do Estado. Por outro lado, a sua promessa de campanha se constitui numa manifestação inviável a olhos nus, isto porque, todo mundo sabe que o Jatene, Governador do Estado e do Partido do Prefeito, sempre foi contra a separação fazendo inclusive campanha ferrenha contra o movimento, fato que, alias, fez com que Alexandre se amoitasse no propósito do novo Estado. Dizer agora, em plena campanha, que a criação do Estado do Tapajós é sua bandeira, é fazer pouco caso da inteligência do eleitor.

GANHANDO PONTO: O “Projeto Crescer”, de iniciativa do atual Governo Federal que pretende impulsionar os investimentos no País com reformas nas concessões dos serviços e obras públicas, além de fortalecer a segurança jurídica nos contratos que firmar. Pretende, portanto, o Governo Temer implantar uma desestatização para privatizar aeroportos, transportes ferroviários, empresas de energia elétrica de alguns Estados e até mesmo alguns jogos lotéricos. Promete com isso, alavancar o progresso e o crescimento da economia, já visando com o projeto arrecadar alguns bilhões de reais. Espera-se que a iniciativa saia do papel e não se transforme em tantas outras que o Governo Dilma anunciou e nunca colocou em prática. Vamos aguardar!

PERDENDO PONTO: O Governo do Pará que oferece às crianças e jovens estudantes o pior ambiente do Brasil para as escolas do Estado, como mostra o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB), que permite comparar índices e rankings da educação de todo o País, agrupando resultados dos indicadores de cada município, incluindo a permanência dos alunos nas escolas. Com escolas sucateadas, sem paredes, com instalações elétricas improvisadas e constantemente invadidas por bandidos, não é de se estranhar que a Educação Pública paraense apresente desempenho tão lamentável. De acordo com o estudo, o índice geral é de 3,5, ficando atrás de Estados menores e mais pobres, como Maranhão, Piauí e Amapá. No outro extremo oposto estão São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina os que obtiveram maior média, com índices de 5,1, 5,0 e 5,0, respectivamente. A avaliação foi feita em 2015.

PONTUANDO: # Aumento da criminalidade – Sinceramente já não sabemos o que fazer com tanta criminalidade em Santarém e que recrudesce a cada dia. Chegamos a um ponto que o número de assaltos, homicídios, invasão de domicílio e aumento do tráfico de drogas atingem patamares inaceitáveis. Quase todo fim de semana ocorrem um, dois, ou mais homicídios. Quanto aos assaltos, estes são incontáveis, e nada, nada mesmo traz a diminuição do índice, ao contrário, aumentou nos últimos meses. Nem mesmo as operações conjuntas das forças de segurança vêm conseguindo conter os assaltos e furtos. Ou seja, nem a ação incansável da Polícia Militar, nem as diligências da Polícia Civil dão cabo de tantos bandidos. A coisa está feia! # Trânsito incontrolável – O Prefeito de Santarém pode terminar seu mandato e não conseguiu dotar a cidade de sensores eletrônicos (radares) para captar os excessos de velocidade e avanço de sinal no trânsito de Santarém.  A cada dia há um acidente grave que ceifa a vida das pessoas. As causas são muitas, mas dentre elas, o avanço de sinal e o excesso de velocidade são fatores determinantes para muitas mortes. # Sinalização precária – Sem contarmos com os sensores eletrônicos, o trânsito não melhora em termos de redução de acidentes mesmo com a sinalização horizontal que o Prefeito mandou fazer de última hora e de cunho eleitoreiro. É que o povo ainda não está acostumado a obedecer a faixas, e o avanço de sinal não vai lhe acarretar qualquer multa já que temos pouquíssimos agentes de trânsito. Os motoristas devem circular confiando em Deus e em si próprios, pois o Poder Público não está nem aí para o grande índice de acidentes. # Descaso – Enquanto aumentam os acidentes de trânsito, aumentam os assaltos e homicídios, aumenta o tráfico de drogas e a insegurança em todos os bairros, o Prefeito Alexandre Von até hoje não criou a tal Guarda Municipal, não se preocupou em formar fileiras com outras autoridades, inclusive o Governo do Estado, para dar um basta em tudo isso. Não sei como ele tem coragem de dizer que se preocupa com o povo de Santarém. # Suicídios no Brasil – Em 2014 ocorreram mais de 10.600 suicídios no País. 98% desses indivíduos eram portadores de transtornos mentais, como depressão, transtorno bipolar, esquizofrenia e dependência de drogas, conforme informa a Coordenação de Comissão de Combate ao Suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria. No mundo inteiro, a cada ano se registram 800 mil suicídios. É um índice muito alto! # Operação Sorriso – As autoridades do nosso Município deviam expressar os mais veementes agradecimentos à atitude dos médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde que a cada ano realizam em Santarém a Operação Sorriso, reparando defeitos congênitos nos lábios e palato de milhares de pessoas, a maioria crianças que, muitas das vezes, paupérrimas, não podem custear, nem agora nem no futuro, uma cirurgia de tamanha envergadura. Infelizmente, as qualidades e as ações destes profissionais, não são reconhecidas pelo gestor municipal, já que eles contribuem em muito com a saúde do povo. # Auxílio defeso indevido – São 500 mil pescadores do Brasil que recebem o Auxílio Defeso no valor de um salário mínimo, durante a época da procriação dos peixes (piracema). Acontece que o atual Governo Federal descobriu que só em Brasília, cadastrados como pescadores do Lago Paranoá, existem 45 mil pescadores, os quais se sentarem-se lado a lado, pescando naquele lago iriam ficar mais apertados do que no estádio Maracanã em dia de lotação. Todo esse contingente foi registrado pelo PT para receberem beneficiamento do Seguro Defeso. Isto sem se falar nos fantasmas do Bolsa Família, que no Governo do PT chegaram a 10 mil pessoas recebendo o auxílio sem ter direito. É muita roubalheira! # Temer  diminuindo os custos  – O Senado aprovou na noite de quinta-feira (8) uma medida provisória que reduz para 26 a quantidade de ministérios. A proposta foi enviada presidente Michel Temer em maio, quando assumiu interinamente a Presidência da República. Com a aprovação, por 44 votos favoráveis, 6 contrários e 1 abstenção, a Esplanada dos Ministérios teve uma diminuição de oito pastas – eram 32 quando Temer assumiu. # Vi no facebook – Uma indagação apropriada foi publicada no facebook que me obrigou a reconhecer que a pergunta tem fundamento. Vejamos a formulação: “Se é perigoso ficar sem cinto no automóvel, por que temos e podemos andar em pé nos ônibus?” Coisas da legislação brasileira!  # A Ministra e o doleiro Fayed Traboulsi – O jornalista Mino Pedrosa publica em seu blog que a Ministra Carmen Lúcia comprou do doleiro Fayed Traboulsi, envolvido na Operação Lava Jato, uma mansão no Lago Sul, pela quantia de 1 milhão e 700 mil reais. O jornalista informa que ela caiu numa armadilha, já que o imóvel estava registrado em nome de outra pessoa, mas que no fundo pertence ao doleiro e tudo foi feito para que o negócio expressasse a mais pura legalidade. # Cassação de Eduardo Cunha – A cassação do deputado Eduardo Cunha se fundamentou na falta de decoro parlamentar e em três processos que o mesmo responde na Justiça. Só por isso, o que já é motivo suficiente, perdeu seu mandato. No entanto, Renan Calheiros que responde a 11 processos está sujo perante a opinião pública, inclusive fazendo pouco caso das autoridades maiores do País, continua solto e com seu mandato de senador. De fato, processos que caem no Supremo nunca têm um final, principalmente se for contra pessoas de peso político. Vergonha!  # Inexplicável – Há uma pergunta que circula na mídia brasileira: Como pode uma quadrilha inteira está presa e o chefe continuar solto? Pois é, assim é a nossa Justiça, especialmente no STF!  # Notícia de Jornal da capital – Em apenas 4 anos, a fortuna do prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, cresceu mais de 100%. Ou seja, mais do que dobrou. Em 2012, os bens que ele declarou à Justiça Eleitoral somavam R$ 3 milhões. Agora, candidato à reeleição, afirmou ser dono de um patrimônio de R$ 6 milhões. Ou seja, enquanto o povo se aperta para enfrentar a crise econômica que abala o Brasil, o prefeito de Ananindeua não tem do que se queixar. E num ritmo alucinante. Com toda essa fortuna, Pioneiro aparece como o candidato a prefeito mais rico entre todos os de Belém e Ananindeua. A fortuna de Pioneiro é, por exemplo, 5 vezes maior do que o valor declarado por Zenaldo Coutinho, que é de R$ 1,2 milhão, prefeito de Belém!  # O abraço vai para o delegado Nelson Nascimento, grande profissional, amigo e ex-aluno deste colunista, que também é leitor desta coluna.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *